Advertisements

Justiça penhora dinheiro de ingressos do Guarani para pagar calote ao Palmeiras

Em 2018, o Palmeiras promoveu ação de cobrança contra o Guarani por conta de calote em contrato de comodato.

O valor, para os padrões do mundo futebolístico, é irrisório: R$ 10,7 mil.

Ainda assim, mesmo intimado, o Bugre não pagou.

Por conta disso, a Justiça decidiu penhorar o dinheiro das vendas de ingressos do clube, realizadas no Brinco de Ouro, até que a pendência seja equacionada.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Justiça penhora dinheiro de ingressos do Guarani para pagar calote ao Palmeiras”

  1. Realmente, pros times da elite do futebol brasileiro é dinheiro de pinga, mas pro Guarani não é. Segundo o jornalista Elias Aredes do portal sóderbi, o Guarani ainda não pagou para os jogadores e comissão técnica os salários de setembro e outubro.

    A situação só não é pior porque jogadores têm recebido alguns prêmios por vitórias vindo de “vaquinhas” de apoiadores do Clube, entre eles certamente deve estar a Elenko Sports, que simula esses empréstimos pra receber como pagamento jogadores da base – Davó é o exemplo mais recente.

    Os jogadores só não optaram por rescindir o contrato e saíram do Clube porque ficarão sem trabalhar até o ano que vem e pra receber os atrasados terão de dar entrada na Justiça do Trabalho, cuja fila de processos envolvendo o Guarani é imensa, então eles preferiram “segurar a onda”, dar moral por jovem treinador Carpini e tirar o time da zona do rebaixamento pra Série C.

    A folha salarial do Guarani é de R$ 680 mil e sequer chega perto do salários de jogadores e treinadores medalhões como Pato, Daniel Alves, Felipe Melo, Dudu, Fred, Thiago Neves, Mano, Carille, Abel, etc…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: