Conselheiro do Corinthians, Edgard Soares é condenado a pagar R$ 1 milhão por “enganar” incorporadora no Vale do Paraíba

edgard soares

Em março de 2008, o jornalista e conselheiro do Corinthians, Edgard Soares, segundo processo que tramita na Justiça de São Paulo, vendeu à SIPAR – SOCIEDADE DE INCORPORAÇÕES E PARTICIPAÇÕES S/A, um terreno de 3,2 hectares, no Município de Tremembé, região do Vale do Paraíba.

Embolsou R$ 60 mil de entrada, prometendo entregar o local livre de restrições.

Não foi o que aconteceu.

Assim que teve acesso à documentação, os incorporadores, que disseram na Justiça ter realizado o negócio “na boa fé”, por possuírem amizade anterior com o jornalista, perceberam que, não apenas o terreno estava impregnado de dívidas – de todas as origens possíveis – como também não correspondia, de fato, a metragem combinada.

Tentaram, ainda, pelo interesse no negócio, conversar com Soares, a fim de esquecer o ocorrido e resolver comercialmente a questão.

Caíram em novo conto.

Em paralelo com as negociações com a SIPAR, o jornalista já havia vendido o terreno novamente, desta vez para a SABIÁ RESIDENCIAL EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A.

Inconformados, restou apenas a incorporadora denunciar a operação, pedindo ainda não apenas a restituição dos valores que já havia dispendido no negócio, mas também indenização por quebra de contrato, entre outras coisas.

A Justiça decidiu, então, que Edgard Soares terá que pagar à SIPAR, mais de R$ 1 milhão.

São R$ 970.999,98 (R$ 119.000,00, R$ 15.000,00, R$ 36.999,98 de gastos realizados+ R$ 800.000,00 a titulo de indenização), corrigidos monetariamente desde a assinatura do contrato e com juros de mora de 1% ao mês desde a citação.

Sem contar a devolução dos R$ 60 mil de sinal e mais 10% sobre as custas processuais.

Vale lembrar que Edgard Soares foi defendido na causa pelo advogado Arthur Eugênio Mathias – seu sócio do site Futebol Interior (conhecido por vender matérias e extorquir os que se recusam a pagar), que tem no currículo ter sido uma das “estrelas” principais da CPI do Roubo de Cargas e também do Narcotráfico.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

6 respostas para Conselheiro do Corinthians, Edgard Soares é condenado a pagar R$ 1 milhão por “enganar” incorporadora no Vale do Paraíba

  1. Eduardo disse:

    E?………kkkkkkkk
    Deixe as pessoas em paz….vc ja tem problemas demais com a justiça, seu pulha de merda! Kkkkk

  2. Sandro disse:

    Isso é fofoca, nada a ver com Futebol.

    Paulinho: No seu email o sobrenome “Soares”… entendi…

  3. Eduardo disse:

    Assim que eu gosto….sem edição
    . Kkkkkk

  4. Guilherme disse:

    A fama que ele tem aqui em Taubaté é mais suja do que pau de galinheiro…Chegou a dar até cambalacho em parentes(conheço alguns pessoalmente inclusive e do que já ouvi deles das histórias é de amargar)…
    Típico gogózão…Come mortadela pra arrotar caviar.

  5. JOÃO ALVES - DRACENA disse:

    CPI DO ROUBO DE CARGAS ? PROCURE SABER COM O WILLIAN, ANTIGO DONO DA DOGCENTER OU ALGO ASSIM, SOCIO DE BETO ZINI, COMO FOI A TRANSAÇÃO DO LUISÃO, DO GUARANI COM O PALMEIRAS E COMO FICOU A HISTÓRIA DO CHEQUE SEM FUNDOS.

  6. JOÃO ALVES - DRACENA disse:

    Á PRINCIPIO WILLIAN DEVE ESTAR PRESO ATÉ HOJE.
    O CHEQUE ERA DE R$ 150 MIL REAIS.
    BRUNORO DEVE SABER DA HISTÓRIA AFINAL O CARA CONTRATOU O JOGADOR.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.