Merenda: propina paga em cheque para assessor de Fernando Capez (PSDB)

capez

Poucos tem dúvida, apesar das investigações ainda prosseguirem, de que o destinatário final das propinas recebidas pelos assessores do deputado Fernando Capez (PSDB) no famoso “Caso da Merenda” seja o próprio parlamentar.

São quase inverossímeis os argumentos da defesa.

Seria semelhante a acreditar que Lula (PT) nada sabia dos roubos batizados de “Mensalão” e “Petrolão”.

Hoje a FOLHA publica que parte da propina, R$ 500 mil, foi paga em cheque depositado nominalmente na conta José Merivaldo dos Santos, braço direito de Capez.

Ou seja, em comprovada a corrupção, além de bandidos, os envolvidos deveriam receber pena suplementar, em punição à burrice evidenciada.

cheque merenda

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.