Conselheiros do Corinthians aprontaram em metrô do Japão

andre negão japão

Enquanto os jogadores do Corinthians e grande parte de sua torcida davam show no Japão, seus dirigentes eram um vexame só.

Mesmo alertados pela embaixada japonesa de que alguns excessos não poderiam ser cometidos, não apenas pelas diferenças culturais entre os dois países, mas também porque distúrbio público é passível de severa punição na terra do Sol nascente, preferiram fingir que nada sabiam e lideraram as demonstrações de desobediência entre seus seguidores.

Dentre as peripécias, transformaram o calmo metrô japonês numa conturbada linha de Itaquera, tocando instrumentos, gritando, badernando e até hostilizando a população que nada tinha a ver com o Mundial de clubes.

Muita gente, sem o costume da pouca educação, acabou por sair dos vagões, e, certamente, guardaram aquela imagem de desrespeito como se exemplificassem toda a conduta do povo brasileiro.

No vídeo que você assistirá abaixo, enviado por um colaborador do blog, o ex-diretor administrativo do Corinthians, André Negão, junto com alguns comparsas, permanece encostado na porta de uma das unidades, tocando pandeiro, cantando, pouco se importando em estar ou não incomodando aos japoneses no local.

Neste dia, embora não captado pela filmagem, Andres Sanches, chegou a ofender alguns passageiros, com a costumeira “sutilidade” de suas palavras, e a coragem de quem anda sempre com seguranças ao lado.

Posturas que já não seriam adequadas a torcedores comuns, e que se tornam ainda mais graves levando-se em consideração que estas pessoas representavam, como conselheiros, a equipe que viria a se tornar campeã do mundo, dias depois (as imagens foram feitas antes da semifinal).

Tinham, evidentemente, que servir de exemplo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.