Brasil joga bem, vence a Colômbia, e enfrentará a Alemanha nas semifinais

image

O Brasil, em sua melhor atuação, venceu a Colômbia, por dois a um, e está classificado para as semifinais da Copa do Mundo, contra a Alemanha.

Thiago Silva, em partida quase perfeita, e David Luiz, que sempre emociona, marcaram os gols da Seleção.

James Rodriguez, artilheiro do torneio, para a Colômbia.

Os brasileiros começaram a partida marcando a saída de bola, demonstrando muita vontade, dificultando as ações colombianas.

Neymar, aos 4 minutos, bateu falta frontal à direita do gol.

Dois minutos depois, Neymar bateu escanteio, a bola passou por David Luiz e Thiago Silva, atento, empurrou para as redes.

Um a zero.

Aos dez minutos, Cuadrado arriscou da entrada da área, a bola resvalou em Thiago Silva e raspou a trave esquerda.

O Brasil dominava a partida, enquanto a Colômbia, assustada, tenta se acertar.

Hulk, aos 19 minutos, tabelou com Neymar, bateu, Ospina defendeu, e, no rebote, Oscar concluiu para nova defesa do goleiro.

Ospina fez grande defesa, novamente, em batida cruzada de Hulk, aos 27 minutos.

Em contragolpe brasileiro, aos 38 minutos, Hulk criou nova jogada pela esquerda, mas bateu torto, à direita da meta.

De falta, aos 43 minutos, Neymar fez a bola passar perto do ângulo esquerdo do arqueiro colombiano.

Depois de muita turbulência, a Seleção Brasileira saiu aplaudida para o intervalo, após jogar seus melhores 45 minutos em toda a Copa do Mundo, até então.

O segundo tempo começou um tanto quanto truncado, com os colombianos fazendo mais faltas, mas ainda com o Brasil no comando das ações.

Perto dos 15 minutos, a Colômbia adiantou a equipe e passou a preocupar o setor defensivo brasileiro.

Em jogada boba, Thiago Silva impede o arqueiro adversário de chutar a bola para o ataque e leva o cartão amarelo que o suspendeu para a próxima fase do torneio.

Yepes empurrou a bola para as redes do Brasil, aos 20 minutos, mas a arbitragem, de maneira correta, marcou impedimento.

Dois minutos depois, em cobrança de falta magnífica, da intermediária, David Luiz marcou o segundo do Brasil, e comemorou de maneira absolutamente emocionante, lembrando Falcão contra a Itália, em 1982.

Neymar tentou de curva, aos 27 minutos, e a bola passou à direita do gol colombiano.

James Rodriguez, que não pegava na bola, aos 32 minutos, serviu a Bacca, que foi derrubado por Julio César dentro da área.

Pênalti que James Rodrigues, com categoria, converteu, dois minutos depois.

Ramirez entrou no lugar de Hulk, aos 37 minutos, para defender o resultado.

Três minutos depois, Paulinho deu sua vaga a Hernanes.

Em jogada violentíssima de Zuniga, Neymar levou uma joelhada nas costas, aos 42 minutos, e teve que sair, com Henrique entrando em seu lugar.

No final, apesar da forte pressão adversária, enfim, o Brasil, mais do que venceu, convenceu, animando seu torcedor para a difícil disputa das semifinais que estão por vir, contra a Alemanha, enquanto a Colômbia, que tinha a melhor campanha da Copa, manteve os hábitos de freguês habitual.

EM TEMPO: David Luiz demonstrou ainda mais sua grandeza ao, generosamente, consolar um inconsolável James Rodriguez, após o apito final.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.