Santos joga mal e se complica na Libertadores

Numa partida para ser esquecida, em que Neymar e Ganso inexistiram, o Santos jogou muito mal e perdeu, com justiça, para o desfalcado Velez, na Argentina, por um a zero.

A primeira etapa do Peixe, então, foi terrível.

Todo atrás, como se fora uma equipe pequena, limitou-se apenas a marcar os argentinos, que, deficientes tecnicamente, quase nada criaram também.

Porém, aos 35 minutos, após cruzamento de Papa pela esquerda, Rafael titubeou na saída de gol e Óbolo abriu o marcador, antecipando-se de cabeça a Durval.

Na segunda etapa o Peixe até iniciou um pouco melhor, mas o Velez, com uma marcação implacável, travava todas as jogadas de ataque da equipe.

O melhor lance do Santos no jogo foi uma cobrança de escanteio pela esquerda, aos 4 minutos, em que Elano quase fez gol olímpico.

Mesmo com os brasileiros um pouco mais à frente, foram os argentinos que em duas oportunidades quase marcaram no contra ataque, ambas bem defendidas por Rafael.

Resta agora ao Peixe vencer por dois gols de diferença na Vila, numa partida que, sem dúvida, não será nada fácil.

No Bombonera, o Fluminense suou sangue para segurar uma derrota por um a zero frente ao temido Boca Juniors.

Jogou boa parte do jogo com um a menos, embora tenha tido mais chances de gol, mesmo assim, do que o Santos contra o Velez.

Terá também uma batalha dificílima na partida de volta, em condições semelhantes às que enfrentará o Peixe em São Paulo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.