Advertisements
Anúncios

Caso metrô: não acredito na culpa de José Luiz Portella

O Brasil vive uma guerra política sangrenta, sem ética, infestada de mentiras e algumas verdades, arrancadas a fórceps, dos porões da corrupção, em que dois partidos, entre todos, destacam-se mais nas manchetes de jornais.

PT e PSDB.

Não há santos, em nenhuma das batalhas.

É fato comprovado que o PT orquestrou o maior esquema de corrupção que se teve notícia no Brasil, o Mensalão, e que tentou, de todas as maneiras, travar as investigações, no intuito de livrar a cara de sua cúpula, todos condenados, posteriormente, no STF.

Lula escapou, mas nem o mais completo dos imbecis acredita em sua inocência.

Recentemente, através de vazamentos de algumas mensagens, trocadas entre a SIEMENS e alguns de seus interlocutores, chegou-se a outro escândalo, dessa vez envolvendo o PSDB.

Não se sabe, ainda, ao certo, que dimensões tomarão as investigações, e que nível de hierarquia teve conhecimento prévio sobre a formação dos indecentes carteis.

Funcionários de alto escalão ? Secretários ? Governador ou Governadores ? Se sim, qual deles ? Quando ?

Muitas são as questões a serem respondidas e que, diferentemente do que diz e pressiona a mídia fomentada pela ira dos defensores de mensaleiros, ainda não há comprovação de nomes, mas sim, fortes indícios não apenas do ilícito, mas também da facilitação, óbvia, de gente do PSDB.

Evidentemente, nosso desejo, assim como o de qualquer pessoa decente, é de que todos os culpados, sejam eles quais forem, independentemente de partidos, sejam exemplarmente punidos.

Ontem, o Governo de São Paulo, ao menos, deu mostras de que vai colaborar com as investigações, diferentemente do PT, numa atitude positiva, e que precisa ser mantida, sem truques e pressões, nem que para isso o partido do Governador, tenha que cortar da própria carne.

Há também de se ter cuidado com denúncias enviesadas, que dizem sem nada dizer, mostram conversas fora do contexto ou documentos que parecem, mas não são.

Falo isso porque na ânsia de acusar, pode-se cometer injustiças irreparáveis, jogando na lama nomes de pessoas que nada tem a ver com qualquer tipo de facilitação, corrupção ou articulação.

Caso específico do ex-secretário de José Serra, uma pessoa de conduta integra, e história de vida absolutamente decente, de nome José Luis Portella.

Ficaria absolutamente espantado se tivesse culpa no cartório.

Até o momento, nada indica, nem mesmo as mensagens publicadas pela mídia, que nada dizem, ou quando dizem, não se sustentam pelos fatos, que tenha participado de qualquer tipo de artimanha.

Portella, é sempre bom contextualizar, homem importante do PSDB, é odiado pelo PT, principal interessado na distorção das denúncias, sabedor de que são necessárias muitas verdades para minimizar o estrago proporcionado por mentiras bem repercutidas.

Para finalizar, é sempre bom ressaltar que esse espaço, absolutamente combativo contra a corrupção, não acredita, realmente, na culpa de Portella, a quem tem em boa conta como cidadão.

Precisamos deixar isso bem claro para nossos leitores, por honestidade.

Embora, não tenhamos razões algumas para duvidar da culpabilidade ou inocência dos outros envolvidos e citados nos últimos dias.

Qualquer um deles.

Em se comprovando a verdade, e os participantes de qualquer golpe contra a população, assim como ocorreu com os bandidos do Mensalão, todos da cúpula do PT, cobraremos das autoridades a justa punição.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: