Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

NADA MUDOU NA CONAF

Em meados do mês de setembro, por determinação do presidente José Maria Marim, aquele que embolsou a medalhinha, os componentes da CA-CBF trocaram de posições.

Neste embalo, Aristeu Tavares passou a ocupar o cargo de presidente, portanto, não é marinheiro de primeira viagem. Por este motivo; deve ser responsabilizado pela seleção dos árbitros que atuaram e tiveram desempenho fraquíssimo nas partidas da trigésima rodada da Série A do Brasileirão; destaco Nielson Nogueira Dias, árbitro da Federação Pernambucana.

Sou convicto, que Aristeu Tavares, não deveria ter selecionado Nielson Nogueira Dias para participar do “sorteio” da partida Fluminense x Ponte Preta, vez que conforme tabela e pontuação, o Sport/PE tinha interesse no resultado, e, seria o imediato adversário da Ponte.

EM TEMPO

Ressalto que Sport/PE x Ponte Preta confrontaram-se na Ilha do Retiro na Quinta Feira 18/10, com arbitragem normal de Wilton Pereira Sampaio (ASP – FIFA- GO) vitória do Sport 3×1.

30ª Rodada da Série A do Brasileirão 2012

Sábado 13/10

Portuguesa 1 x 1 Corinthians

Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)

Item Técnico

Primeiro Tempo

– no décimo terceiro minuto, após cobrança de falta corretamente sinalizada, ocorreu o gol da Portuguesa,

– de imediato, alguns corintianos reclamaram impedimento,

– corretamente, Rodrigo Braghetto confirmou o gol.

Tudo igual no placar

Aos dezessete minutos, gol legal da equipe corintiana: 1×1

Não Mereciam

a) por volta do vigésimo segundo minuto, Romarinho, atacante corintiano,

– cavou falta que resultou no cartão amarelo para o atleta Lima, da Portuguesa,

b) no vigésimo quarto minuto, Fábio Santos, defensor do Corinthians, cometeu falta normal, corretamente sinalizada,

– ato contíguo, torcedores da lusa, como também, o banco de reservas,

– pressionaram o árbitro; não deu outra,

– sentindo o aperto, num gesto de vou ou não vou,

– Braghetto, resolveu mostrar o amarelo ao corintiano.

Segundo Tempo

– por volta do décimo minuto, ocorreu ataque da lusa,

– pelo lado esquerdo de defesa corintiana, bola cruzada pra área,

– Zé Antonio atleta da lusa, pega a redonda e chuta pra meta corintiana,

– o goleiro Cássio, rebateu,

– a redonda sobrou pro atacante lusitano, Bruno Mineiro,

– que estava em posição legal, e, chutou a pelota pro fundo da rede do Corinthians;

– portanto, lances completamente legais,

Erro

– no momento que Bruno Mineiro chutou a esfera,

– Danilo Ricardo Simon Manis, assistente 02,

– que estava bem posicionado,

– levantou o braço acenando a bandeirinha,

– para indicar impedimento de Bruno Mineiro no momento que

– chutou a redonda pra meta corintiana,

– confiando e atendendo seu assistente,

– Braghetto, sinalizou impedimento na ocasião do chute,

– sua decisão, prejudicou a Portuguesa.

Item Disciplinar

Braghetto excedeu quando deu cartão amarelo pro atleta da Portuguesa logo após sinalizar falta inexistente em Romarinho; como também, quando pressionado, amarelou o corintiano que cometeu falta normal (não merecedora do cartão).

Tinha que expulsar

Braghetto tinha que expulsar, ou, mostrar o segundo cartão amarelo (que resultaria na expulsão) para Marcelo Cordeiro, vez que, mesmo com o amarelo, na continuação, o atleta da Portuguesa de Desportos praticou faltas merecedoras do cartão.

CONCLUSÃO

Rodrigo Braghetto inverteu e inventou algumas faltas, no todo, trabalho ruim.

ASSISTENTE 02

Fora o erro no inexistente impedimento do atacante Bruno Mineiro, constatei total omissão do assistente Danilo Ricardo Simon Manis, em dois lances faltosos favoráveis a lusa do Canindé, acontecidos na sua frente;

– o primeiro no atacante Bruno Mineiro,

– posteriormente, pouco antes do término da contenda,

– ocorreu um chega pra La,

– de um defensor da Portuguesa, no corintiano Guilherme,

– neste instante o assistente 02- Danilo Ricardo Simon Manis,

– imitou os vários Simons e Arnaldos da arbitragem brasileira,

– ou seja, se fez de migué; nada viu.

Flamengo 1 x 1 Cruzeiro

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

O gol flamenguista surgiu de claro favorecimento obtido pelo atacante Wagner Love que percebendo que perderia o controle da bola, ajeitou com a mão, retomou o controle, passando a redonda para seu consorte Liedson, mandar pro fundo da rede.

Neste fato, observei o árbitro bem colocado, lance dele, mesmo assim, validou.

Observação

Após Liedson marcar o gol, Wagner Love ciente que tirou proveito do fato, fez menção de olhar pro assistente, se ligou, rapidamente, foi comemorar.

Lance Cabeludo

– depois do cruzamento da bola pro interior da área da equipe cruzeirense,

– aconteceu lance dificílimo do flamenguista Liedson,

– posicionado pelo lado esquerdo do goleiro cruzeirense,

– aproveitou a sobra e, chutou a redonda pro fundo da rede,

– antes da comemoração, o árbitro Anderson Daronco,

– atendeu a sinalização do assistente 01- Bruno Boschilia,

– trilou seu apito e sinalizou impedimento de Liedson.

Concluo

Vendo e revendo pela TV, cheguei à conclusão que não ocorreu impedimento, mesmo assim, fico com a sinalização do assistente, vez que na primeira imagem, não detectei irregularidade.

Recuou

O recuo da bola efetuado pelo zagueiro Ceará do Cruzeiro,

– foi consciente,

– árbitro bem posicionado, interpretou que não; errou.

Finalizando

Anderson Daronco, árbitro do Rio Grade do Sul, cometeu muitos erros.

Domingo 14/10

Fluminense 2 x 1 Ponte Preta

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Primeira Etapa

Transcorreu dentro do aceitável, terminando com placar Fluminense 0 x 1 Ponte Preta, gol marcado por Luan no primeiro minuto

Segunda Etapa

A penalidade máxima sinalizada por volta do trigésimo quarto minuto que originou o primeiro gol do Fluminense, não existiu.

Explico

Pela TV, observei que um dos atletas do Fluminense com um dos pés,

– tocou a bola para cima, com intuito de driblar o defensor da equipe campineira,

– no trajeto, a bola bateu na altura da cintura e, na seqüência,

– bateu na mão do defensor da equipe campineira,

– bem colocado, o árbitro pernambucano, erradamente,

– sinalizou penalidade máxima,

– Fred bateu e empatou Fluminense 1 x 1 Ponte Preta

Inverteu e Prejudicou

No quadragésimo segundo minuto a equipe de Campinas foi novamente prejudicada pelo árbitro, desta feita um de seus defensores por pouco não teve a camisa rasgada por um dos oponentes,

– mesmo bem colocado, na maior cara dura,

– o árbitro Nielson Nogueira Dias, marcou a favor do Fluminense,

– cobrada por Wagner, na descida da redonda seu consorte Gum,

– cabeceou e marcou; Fluminense 2 x 1 Ponte Preta.

Conclusão

O trabalho desenvolvido pelo árbitro Nielson Nogueira Dias, do estado de Pernambuco, influenciou no resultado e prejudicou a equipe da Ponte Preta.

Náutico 1 x 0 Palmeiras

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA-RJ)

O palmeirense Thiago Heleno foi infantil, cometeu falta perigosa, com isto ganhou o cartão vermelho.

No todo, trabalho do árbitro e assistentes, foi admissível.

31ª Rodada

Quarta Feira 17/10

Cruzeiro 2 x 0 Corinthians

Árbitro: Jailson Macedo de Freitas (BA)

Os representantes das leis do futebol não foram exigidos, desempenharam suas funções com tranqüilidade.

Bahia 0 x 1 Palmeiras

Árbitro: Leandro Pedro Vuadem (FIFA-RS)

Apesar de ter invertido e inventado algumas infrações, Vuadem não influiu no resultado.

DECÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO DO ESPORTE

Baseando-me na lei que isenta os dirigentes da responsabilidade financeira, como também, pelos nojentos interesses envolvendo políticos no exercício de mandatos nos poderes executivos e legislativos, membros dos poderes judiciários, das promotorias, jornalistas, da segurança e, demais setores da vida publica e privada deste corrompido Brasil, brasileiro, convenço-me, que estamos distantes da almejada higienização na administração dos clubes, das confederações, das federações e, entidades paralelas.

Finalizo concordando que

Chega de Parasitas, de Corruptos e corruptores

Se liga São Paulo,

Acorda Brasil

SP-20/10/2012

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: