Advertisements

Palmeiras: Cipullo renovou contrato de jogador vetado clinicamente para poder pagar comissão a “parceiros”

Entre as diversas “estripulias” de Gilberto Cipullo no departamento de futebol do Palmeiras, uma das mais interessantes foi a renovação de contrato do jogador Osmar.

Na ocasião o Departamento Médico do clube vetou a operação.

Mesmo assim, para garantir o comissionamento dos “parceiros”, Cipullo não pensou duas vezes e o contrato foi prorrogado.

Garantiu R$ 200 mil à DB Sports Ltda.

Fato este flagrado na auditoria realizada pela Torga Consultoria, que o leitor deste espaço confere abaixo.

OSMAR APARECIDO DE AZEVEDO

Contrato de Trabalho: 490321

Registro CBF: 137572

Documentos analisados

– Contrato de Trabalho – 02/08/2004 (02/08/2004 à 02/08/2008)

– Contrato de Trabalho – 01/06/2007 (01/06/2007 à 31/08/2007)

– Instrumento Particular de Renovação de Contrato de Trabalho de Atleta Profissional e outras avenças com vencimento em 31/12/2009.

– Instrumento Particular de Cessão Temporária de Contrato de Trabalho de Atleta Profissional de Futebol – 03/03/2008 – atuação Ipatinga

– Instrumento Particular de rescisão de Contrato de Trabalho – 01/08/2009.

DOCUMENTOS NÃO ESTÃO DE ACORDO COM O ESTATUTO DO PALMEIRAS

PAGAMENTO DE COMISSÃO

Instrumento particular de renovação de contrato de trabalho de atleta profissional e outras avenças e o instrumento particular de Cessão temporária de contrato de trabalho de atleta profissional de futebol foram assinados pelo senhor GILBERTO CIPULLO, pelos representantes das empresas envolvidas e testemunhas, com exceção do Instrumento particular de rescisão de contrato de trabalho, no qual identificamos apenas a assinatura de Osmar, DB SPORTS e uma testemunha.

Não identificamos a assinatura do Presidente e Diretor Financeiro do Palmeiras.

No que diz respeito a assinatura dos representantes legais das empresas que participaram dos processos de comissão dos atletas, não é possível garantir que as assinaturas nos contratos de comissão são dos representantes legais das referidas empresas.

Comissão de R$ 200 mil para a DB SPORTS LTDA.

NOSSO ENTENDIMENTO

Consta laudo do departamento médico do Palmeiras com detalhes sobre as LESÕES GRAVES, de tratamento cirúrgico pelo qual o atleta Osmar passou durante o período em que esteve atuando pelo clube.

No primeiro jogo do campeonato de 2007 sofreu lesão ligamentar no joelho direito e ficou em reabilitação de 20 de maio até 25 de novembro de 2007.

Sofreu lesão do menisco lateral do joelho direito em maio de 2008, quando estava no Ipatinga.

Foi operado novamente e ficou em reabilitação de 20 de maio até 30 de junho de 2008.

Em 01 de agosto de 2009 houve rescisão de contrato de trabalho.

Não foi possível analisar os comprovantes de pagamentos realizados.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: