Vice da CBF é delatado para a Polícia Federal

Ricardo Teixeira e Fernando Sarney

Ricardo Teixeira e Fernando Sarney

Fernando Sarney, vice-presidente da CBF, foi delatado no âmbito da “Operação Custo Brasil”, da Polícia Federal, que tenta desmantelar esquemas na área de Energia e Fundos de Pensão.

A revelação foi feita, ontem, pelo site “O Antagonista”

O executivo Paulo Gazani Jr. entregou detalhes sobre negociatas milionárias capitaneadas pelo cartola.

Ambos são sócios numa das empresas de energia investigadas pela PF.

Se o presidente da CBF não pode viajar sob risco de prisão pelo FBI, que o acusa de corrupção, Sarney, ao contrário, talvez precise, em breve, fazê-lo, para não terminar os dias jogando dominó na atrás das grades.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.