Advertisements

Amor não correspondido no Corinthians

O grupo ‘Corinthians Grande’, antes denominado ‘Corinthianos Obsessivos’, liderado por ex-diretores de Andre Sanches, entre os quais Raul Corrêa da Silva, Sergio Alvarenga, Felipe Ezabella e Fernando Alba, há algum tempo, tem publicado ‘notas oficiais’ interessantes.

Apesar de garantirem comportamento oposicionista em entrevistas, clamam, a cada texto, pela participação, imediata, na atual gestão.

A desculpa é sempre a mesma: ‘pelo bem do Corinthians’.

Não precisa ser nenhum gênio para perceber que, no atual momento administrativo do clube, ainda mais diante desse quadro de pandemia, não há solução fora da mudança total de gestores.

Ao sugerir nova aliança com Andres Sanches, ainda que com palavras indicando, apenas, ‘colaboração’, a turma de Raul, espertamente, procura inserir-se no vácuo de nomes relevantes do grupo ‘Renovação e Transparência’, do qual fizeram parte até serem chutados na gestão Roberto Andrade.

Se der errado, dirão que foram boicotados.

Em apresentando algum tipo de resultado que possa ser tratado como positivo pleitearão, se não o apoio de Sanches ao nome de Mario Gobbi – candidato dessa gente, diretorias importantes para que possam, novamente sob a ótica do ‘amor ao clube’, aderir aos situacionistas.

Trata-se, porém, de amor não correspondido, daqueles em que a garota (ou garoto) almejados sequer dão bola aos cortejadores.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Amor não correspondido no Corinthians”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: