Questão de justiça: Tite não é Mano Menezes, nem V(W)anderlei(y) Luxemburgo

Tempos atrás este espaço publicou informação de que os agentes do jogador Jorge Henrique, então na reserva do Corinthians, falavam para quem quisesse escutar que o treinador Tite estaria cobrando “comissão” para aceitar manter o jogador no elenco (era período de renovação de contrato).

E realmente disseram.

O tempo passou e nunca mais se escutou falar, no Corinthians, de qualquer assunto que pudesse sugerir situação semelhante envolvendo o treinador.

Razão pela qual chegamos à conclusão de que os empresários do atleta, na verdade, mentiam para forçar o acerto com o clube ou talvez liberá-lo para negociação com outro.

Muito provavelmente, sem o conhecimento do jogador, que também nunca foi visto reclamando de nada publicamente.

Os fatos acima relatados nos levam a publicar este esclarecimento, não apenas para restabelecer a  justiça, expondo os fatos como realmente aconteceram, como também fazendo uma constatação que nos deixa realmente esperançosos.

Há treinadores ainda, no submundo do futebol, que trabalham seriamente, e conseguem resultados a duras penas, sem bajular a imprensa, muito menos se valer da posição hierárquica para obter vantagens.

Tite, sem dúvida alguma, não tem os mesmos hábitos de V(W)anderlei(y) Luxemburgo e Mano Meneses.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.