Advertisements
Anúncios

Corinthians “oficializa” Emílio Odebrecht como “benemérito” do clube

No próximo dia 16 de setembro, às 18h30m, os conselheiros do Corinthians se reunirão para conceder a Emilio Odebrecht, dono da construtora que leva seu sobrenome, o título de “associado benemérito” do clube.

A proposta, por razões óbvias, partiu de Andres Sanches, ex-presidente alvinegro, mas bem que poderia, por questão de Justiça, ter sido viabilizada por outro conselheiro do clube, verdadeiro responsável pelo projeto, popularmente tratado como Lula.

Faz sentido.

A ODEBRECHT, em ação inédita na história mundial, está construindo uma obra, avaliada em R$ 1 bilhão, com seus próprios recursos, sem que, por canais “oficiais”, exista planejamento consistente para ressarci-la.

No máximo, receberá parte do dinheiro dos CIDs, dinheiro público oriundo da Prefeitura de São Paulo, avaliados em pouco mais de R$ 300 milhões, que serão liberados um mês após a realização da partida inaugural da Copa do Mundo de 2014.

Montante esse que não servirá nem para quitar as pendências de empréstimos pontes realizados com Santander e Banco do Brasil, acrescidos de seus respectivos juros.

Poucos, inclusive a Odebrecht, acreditam no dinheiro do BNDES e sabem também que as contrapartidas oferecidas pelo Corinthians amortizarão, no máximo, os juros do negócio.

O clube assim, sem o menor constrangimento, dá o recado da “benemerência”, em cerimônia oficial, para que Emilio Odebrecht tenha a real noção de seu papel num negócio bom para o Governo, necessário para a construtora, mas ruim para o Corinthians, que só poderá transferir a propriedade do estádio após a quitação das dívidas oriundas de sua construção.

Odebrecht canonização

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: