Advertisements
Anúncios

Neymar deu show e Brasil venceu Portugal com facilidade

Com absoluta soberania no gramado, o Brasil venceu Portugal, por três a um, em amistoso de bom nível, disputado na cidade de Boston (USA).

Quase toda a equipe se portou bem, mas Neymar, demonstrando muita vontade, foi espetacular.

Sem Cristiano Ronaldo, Portugal, que já não é lá essas coisas, foi presa fácil para os brasileiros.

A primeira etapa começou com dez minutos espetaculares de Neymar para cima da defesa portuguesa, que respondia quase sempre com violência.

Porém, o primeiro lance de perigo foi de Portugal, aos 11 minutos, quando Raul Meireles acertou o pé da trave brasileira, complementando de cabeça cruzamento pela direita.

Seis minutos depois, Maicon tentou recuar sem olhar para Julio Cesar e deixou o mesmo Raul Meireles livre para fazer um a zero.

Melhor em campo, o Brasil não se abalou com o gol e partiu para cima em busca do empate.

Neymar, aos 21 minutos, avançou pela meia esquerda e bateu cruzado para boa defesa do arqueiro lusitano.

Na sequencia, aos 23 minutos, Thiago Silva empatou o jogo completando de cabeça escanteio batido por Neymar.

Em nova bobeada da defesa brasileira, estranhamente desatenta, Nani antecipou-se de cabeça e quase marcou, aos 32 minutos.

Neymar, o dono do jogo, e do time, aos 34 minutos, arrancou com a bola da intermediária, passou por três jogadores e marcou um golaço.

O craque brasileiro respondia com arte a truculência dos jogadores portugueses.

Vale destacar que Felipão, em sinal de respeito à sua história na seleção portuguesa, não comemorou, como é de seu costume, nenhum dos gols brasileiros.

Antes ainda da chegada do intervalo, Paulinho perdeu gol feito, aos 39 minutos, dentro da pequena área, aproveitando-se de bola ajeitada por Thiago Silva.

Logo no início do segundo tempo, a informação de que o violentíssimo Pepe foi substituído deixou as canelas dos jogadores aliviadas.

Para melhorar ainda mais a situação brasileira, aos 4 minutos Jô marcou o terceiro, complementando cruzamento pela esquerda.

Com o Brasil dominando, Felipão colocou Oscar no lugar de Ramires, aos 15 minutos.

Aos 22 minutos, Hernanes entrou no lugar de Bernard.

Pato no de Jô, aos 30 minutos.

A essa altura o Brasil já alternava momentos mais tranquilos, segurando a vantagem, com outros mais incisivos, na tentativa de ampliar o marcador.

Felipão tirou Paulinho, aos 37 minutos, colocando o zagueiro Henrique para fazer, no meio, a função que executou no Palmeiras à sua época.

42 minutos, jogo definido, e Neymar, magnífico, chamava a zaga adversária para dançar, que, nervosa, só conseguia pará-lo na violência.

Um minuto depois, o melhor em campo saiu aplaudido para a entrada de Lucas.

No final, a vitória contra uma equipe de médio nível da Europa,  principalmente com o bom nível do futebol apresentado, foi importante para dar ainda mais tranquilidade a um grupo que tem como objetivo maior o título do Mundial, em 2014.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: