Advertisements

O futebol chora a morte da Rua Javari

Os novos dirigentes do Clube Atlético Juventus, um dos mais tradicionais de São Paulo, de maneira lamentável, pretendem extinguir o estádio da Rua Javari, um dos patrimônios históricos do futebol brasileiro.

Visitado até hoje por torcedores e não torcedores do clube, pela magnífica arquitetura que lembra os estádios da Inglaterra, mantendo o clima de futebol do início do século, que inspirou faixas como “morte ao futebol moderno”, que frequentemente eram penduradas nas partidas do clube.

Em seu lugar, inventaram de construir uma “Arena Juventus”, com a desculpa absolutamente esfarrapada de que atual estádio impede o Juventus de disputar partidas internacionais.

Como se o trabalho dos atuais gestores no futebol indicasse qualquer possibilidade disso acontecer.

Falam também do aumento da capacidade para 20 mil pessoas, sendo que a média de frequência do torcedor juventino é de pouco mais de 5 mil pessoas, turbinada pelos amantes do futebol que frequentam a Rua Javari independentemente de que partida esteja sendo disputada no local.

Não precisa ser muito inteligente para perceber que muito mais do que o futebol, uma obra dessa magnitude proporciona a quem estiver direta ou indiretamente envolvido no projeto diversos “benefícios”.

O resto é pura retórica para enganar os mais desavisados.

Confira, no link abaixo, o projeto apresentado pela direção juventina, que deve ser votado na próxima reunião do Conselho Deliberativo, e que deve sepultar um capítulo dos mais nobres da história do futebol brasileiro.

http://www.juventus.com.br/wp-content/uploads/2013/01/Apresentacao-Arena-Juventus_R02.pdf

arena juventus

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: