Advertisements
Anúncios

Coluna do Fiori

fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

“Enquanto imperar a filosofia de que há uma raça inferior e outra superior o mundo estará permanentemente em guerra. É uma profecia, mas todo mundo sabe que isso é verdade.

Bob Marley

————————————————————-

17ª Rodada da Série A do Brasileirão – 2014

Sábado 23/08

Palmeiras 1 x 0 Coritiba

Árbitro: Marcos André G. da Penha (ES)

Item Técnico

Acertou ao expulsar o atleta Leandro Almeida, do Coritiba, por ter praticado carrinho grave,

– atingindo um dos pés do oponente Mouche; como também, por refazer a correta,

– porem, indevida, marcação da penalidade máxima sofrida por Lúcio, defensor palmeirense.

Explico:

– quando do lançamento da bola pro interior da área, Lucio, estava na posição de impedimento,

– assim que tocou na bola, acertadamente, Vanderson Antonio Zanotti, assistente 02,

– ergueu a bandeira para apontar o impedimento,

Item Disciplinar

Fraquinho: Contenda excessivamente faltosa, obedecesse ao inserido nas leis do jogo,

– aquém do expulso, o árbitro, poderia e deveria ter expulsado outros contendores

Domingo 24/08

Grêmio 2 x 1 Corinthians

Árbitro: Heber Roberto Lopes (FIFA-SC)

Item Técnico

Por volta do 44º minuto da etapa final, no interior pequena área gremista,

– Romarinho, atacante corintiano, chutou a redonda, a meia altura,

– em direção a meta gremista; no trajeto, bateu no braço esquerdo do gremista Werley,

– que estava à frente, e próximo do Romarinho; não ocorreu infração (pênalti),

– lance espontâneo, partida seguiu; árbitro acertou

Item Disciplinar

– Deixou de expulsar, como também, não advertiu com amarelo, o corintiano Fagner,

– no maldoso deixar da sola de sua chuteira na perna do gremista, Barcos

Extrapolou

Quando da testa a testa entre Guerreiro, atacante corintiano, com Alan Ruiz, defensor do Grêmio,

– dado momento, Guerreiro foi empurrado por trás por seus contendores Zé Roberto e Rodolfo,

– que, projetou Guerreiro, pra cima do oponente Alan Ruiz;

– Heber Roberto Lopes, mesmo próximo, com total visão dos fatos;

– excedeu de sua função, expulsando Guerreiro

Adendo

Heber Roberto Lopes deveria seguir o exemplo do colega Rafael Claus: Assistir o teipe, ficar atento quando do fato entre Guerreiro e Alan Ruiz, reconhecendo que não houve agressão, na seqüência, através da maquininha de bolso, digitar a verdade, enviando-a, para CA-CBF, como acessório ao seu relatório. Né, não! Sérgio Correa da Silva e senhores do STJD?

São Paulo 2 x 1 Santos

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Itens Técnico/Disciplinar 

Os representantes das leis do jogo não foram exigidos; trabalho normal

Quarta Feira 27/08 – Copa do Brasil

Palmeiras 0 x 1 Atlético-MG

Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)

Item Técnico

Inverteu e deixou de marcar algumas faltas,

Não Foi Pênalti

Errou por ter marcado penalidade máxima favorável ao Palmeiras, quando da disputa normal pela bola entre Jemerson, defensor do Cruzeiro, com seu oponente Mazinho

Prolongou o Erro

Henrique, atacante palmeirense, tomou distância para cobrar a infração, antes de bater na bola;

– Victor, goleiro do Atlético, avançou, ao mesmo tempo, outros invadiram a área, bola entrou no gol,

– contudo, aplicando a regra, o assoprador, determina nova cobrança;

– novamente, Henrique, parte pra bola, Victor se adianta, área foi invadida, bola fora,

– desta feita, possivelmente, com peso de consciência por ter marcado a penalidade;

– o assoprador de apito, não cumpriu o inserido na Regra 14

Conclusão

Jean Pierre Lima apresentou trabalho fraquíssimo nos itens Técnico/Disciplinar

Bragantino 1 x 0 Corinthians

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistente 01: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)

Assistente 02: Vicente Romano Neto (SP)

Quarto Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT)

Item Disciplinar

Expulsão correta do atleta Ferrugem, defensor corintiano,

– Excessos de reclamações

Item Técnico

Algumas inversões e não marcação de faltas

Choque?

Todos que jogaram ou jogam bola, observaram, Guerreiro usando da manha para atingir o árbitro; explico:

– ao subir, Guerreiro, ciente da posição do árbitro, coloca o braço direito, ao lado do corpo,

– seqüencialmente, empurra o costado do árbitro, que, caiu, levantou e,

– arregalou os olhos na direção do corintiano, gesticula, dizendo algo

Sempre ele

Na maior cara dura, o técnico Mano Meneses aplaudiu o incidente, não sendo punido

Intolerável

Em meu entender, Leandro Bizzio Marinho se ligou na astúcia praticada por Guerreiro,

– deveria ter paralisado a contenda, cartão amarelo pro Guerreiro, sinalizando,

– Tiro Indireto a favor do Bragantino, no local do fato

Relatório

Leandro Bizzio Marinho, não citou o caso com Guerreiro

Observação

O Assistente 02: Vicente Romano Neto trabalhou de frente para os acontecimentos,

– deveria comunicar ao árbitro sobre os aplausos do indisciplinado Mano Meneses

Quinta Feira 28/08

Grêmio 0 x 2 Santos

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

Item Técnico

Errou e feio por não ter sinalizado o toque de mão do santista Lucas Lima,

– antes de passar a redonda para Robinho marcar o segundo gol do Santos;

– Como também por deixar de marcar a penalidade máxima do santista Arouca,

– em cima do gremista Zé Roberto

Item disciplinar

Fraquinho

Racismo

Imagem da individuo com a mão na lateral da boca chamando Arranha de macaco

1

Cidadão Mário Lúcio Duarte Costa, popular Aranha, avocando atenção do árbitro

2

Palavras do goleiro na pagina A23 do Jornal “O Estado De São Paulo” do dia 29/08/14

“O pior é que fui falar com o juiz (Wilton Pereira Sampaio) e ele falou que eu estava provocando a torcida”

Abjeto

Através internet, por três ocasiões: as 09h00min e 14h00min, da sexta feira 29/08/04, Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO) nada constou sobre o fato

Aditamento – Acredite Quem Quiser

As 17h00min: retornei no site da CBF para confirmação do relatado; não deu outra!

Julgando que somos otários, Wilton Pereira Sampaio anexou:

“Informo que ao chegar ao hotel, advindo do estádio, por volta das 23h50min, tive o conhecimento através da imprensa que durante a partida existiram atos de racismo oriundos da torcida do Grêmio direcionado ao goleiro da equipe do Santos F.C., Sr Mario Lucio Duarte Costa, Nº 1.

Relato que aos 41 minutos do segundo tempo, durante uma paralisação do jogo, dois atletas que se encontravam no banco de reservas da equipe do Santos; Nº 7, Sr. Robson de Souza e Nº 10, Sr. Gabriel Barbosa Almeida, me relataram que o goleiro da sua equipe estava sendo vitima de atos de racismo, momento em que me dirigi até o atleta, o mesmo confirmou tal fato. Contudo, nenhum integrante da equipe de arbitragem, ouviu ou presenciou tais atos. Após esta paralisação, o jogo teve prosseguimento normal sem qualquer relato de outro atleta.

Porto Alegre/RS, 29/08/ 2014  “

Relembrando

Copa do Brasil 2012

Na Arena de Barueri, Wilton Pereira Sampaio arbitrou:

– a primeira contenda entre Palmeira x Coritiba; no transcurso da refrega, pintou e bordou,

– no ultimo minuto da segunda etapa, Wilton Pereira Sampaio,

– deixou de marcar claríssima penalidade máxima a favor do Coritiba

FIFA

No inicio do ano 2013, Wilton Pereira Sampaio, foi premiado: Entrou no quadro internacional de árbitros

Política/ Eleições

O QUE SERÁ DELES SE A DILMA NÃO FOR ELEITA?

                                             Os privilegiados:

Em Brasília, há passe livre para os egressos dos movimentos sindicais, principalmente se forem ligados ao PT. Para essas pessoas parece que as portas são mais largas e os caminhos menos sinuosos. “Nunca antes na historia desse País” tantos ex-dirigentes sindicais ocuparam postos chaves no destino da Nação Brasileira. É sobre essas pessoas, o que faziam e o que estão fazendo agora que nós iremos falar.

Jair Meneguelli – torneiro mecânico e ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC? Alguém lembra dele. Pois bem, ele sumiu. Fomos procurá-lo. Sabe onde o encontramos? Hoje ele se encontra em Brasília. É Presidente do Conselho Nacional do Sesi e comanda um orçamento de R$ 34.000.000,00. Salário atual: R$ 25.000,00. Salário anterior (no tempo de sindicalista) R$ 1.671,61.

Heiguiberto Navarro – ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Encontramos também. Sabe onde? Em Brasília. Sabe o que ele faz hoje? É assessor do Secretário Nacional de Estudos e Políticas da Presidência da República. Gostaram do nome? Salário atual: R$ 6.396,00. Recordando, ele é ferramenteiro e na época tinha um salário de R$ 1.671, 61

João Vacari Neto – bancário, ex-presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Também o encontramos. Adivinhe onde? Brasília? Certa a resposta! O que ele faz atualmente? É membro do Conselho Nacional de Itaipu. Ajuda a decidir sobre a alocação do orçamento de Itaipu, cerca de R$ 4.500.000.000,00. Salário R$ 3.000,00. Antes o seu salário era de R$ 4.909.20. É o cara do Bancoop que sumiu com o dinheiro dos bancários que compraram apartamento e não tem moradia até hoje, quase todos os prédios são esqueletos abandonados e pasmem, o Lula que nunca foi bancário tem uma cobertura triplex de frente para o mar no Guarujá. Claro que esse prédio será concluído e quem serão os seus vizinhos? E o edifício está longe de parecer um Cingapura ou COHAB.

Paulo Okamoto – fresador, ex-tesoureiro da CUT. Está sumido do noticiário, mas nós o encontramos. Sabe onde? Em Brasília? Certa a resposta! O que ele faz hoje? Presidente do SEBRAE. Salário R$ 25.000,00. Comanda um orçamento de R$1.800.000.000,00. Salário anterior, quando era pobre: R$ 1.671,61. E que mesmo estando com 8 (oito!) anos de idade em 1964, hoje é um dos felizardos que recebe “aposentadoria especial”, como ‘Anistiado político’. Esse é o que pagava as contas do Lula de seu bolso, como a dívida que este tinha com o PT e ele Paulo Okamoto pagou a dívida a divida que Lula tinha com o partido dos trabalhadores

Luis Marinho – pintor de veículos – ex-presidente da CUT. Lembram dele? Um doce para quem disser onde fomos encontrá-lo. Em Brasília? Certa a resposta. Estou devendo um doce para milhões de pessoas. O que é que ele está fazendo? Virou Ministro da Previdência Social. Salário R$ 8.363,80. Comanda um orçamento de R$ 191.000.000.000,00. Anteriormente o seu salário era de R$ 1.620,40

Wilson Santarosa – operador de transferência e estocagem, presidente do Sindicato dos Petroleiros de Campinas. Está no Rio de Janeiro. É gerente de comunicação da Petrobrás e membro do Conselho Deliberativo da Petros. Salário atual R$ 39.000,00; comanda um orçamento de R$ 250.000.000,00. Salário anterior R$ 3.590,90

João Antonio Felício – professor de Desenho e História da Arte e ex-presidente da CUT. É outro que está no Rio de Janeiro. É atualmente membro do conselho do BNDES, salário R$ 3.600,00 por reunião da qual participa, com direito a transporte, hospedagem mais ajuda de custo. É um dos responsáveis pela aprovação do orçamento do BNDES de R$ 65.000.000.000,00. Tem sob sua responsabilidade opinar sobre sua destinação e acompanhar e execução. Salário anterior R$ 1.590,00

Sergio Rosa – escriturário e ex-presidente da Confederação Nacional dos Bancários. Também se encontra em Brasília. É atual presidente do Previ, Fundo de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil. Salário atual de R$ 15.000,00. Comanda um orçamento de cerca de R$ 106.000.000,00. Salário atual de R$ 15.000,00. Comanda um orçamento de cerca de R$ 106.000.000,00. Salário anterior R$ 4.500,00

José Eduardo Dutra – geólogo, ex-presidente do Sindiminas de Sergipe, atual Sindipetro. Hoje, graças a Deus, se encontra em Brasília, onde é presidente da BR Distribuidora, com um mísero salário de R$ 44.000,00. Comandou, entre 2008 a 2012, um orçamento de R$ 2.600.000.000,00. Salário anterior era de R$ 10.000,00

Wagner Pinheiros – analista de investimentos. Diretor da Federação dos Bancários de São Paulo. É outro que faz parte da Nova República. É presidente da Petros, Fundo de Pensão dos Funcionários da Petrobrás. Salário atual apenas R$ 44.000,00. Comanda um patrimônio de R$ 32.400.000.000, 00. Salário anterior: R$ 5.232,29. É bom frisar que o salário anterior era o salário percebido como dirigente sindical.

Como se não bastasse esses que aqui foram citados, outros estão lá, levados que foram pela força do voto popular. Vide casos: Vicentinho, professor Luizinho, João Paulo Cunha e outros menos ou mais cotados. O momento é de reflexão. É esta a Republica que nós queremos?

A república que nós queremos nós a construiremos com o nosso trabalho, com as nossas atitudes e com o nosso voto. Queremos as oportunidades como um direito de todos e não como um privilégio, como monopólio de uns poucos

ATENÇÃO: OS VALORES DOS SALÁRIOS DOS CAMARADAS ACIMA NÃO CONTEMPLAM DIÁRIAS, CARTÕES CORPORATIVOS, BENEFÍCIOS, E OUTRAS MARACUTAIAS, SEM FALAR NOS EMPREGOS PARA A “PARENTAIADA” E OUTROS “CUMPANHEIROS”!

Autor: Max Weber

Finalizando

Eu sei que muita gente não gosta de mim, devido a minha sinceridade. Mas, convenhamos, ao menos sou autentico.

  1. L. Santos

——————————————————————-

Chega de Mentiras, de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP-30/08/2014

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: