Advertisements

O amargo sabor da inveja

O surgimento do Mídia sem Média tem incomodado alguns setores da imprensa.

É notório o desconforto deles com nosso trabalho.

Temos absoluta liberdade de atuação e trabalhamos focados apenas em fazer JORNALISMO, sem a preocupação de agradar ou desagradar alguém.

Não deve ser fácil perguntar com medo em entrevistas coletivas ou ter que escrever textos politicamente corretos para não perder o emprego.

Noto que os poucos que admiram nossa postura são aqueles que realmente amam a maneira correta de trabalhar na profissão, mesmo que alguns deles não possam fazê-lo, sufocados pelo sistema.

Enquanto isso, os “dinheiristas”, os corruptos e os incompetentes remoem-se em um incontrolável sentimento de inveja e angustia por saberem que não são capazes de realizar algo ao menos semelhante.

A identificação do público com nossa equipe chegam a causar desconforto em obscuros repórteres, depressivos com o rumo de suas carreiras.

Enquanto muitos deles reclamam por estar trabalhando, nossa equipe sorri e é sempre a última a deixar o local de trabalho.

Não deve realmente ser fácil para essa gente nos aturar.

Facebook Comments
Advertisements

43 comentários sobre “O amargo sabor da inveja

  1. elias

    é isso ai paulinho, continue nessa batalha para épica para dilacerar as hordas corruptas da imprensa brasileira

  2. WILSON

    PARABÉNS PAULINHO….
    ALGUEM TEM QUE TER AQUILO ROXO PARA FALAR ABERTAMENTE E DE CARA LIMPA.
    O FUTEBOL BRASILEIRO É PODRE……A CORRUPÇAO IMPERA…….
    COMO GERA MUITO DINHEIRO, AS HIENAS NÃO LARGAM A CARNIÇA.
    PARABÉNS…. AINDA TEM MUITA GENTE DECENTE NESSE PAÍS.

  3. CERQUEIRA BORGES-UM CAMA-DE-VARAS

    CERQUEIRA MAIS UMA VEZ AVISA: NÃO HÁ UMA PESSOA PASSANDO-SE POR CERQUEIRA. O CANALHA SOU EU, E UTILIZO DE MINHA GRAÇA PARA DIZER COISAS COM AS QUAIS ANDRADE NETO COMPACTUARIA.
    SEJAM INTELIGENTES ACEITEM O QUE DIGO.
    E CERQUEIRA APROVEITA PARA AGRADECER O APOIO DE MEIRE CRISTINA. A PLÊIADE É UMA INSTITUIÇÃO DIFERENCIADA POR ISSO.
    C.B CONCLUI ASSIM SEU ARRAZOADO

  4. Bandeirante

    Paulinho que emprego na ESPN ou na Globo. São os maiores desejos de formandos em jornalismo.

  5. Terencio Trindade

    Parabéns, mas olha a soberba e arogância. Julgar os outros sob apenas uma dimensão é sempre complicado. Os eleogios são melhores quando vem de outros.

    Paulinho: Caro Terencio, apenas relatei a verdade. Quem convive comigo conhece minha conduta

  6. Fabiano Pinto

    Que o pessoal tem inveja e medo da pra perceber!!! Se a moda de jornalismo honesto pegar tem muita gente que vai perder outras fontes de rendimentos.

  7. Marcos A.Silva

    Olha a concordância “A identificação ………..chega a causar desconforto ……. carreiras.

    Parabéns pela sua independência, espero que a cortina rasgada dos dirigentes do Corinthians caia de vez.

  8. Edilson

    “… o próximo a detonar o clube que preside vai ser o Luis Alvaro…” parece um papagaio… otário! Fala porque você acredita nisso ou fica parecendo que você só está secando, imbecil…

  9. PauloRS

    Paulinho, entendo a linha de conduta adotada pelo Mídia sem Média, mas tudo existe um custo, obrigações fiscais e trabalhistas e não vejo no site nenhum patrocionio, nenhuma propaganda, como se mantem as contas e obrigações do site, quem é o mecenas por trás de toda esta luta pela retidão no jornalismo.
    Grato.

  10. Andre Luis

    Fala o nome de quem tem inveja. E diga o nome do pessoal do MSM.

    Paulinho: Entre no “Expediente” do site. O nomes estão lá.

  11. Fabio Cesar Ferreira - Osaco

    Paulinho, você é o cara. Adoro seu blog. O que você acha do blog do Cosme Rimoli ? Abraço

    Paulinho: Agradeço pelo carinho. O blog dele é um lixo.

  12. Severiano Castro - Um homem de bem

    Tratante!! Esse tom desrespeitoso não será tolerado! O jornalista Paulo Cézar está apenas desabafando com seus fiéis leitores. De fato, Paulo Cézar está com a razão. O corrupto, ao ver o honesto, sente-se afrontado, eis que torna-se impossível negar que uma vida de retidão é possível.

    Veja o exemplo do episódio que se passa neste espaço: A plêiade do bem, da qual sou orgulhoso integrante, tem como propósitos semear a sapiência, defender a verdade e a justiça e combater os ignorantes. Propósitos nobres, portanto. Uma corja de ímpios, capitaneados por Jezabel, a mãe das meretrizes, insurgiu-se contra a plêiade. Ora, qual seria a razão disso? A luz da verdade e da justiça incomoda os seres das trevas, que tentam a todo custo apagá-la. É o mesmo que os impuros do meio jornalístico tentam fazer com Paulo Cézar e seus companheiros da Mídia Sem Média. A verdade incomoda.

    Subscreve Severiano Castro, um homem de bem

  13. Armando P. Silva Jr.

    Porque ninguém comenta o que está acontecendo com as emissoras de rádio.
    Na maioria dos jogos, só os reporteres vão aos estádios, os naradores e os comentaristas ficam no estúdio.
    Em relação aos comentaristas, mesmo os jogos sendo em São Paulo, a maioria comenta do estúdio , vendo pela TV. Só um exemplo, o Flavio Prado, da JP.
    Que credibilidadde pode ter esse cara, quando diz que não vai mesmo aos estádios.
    A maioria destes comentaristas não vão a um estádio a muitos anos, como podemos levar a sério essa gente.

  14. oliver

    ter liberdade no que faz é a melhor coisa que pode existir , agora do jeito que vc fala o dinheiro nao tem importancia , e sem ele nao conseguimos viver …. vc trabalha de graça no msm ???

    Paulinho: Claro que não. Mas ele é apenas consequencia do meu trabalho, não objetivo dele.

  15. Carlitus

    Se fosse na Venezuela, Hugo chaves – a mula bolivariana – já teria ordenado o fechamento do Mídia sem Média.

  16. Afânio

    ”Enquanto isso, os “dinheiristas”, os corruptos e os incompetentes remoem-se em um incontrolável sentimento de inveja e angustia por saberem que não são capazes de realizar algo ao menos semelhante.”

    Paulinho, não se iluda! Esses “dinheiristas” não estão preocupados com o trabalho bem feito que não são capazes de realizar, mas sim, o quanto o Mídia sem Média e o seu blog estão tirando a tranquilidade e o sono deles, através de todas as denúncias já feitas, na hora dos negócios, tramóias e maracutaias .

  17. sergio lima

    Paulinho, vamos tentar esclarecer algumas coisas. Nao ha duvidas de que voces falam o que os jornalistas de corporacao nao falam por nao poderem. O emprego deles nao e’ deles, e sim das empresas, por isso eu acho que suas armas deveriam tambem estar apontadas as corporacoes e nao apenas aos jornalistas. Outra coisa, e’ bem sabido que no Brasil as radios nao pagam para transmitir as partidas e faturam em cima dos clubes um monte de dinheiro. Em nenhum lugar do mundo e’ assim e vc nunca tratou deste assunto. E finalmente, por mais importante que o trabalho do MSM seja, nao vai durar se nao ouver retorno financeiro. Nunca podera, por exemplo, ser chamado de profissional se todos estiverem trabalhando apenas como um bico, sem ganharem nada. E nao ha como negar, sem ganhar nada nao pode continuar, Paulinho. Mas acho sua resposta acima, que seu trabalho nao objetiva o dinheiro um erro gigantesco. Nao existe meio termo, Paulinho. Ou voce e’ profissional e ganha pelo que faz ou nao. Nao existe isso de ser jornalista por amor a camisa, desculpe, isso nao existe e se vc pensa que viver uma vida inteira sem ganhar nada, prejudicando o futuro de sua familia, so para ter uma voz, vale a pena, eu lamento profundamente. Aqui nos Estados Unidos, existem muitos sites como o de voces e eles tem um departamento so para ir atras de doacoes de empresas que estejam interessadas em estar relacionadas aquela maneira de fazer noticia, mas estes sites, apesar de buscarem a verdade, tem um cuidado com o uso de alguns termos que voce nao tem e que ao meu ver, deveria ter. Acho que dizer que o blog do cara X e’ um lixo e’ um tiro muito barato e TE desvaloriza. Voce tem capacidade para fazer uma critica em alto nivel sempre mas as vezes escolha a mais barata. Abracos.

    Paulinho: Voce nao entendeu. Não disse que não ganho nada apenas que o dinheiro não é meu foco principal

  18. Marcelo

    Hoje em dia pode se dizer que eu só trabalho aonde estou pelo dinheiro mesmo. Só não acho que isso me torna menos honesto e competente do que antes.

  19. sergio lima

    Dinheiro e’ importante, Paulinho. E uma coisa nao tem nada a ver com a outra. Sua integridade e coragem devem sempre correr paralelas com o seu sucesso financeiro. Sei que no Brasil e’ dificil de se viver esta realidade, mas depois de um tempo e de voce ter tomado porrada atras de porrada, se nao tiver ganhando e bem nao ha cristo que suporte. Todos se questionam durante sua vida profissional se estao fazendo o que devem ou nao e um dia voce tambem o fara, se ja nao fez ou talvez sua esposa, seus filhos e isso faz a cabeca do cara pesar. Por isso muitos caras do bem simplesmente desistem, porque a maquina entorpecida e repleta de sujeira e’ praticamente impossivel de se mudar. Eu vejo muito o caso do Juca, que certamente ainda nao parou porque lhe compensa financeiramente, mas quantas vezes ele ja nao pensou em mandar tudo a merda, com certeza muitas. Ainda bem que voce ganha dinheiro, so nao deixe este lado como secundario, voce trabalha e merece ser pago, desenvolva campanhas para atrair patrocinadores diferenciados para o MSM, empresas que queiram estar do lado da verdade, da limpeza e formate um plano de negocios para vender a seus patrocinadores. Porque quando voce menos esperar, um destes caras incomodados vao processar a empresa e podem ser mais de um e a MSM nao pode ficar a toda hora dependendo de ajuda gratuita. Seja independente e venda essa ideia de independencia para pequenas e medias empresas que vivem a lutar contra grandes conglomerados, eles vao entender bem sua mensagem. Boa sorte.

  20. Hector Souza

    Com certeza os invejosos são uma praga, mal sabem eles que seguindo o caminho do bem, com honestidade, podem almejar algo melhor. Sempre com o fruto do trabalho honesto podemos conseguir o que desejamos, pena que isso desperte nos demais esse sentimento ruim.

    Paulinho, como disse o Terencio acima: não caia na arrogância e na soberba, todos sabemos que o caminho do bem é cheio de espinhos, mas quem o trilha não tem o direito de julgar os demais. Sei que devem te pressionar diariamente, mas mesmo assim não dê crédito a quem não merece, o seu trabalho fala por si.

    Um abraço e continue firme.

  21. Meire Cristina

    Severino, pobre Severino…

    Fala a verdade, vai…

    Vc lê a revista Humanus?

    Vc é mongol?

    Vcs não semeiam a verdade em nada, vcs são uns lunáticos ridículos que gostam de escrever de forma rebuscada para parecerem superiores mas são apenas uns malucos.

    Até as meretrizes tem mais valor do que vcs, da plêiade do bem.

    Viva as meretrizes!!!

    Chupa, plêiade do bem!!!

  22. Francisco Terra

    Meire Cristina Disse:
    fevereiro 19, 2010 às 3:22 pm

    Vcs não semeiam a verdade em nada, vcs são uns lunáticos ridículos que gostam de escrever de forma rebuscada para parecerem superiores mas são apenas uns malucos.

    PARECER SUPERIORES ? MAS NÓS SOMOS, DE FATO, SUPERIORES.

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

  23. Vitor Mário

    Pulhas! A plêiade do bem realmente é superior ao restante dos mortais (se é que os membros são realmente mortais)!
    São superiores na imbecilidade e na arrogância, pra citar somente duas de suas superiores qualidades.

    Vitor Mário – carcando a plêiade do bem, atrás, na frente, embaixo, em cima e do lado do armário.
    DAME REGUS – SENTIRAS PAURAS

  24. J. Prado

    Francisco Terra Disse:
    fevereiro 19, 2010 às 4:58 pm

    […]
    PARECER SUPERIORES ? MAS NÓS SOMOS, DE FATO, SUPERIORES.

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

    Era isso que o Nazifascismo bradava tambem. E você viu no que deu…

  25. Ana Paula Ribeiro

    Boa noite Paulinho!

    Claro que estou aqui…rsrs
    Pois bem… Não sou jornalista e sim dona de um jornal, logo contratamos jornalistas. Deixo claro que minha opinião é pessoal, dedicada a um amigo bacana, que respeito demais.
    Pra mim você está certíssimo, o caminho pra ganhar dinheiro (o que não é seu foco principal, como disse) é ser verdadeiro nas suas matérias e/ou denúncias.
    Vejamos porquê:
    Quando você alcança um grande público de leitores (consumidores) que é alvo de empresas, possíveis clientes na compra de seus produtos… A venda de mídia se faz simples e fácil de ser conquistada, a empresa que quer alcançar novos clientes não se preocupa com o seu método de trabalho, mas sim o quanto de retorno financeiro você vai proporcionar a ela.
    Convenhamos, o “João” é uma pessoa que omite informação, tem o “rabo preso” e uma média de 1.000 acessos diários em seu site ou blog de notícias, mas o Paulinho que é verdadeiro e polêmico e alcança 3.000 acessos neste mesmo período… Fala sério! Nenhuma empresa joga dinheiro no lixo, obviamente não anunciariam com o João e sim com o Paulinho. Matemática simples, raciocínio de quem quer ganhar grana.

    Como diz Clarice Lispectro: Ha! Se todos fossem bobos…
    E como li no orkut de uma amiga: “”Não há amizades, parentesco,
    qualidades nem grandezas que possam enfrentar o rigor da inveja.””

    É só não oferecer pra linha esportiva que está tudo certo… rsrs
    Depois, a inveja derruba o invejo e não o invejado.

    Agradeço todos os dias a inveja, olho gordo, sei lá o que mais… Sinal que se está na frente.

    Forte abraço colega!

  26. Ana Paula Ribeiro

    Oi meu bem!

    Como acessou meu blog, pode perceber que não tenho nenhum grau da sua tentativa de irritabilidade e apenas 24 anos. Sou gaúcha bem! Quando você faz um ótimo trabalho, não precisa de apoio moral. Meu jornal trabalha honestamente, o que não me é estranho a forma de trabalho do Paulinho ou do MSM. Por falar nisso, abocanhamos o mercado local e estamos a frente de um jornal com uma experiência respeitável, 35 anos.

    É mais fácil aceitar Nepotismo do que fracasso próprio, né?

    Quem está certo? Os que se vendem ou os que conquistam respeito?

    Não precisa responder não.
    Deixe que o teu mega sucesso responda, pense sozinho.

    Estou sempre por aqui, com uma opinião formada. Saiba que o segredo do sucesso não se revela, se utiliza.

    Obrigada por ler meu comentário, sabia que não seria em vão.

  27. Juninho

    Paulinho, admiro o seu trabalho como repórter e acho que vai mal a imprensa esportiva paulistana, incapaz de não se submeter às grosserias do péssimo Muricy. É brincadeira o que este infeliz faz com os jornalistas e não me aparece um capaz de peitar o treinador, que além de retranqueiro não tem um pingo de educação e não leva o menor jeito para lidar com a imprensa. Gostaria de ver o pessoal de sua equipe enquadrando este infeliz. Um abraço

  28. Marcos ** Fora Andrés e Cambada !!! **

    adorei seu blog, fale mal do sp, eles são a razão do meu viver, hehehe

  29. Marcos ** Fora Andrés e Cambada !!! **

    entro em blogs do sp, tenho vergonha, pessoas não fala do curica lá.

  30. Terencio Trindade

    Paulinho, você pode retrata as coisas de uma maneira menos agressiva. A verdade pode ser dita com mais tranquilidade. E o reconhecimento que vem com o tempo é mais robusto. Não tenho dúvidas que vc é uma pessoa honesta, bem intencionada e não comprometida com outros interesses. Mas este seu estilo agressivo e de achar que tudo conspira contra o que acredita, em geral, não consegue atrair pessoas boas. Basta ver quem anda freqüentando o seu Blog. Será que são estes o tipo de leitores que vc quer ter. Pessoas que passam mais tempo agredindo outros amigos? Não é melhor pessoas que estejam dispostas a discutir os temas colocados por você? Estes são meus 2 cents.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: