Corinthians joga bem e vence Atlético/MG no Pacaembu

Depois de um primeiro tempo apagado, o Corinthians voltou com tudo do intervalo e venceu o líder Atlético/MG por um a zero, num Pacaembu abarrotado de torcedores.

Incríveis 36 mil presentes.

O Brasil inteiro, na luta pelo título, agradeceu.

Tivemos uma primeira etapa amarrada, com os setores defensivos de ambas as equipes, fortes, levando vantagem sobre os ataques.

O Galo ficava mais tempo com a bola nos pés, mas pouco criava.

Na verdade teve apenas dois lances dignos de nota.

Um aos 10 minutos, quando Ronaldinho Gaucho deu dois dribles desconcertantes em Douglas, arrancou pela direita e cruzou para Bernard ajeitar para Jô concluir sem força, e outro aos 42 minutos, quando novamente Bernard, recebendo cruzamento da direita tocou para trás e Jô, dividindo com Cassio, não aproveitou.

Já o Corinthians nada criou nos 45 minutos iniciais.

O segundo tempo começou bem diferente, com Romarinho se movimentando mais e o Timão tomando conta da partida.

Aos 11 minutos, Cassio deu um chutão para o ataque, a bola caiu nos pés de Sheik que tocou para Romarinho bater por cima.

Cinco minutos depois Danilo deu grande lançamento para Sheik, que cortou para dentro e bateu para fora.

Ronaldinho Gaucho, que teve lampejos no início do jogo, inexistia na etapa final.

Aos 17 minutos, Douglas bateu escanteio com perfeição na cabeça de Paulo André, que teve apenas o trabalho de desviar e abrir o marcador.

Sheik, aos 20 minutos, foi derrubado escandalosamente dentro da área por Rever, após aproveitar-se de bobeada de Leonardo Silva, num pênalti que a arbitragem teve medo de assinalar.

Árbitro que errou novamente ao expulsar o mesmo Shiek, aos 31 minutos, que dominou a bola meio com o braço, meio com o ombro, num lance de absoluto exagero interpretativo.

Porém acertou aos 44 minutos, anulando gol de Guilherme, que recebeu passe de Leonardo Silva, após este cometer falta na zaga alvinegra.

Um minuto depois, por reclamação, Junior Cesar foi expulso pelo Galo.

Houve tempo ainda para Ronaldinho Gaucho deixar Guilherme na cara do gol, aos 49 minutos, mas Cassio saiu bem e fechou o ângulo, realizando boa defesa.

Vitória corinthiana, que nada muda na vida do clube no campeonato, mas que dá esperanças aos rivais diretos do Galo na luta pelo Brasileirão 2012.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.