O PT comandará a cidade de São Paulo

Fernando Haddad (PT), acusado pelo Ministério Público de lesar os cofres da cidade em R$ 590 milhões, acaba de ser eleito Prefeito de São Paulo.

Além de sua inexperiência administrativa, carrega consigo “companheiros” de um partido que virou símbolo de corrupção no Brasil.

O povo acreditou no discurso de mudança, contrariado que estava com a gestão anterior, mas não se deu conta que, por vezes, mudar por mudar pode vir a ser ainda pior.

Este parece ser o caso, infelizmente.

Haddad será obrigado a favorecer caciques do PT, entre eles o ex-presidente Lula, chefe do maior esquema de corrupção da história desse País, que afiançaram sua campanha, além de abrir vagas em seu governo para aliados de Paulo Maluf, que, evidentemente, não vendeu seu apoio gratuitamente.

São Paulo rejeitou categoricamente a última experiência administrativa do PT na cidade, marcada pela incompetência administrativa de Marta Suplicy, gestão da qual Haddad fez parte, e por diversos favorecimentos a companheiros, além dos habituais desvios de conduta.

O povo, iludido pelo marketing bancado pela máquina do Planalto, e pela evidente despolitização da classe menos provida de oportunidades, caiu mais uma vez no conto do voto de protesto.

Se Haddad não surpreender a todos, companheiros inclusive, sua incursão como mandatário da cidade mais importante do Brasil pode vir a ser ainda mais desastrosa do que a tentativa petista anterior.

Tomara mude de postura e procure ser um Prefeito do povo que o elegeu, não daqueles que lhe apoiaram por pura conveniência.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.