Advertisements

Discurso impecável: Senador Álvaro Dias (PSDB) detona aumento de salários na CBF

Recentemente o Senador Álvaro Dias (PSDB-PR), recebeu em seu gabinete a figura do presidente da CBF, José Maria Marin.

Muita gente se preocupou acreditando que a aproximação poderia diminuir o ímpeto investigativo do sempre combativo político paranaense.

Porém, em recente discurso no Senado, posterior ao encontro, Alvaro Dias demonstrou a isenção esperada por toda a população.

Destacamos alguns trechos, logo abaixo.

“Quero, Sr. Presidente, ainda me reportar, já que falei em injustiças, a uma grande injustiça: o Presidente da CBF dá aumento de salário a si próprio e a  aliados. Refiro-me a uma pessoa até que prezo: o atual Presidente da CBF, José Maria Marin, que esteve há poucos dias em meu gabinete, que é meu amigo, mas que, em menos de dois meses no cargo, o seu próprio salário e dos principais integrantes da cúpula da entidade, esses salários foram reajustados. Pasmem: o Presidente da CBF recebe, por mês, R$160mil de salário! Cento e sessenta mil reais de salário desde abril. Ricardo Teixeira ganhava R$98mil.”

“(em resposta a Paulo Paim, PT-RS, que afirmou, erroneamente, que o valor não era mensal) Mensais. Está aqui na Folha de S.Paulo. Eu até prefiro que o jornal tenha se equivocado. Espero que a CBF esclareça e diga que o jornal errou, porque jornalista também erra, como todos nós. Quem sabe houve um equívoco! Está aqui e, diante deste fato, é impossível calar. Está aqui. O Presidente da CBF recebe R$160mil desde abril e o seu antecessor, o inominável Ricardo Teixeira, ganhava R$ 98mil.”

“Essas informações estão na reportagem assinada por Sérgio Rangel, da Folha de S.Paulo. O texto foi publicado no sábado e também informa que, pelo cargo de assessor especial da Presidência, o Marco Polo Del Nero, meu amigo Presidente da Federação Paulista de Futebol, ganha um salário de R$ 130 mil por mês.”

“Agora veja,Senador Paim: o Governo não tem dinheiro para pagar a aposentadoria daqueles que são vítimas de um assalto ao instituto denominado Aerus e até hoje não recebem os seus direitos. O Governo diz que não há recurso para pagar uma aposentadoria miserável. No entanto, a CBF, que é uma entidade paraestatal – sim, é uma entidade paraestatal –, deveria ter as suas contas aprovadas ou rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União.”

“A Seleção Brasileira de Futebol é parte do patrimônio cultural do povo brasileiro, e ela é a origem dos recursos atribuídos à CBF. Portanto, de forma direta ou indireta, a CBF manipula recursos públicos. E há que se prestarem contas sim. Isto aqui é um absurdo. Isto aqui é uma indignidade, é uma afronta à pobreza existente no Brasil.”

“Ora, a CBF não está acima do bem e do mal, muito pelo contrário, ela tem vivido, nos últimos anos, na seara do mal. Não há como não contestar as ações administrativas desta entidade, ações tão denunciadas nos últimos tempos. Mas esta do salário não é apenas surpreendente. Isto é estarrecedor e revela uma postura de indignidade que tem que ser repelida, que tem que ser combatida. Não há como aceitar isso.”

“Repito: tomara que o jornalista esteja equivocado. Tomara que o Sérgio Rangel, que assinou esta matéria no jornal Folha de S.Paulo, esteja equivocado, que isso não seja verdade, que houve um enorme equívoco, que há um zero a mais neste salário. Porque, se retirássemos um zero, seria um bom salário para o Presidente da CBF, R$16 mil. Mas R$160 mil é demais. Isso é uma ignomínia que tem que ser repelida.”

“E nós aguardamos as explicações da CBF não para o Senado Federal, mas para o povo brasileiro.
Muito obrigado, Senhor Presidente.”

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: