Advertisements
Anúncios

O DOPS e a Democracia Corinthiana

A constatação da importância do movimento “Democracia Corinthiana”, nos anos 80, é inegável e já foi objeto de diversas análises, com publicações de livros, exibição de documentários, etc.

Mas, ao verificar os arquivos do DOPS, e notar que seus líderes principais foram todos investigados, notamos ainda mais o efeito de temor ocasionado entre os partícipes da Ditadura.

Semana passada, publicamos as fichas do Dr. Sócrates.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/05/11/o-que-h-de-comum-entre-scrates-citadini-e-belluzzo/

Confira, abaixo, os prontuários de Wladimir e Casagrande.

WLADIMIR

wladimir 1

wladimir 2

CASAGRANDE

Casagrande 1 casagrande 2

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

7 comentários sobre “O DOPS e a Democracia Corinthiana

  1. Mas esses os curicanos não dão muito valor.

    Curicanos idolatram o Ronaldo (Corintiano desde criança kkkkk, conta outra), Jorge Henrique (picanheiro), Emerson Sheik Marcio Passos (o trambiqueiro importador de carros), Marcelinho Carioca (malandro), Vampeta (travequeiro), etc!

  2. A tal “Democracia Curintiana” era uma mistura de delirius etílicus com esquerdismo de Butique.

  3. Lampião Disse:
    maio 14, 2013 às 10:21 am

    O Emerson Sheik começou a carreira jogando no São Paulo…

  4. Carlitus, escreveu pouco e disse muito. É fácil ser socialista na republiqueta. E é ótimo ter um olho quando milhões não tem sequer um.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: