Empregadinho do agente Kia Joorabchian, de quem defende os interesses apesar de embolsar salários de clubes, Vitor Pereira, que mentiu para deixar o Corinthians, reclamou da má-educação dos brasileiros.

Eis algumas manifestações do espertalhão quando em terras tupiniquins:

“Se me perguntar, eu queria treinar o Liverpool, com todo respeito que tenho ao Corinthians”

“Nesta fase da minha vida, da minha carreira, ter medo de perder o emprego? Você sabe quanto dinheiro tenho no banco, meu amigo?”

“Vou para casa. Tenho que ajudar a estabilizar um pouco o processo da doença da minha sogra, que está vivendo na minha casa”

Educação a toda prova.

Não fosse a submissão a um dos agentes que comanda o futebol do Corinthians, aliada a enorme campanha de ‘fake-news’ que turbinou seu currículo por aqui, Pereira estaria ainda juntando os cacos do rebaixamento à terceira divisão do campeonato alemão.

Facebook Comments
Advertisements