Episódio Zizao envergonha imprensa brasileira

É constrangedor o tratamento dado pela imprensa esportiva do Brasil na “repercussão” dos passos do chinês Zizao no Corinthians.

Jornalistas mentem sem o menor pudor, exageram no enfoque de “notinhas” em publicações inexpressivas no exterior, pinçam declarações politicamente corretas de parceiros do jogador, publicando-as com a conotação distorcida, na tentativa de transformar um “mico” do marketing alvinegro num sucesso que absolutamente inexiste.

Na busca pela audiência, tiram onda da situação, aproveitando-se da inocência do atleta, que, empolgado, dá as declarações necessárias para que o ardil dos que exercem a profissão sem o mínimo de seriedade seja alimentado.

Tratam-no com desrespeito disfarçado de admiração, num circo de dissimulação e mau caratismo, sabe-se lá se para garantir o emprego pelo “sucesso” das inverdades ou apenas agradar os que lhes provém de alguma maneira.

Manchetes chegam ao cúmulo de induzir o leitor de que há a menor possibilidade de Zizao ser inscrito no Mundial de Clubes.

Uma aberração jornalística.

Repórteres e editores que deixam algo assim ser publicado deveriam ser melhor avaliados por quem lhes paga, indignos que são de exercer uma profissão que tem obrigatoriamente que ser pautada na verdade.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.