Lapolla responde a conselheiros do São Paulo

Edson Lapolla, líder oposicionista do São Paulo, procurou-nos para esclarecer algumas questões que estão sendo levantadas em mídias sociais a respeito de sua ligação com o vereador Aurelio Miguel.

Disse nada ter a ver com os moradores do Morumbi que estão em litígio politico com o São Paulo, nem com outras acusações, amplamente divulgadas pela imprensa, contra o ex-judoca.

São questões, segundo o conselheiro são-paulino, em que nunca foi sequer citado, e que devem ser resolvidas em defesa a ser realizada pelo próprio Aurelio.

“Abro todos os  sigilos, fiscais, bancários e etc. Mas desafio os conselheiros que te procuraram a fazê-lo também, junto com o Juvenal Juvêncio.”, disse Lapolla.

Finalizou ainda explicando que sua luta é contra a construção do monotrilho e que isso nada tem a ver com a politica do clube ou outros interesses.

Enviou-nos uma analise técnica sobre a ineficácia da obra, que pode ser lida, na íntegra, clicando no link abaixo.

Realidade dos monotrilhos

A mesma que encaminhou, por email, aos vereadores partícipes da Audiência Pública, realizada no início do mês, para tratar exatamente do assunto mencionado acima.

“Como você pode ler, temos uma posição TÉCNICA sobre o assunto Monotrilho. É um modal de transporte FALIDO NO MUNDO. Qualquer dúvida , estou à sua disposição”, finalizou.

ATUALIZAÇÃO: Lapolla entrou novamente em contato conosco e enviou o email que republicamos abaixo:

Caro Paulinho

O Grupo de Conselheiros, que espero um dia sai do anonimato, fica à disposição para qualquer investigação. Podemos começar desta forma:

– amanhã apresento minhas Declarações de Imposto de Renda desde 2002, junto com as deles (incluindo a do Presidente Juvenal);

– podemos também investigar se existe algum Vice-presidente, Diretor, Conselheiro ou parente próximo que tenha negócios que envolvam remuneração direta ou indireta do Clube.

Penso que já é um bom início para a tal investigação.

Edson F.Lapolla

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.