Justiça condena São Paulo a pagar R$ 1,7 milhão pela transferência de Kaka, mas livra clube de multa milionária

kaka

Em 2015, a Orlando Sports Holdings LLC ingressou com ação de cobrança contra o São Paulo, por calote no pagamento dos 20% líquidos sobre as arrecadações do clube enquanto utilizando-se do empréstimo de Kaká, acordo este firmado e contrato.

No total, R$ 1,7 milhões.

A empresa americana queria, também, executar clausula do documento que previa cobrança de US$ 20 mil/dia sobre a falta de prestação de contas dos o borderô das partidas, necessária para explicitação dos valores, que o clube somente apresentou meses depois.

O valor pedido era de R$ 12,1 milhões.

Na última sexta-feira, o juíz Rogério Marrone de Castro Sampaio, da 27ª Vara Civil, em despacho, decidiu que o Tricolor terá que quitar o débito principal (R$ 1,7 milhão corrigidos desde a propositura do processo), mas facilitou a vida do clube, considerando a clausula de penalização abusiva, fixando a multa em R$ 30 mil, uma pechincha perto dos R$ 12 milhões requeridos.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.