Advertisements

Estatuto do Torcedor: forte como nunca

A aprovação, pelo STF, da constitucionalidade do Estatuto do Torcedor, após brilhante trabalho do Ministro Cezar Peluso, tem que ser muito comemorada.

Não apenas pela coragem que teve em enfrentar fortes pressões daqueles que infelicitam o mundo do esporte, mas pela isenção e competência de sua articulação.

Na prática, chega ao fim o escudo protetor utilizado pela bandidagem, em federações e confederações, de que seus atos, sejam eles quais fossem, estariam protegidos por uma autonomia, muitas vezes, beirando a códigos mafiosos.

Daqui por diante, com uma ingerência maior da sociedade, garantida pelo Estatuto do Torcedor, os dirigentes terão que pensar muitas vezes antes de cometer atos que contrariam as leis vigentes deste país.

Facebook Comments
Advertisements

13 comentários sobre “Estatuto do Torcedor: forte como nunca

  1. H@milton

    Excelente observação!
    Mas é mais importante o estatuto do torcedor!
    Pra que acelerar as reformas do código civil, acelerar os julgamentos?
    Futebol sim é importante!

  2. O Corinthiano (O Original)

    Estatuto do torcedor

    http://www.cbc.esp.br/stjd/Legislacao/lei_10671_2003.pdf

    Não sei … mas se é para comemorar algo que está mais que na cara que deveria ser um direito nosso … então estamos ferrados …

    Porque não se fala nada de:

    – É “crime” vender ingressos acima do valor estipulado e veiculado antecipadamente (vendas por cambistas)

    – Criar um raio (kms) limite para determinar outro estádio em caso de transferência de jogos de última hora (ex.: o torcedor que compra ingressos antecipadamente é prejudicado se o jogo for transferido para o interior)

    – O Estatuto deveria proteger o torcedor, tirando privilégios dados às torcidas organizadas (valor dos ingressos iguais)

    – Determinar um percentual para divisão de áreas para os torcedores nos estádios … Está cada vez menor o número de espaço para preços populares … e aumento de áreas numeradas e VIPS …

    – As secretarias municipais de esportes deveriam participar nas vendas de ingressos, criando espaços para vendas a preços populares.

    – O Estatuto deveria impôr limites para aumentos abusivos no valor dos ingressos. Não é possível um torcedor assistir quase todos os jogos e chegando nas finais não ter condições de pagar o valor do ingresso.

    – Garantir a devolução do valor do ingresso quando for comprovado que houve manipulação de resultado da partida.

    E sei lá … mais dezenas de situações que vivemos no dia-a-dia …

    Sinceramente … na minha opinião … esse estatuto aprovado é uma balela …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: