Advertisements
Anúncios

Corinthians aumenta salário, diminui multa de Jadson, e não registra valor pago por Pato na CBF (com documento)

carlos leite

Na última semana, descobriu-se que os dirigentes do Corinthians, generosos, agraciaram os empresários de Jadson com 10% de comissão, mensais, sobre os valores do salário a ser recebido pelo atleta, mesmo sabedores de que o jogador já paga aos agente outros 10%.

Apenas para situar o leitor, apesar de Bruno Paiva assinar oficialmente como empresário do jogador, até as árvores do Parque São Jorge sabem da “ingerência” de Carlos Leite (foto) e do treinador Mano Menezes sobre o “produto”, aliás, convocado pela dupla em tempos de Seleção Brasileira, na Copa América.

Tivemos acesso, ontem, ao documento oficial da transação, entre FIFA E CBF, que demonstra, claramente, a boa vontade do clube para com os negociadores.

Jadson 1

O último salário de Jadson, registrado pelo São Paulo na CBF, foi de R$ 130 mil mensais, com a multa contratual estipulada em R$ 100 milhões.

Acordo assinado em 31/01/2012, que findaria no dia 31/12/2014.

Jadson 2

Fala-se que o clube do Morumbi pagava, de fato, R$ 250 mil mensais ao jogador, que podem ter sido complementados com os famosos “Direitos de Imagem”, ou mesmo, terem sido pagos à margem da Lei, sem conhecimento “oficial” de FIFA e CBF.

Em 13/02/2014, o Corinthians concluiu a negociação de Jadson, com contrato até 31/12/2015, envolvendo no negócio o empréstimo de Alexandre Pato, sem custo para o São Paulo, com o clube arcando com metade dos vencimentos, avaliados em R$ 400 mil (50% de R$ 800 mil).

Porém, o salário de Jadson, que o Tricolor não terá que pagar, apenas o Timão, saltou para R$ 300 mil mensais, acompanhada de uma estranha redução de multa, para R$ 15 milhões.

Na prática, aumentou-se os valores de referência para a remuneração dos empresários, ou seja, o salário, facilitando qualquer possível negociação, com a redução da multa, atitude que contraria os procedimentos naturais dos clubes, que é o de, proporcionalmente, equipar os salários aos direitos econômicos.

Até ontem, embora já treinando no São Paulo, Alexandre Pato permanecia vinculado, por contrato, ao Corinthians, com salário registrado na CBF de R$ 300 mil mensais (acrescidos de R$ 500 mil, por direito de imagem), e multa contratual de R$ 100 milhões, que o Timão, tudo indica, abriu mão de receber, além do notório prejuízo de R$ 40 milhões, pagos por apenas 60% dos direitos do atleta.

Embora seja estranho que, pelo documento registrado na CBF, não constem os valores da transação do Milan para o Timão, obrigatório, por Lei, apenas a indicação de rescisão do vínculo com a equipe italiana.

pato 1

pato 2

CONFIRA ABAIXO OS DOCUMENTOS OFICIAIS DE TRANSFERÊNCIA DE JADSON E ALEXANDRE PATO, REGISTRADOS NA CBF

TMS JADSON

TMS Pato

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: