Advertisements

Brasil Olímpico

Por PEDRO SERRA

De quimono em um calor de 38 graus, o carateca Sérgio Eric distribuia chutes e socos no ar, na última sexta-feira, em frente ao Jornal Extra para fazer um pedido especial.

“Preciso de um presente de Natal. Tenho uma competição de caratê e não tenho patrocínio para viajar! Só um milagre!”, lia-se em uma cartaz de quase dois metros de altura que o atleta pendurou em uma árvore.

O campeonato em questão é o Open de Paris, que será disputado nos dias 16 e 17 de janeiro na capital da França.

— Queria abrir a mente dos governantes para apoiar o esporte. Seremos a capital olímpica e essa é a hora de mostrar a cara do Brasil para o mundo, nosso potencial no esporte — disse Sérgio, que, em 17 anos de caratê, conquistou, entre outros títulos, três Campeonatos Brasileiros e cinco Estaduais, mas nunca teve um patrocínio formal.

Sérgio ainda tem esperança, e apela para o espírito olímpico dos empresários.

— Temos a Olimpíada em 2016 e os Jogos Militares em 2011. Não adianta investir um ano antes, tem que começar agora — argumenta o atleta.

Seguro de sua habilidade no tatame, Sérgio não demonstra a mesma confiança ao falar do futuro.

— Treino bastante e tenho condições reais de vencer, mas é mais fácil ganhar o título do que conseguir um patrocínio — lamenta o carateca.

Facebook Comments
Advertisements

4 comentários sobre “Brasil Olímpico

  1. Tassio

    Paulinho, depois de quase um ano lendo seu blog, tive tempo e coragem para assistir aquele documentário da ESPN “Brasil Olímpico Uma candidatura passada a limpo” realmente é lamentavel oque fizeram no PAN 2007, atrasaram as obras, deixaram para ultimo hora, utilizaram dinheiro publico, muito dinheiro publico que poderia ser utilizado no investimento de atletas, vergonha os atletas terem que tirar dinheiro do Proprio Bolso em 2008 para ir para beijim, como a maioria não tinha patrocinio, eles tiveram que tirar dinheiro do proprio bolso….e tem que gente mais alienada que cobra medalha do brasil ainda….. todo aquele investimento com dinheiro publico no PAN 2007 simplesmente foi jogado NO LIXO !!!

    As arenas contruidas em cima da hora e mau feitas deveriam, depois do PAN, ser acabadas e bem feitas, para que depois os atletas (pelo menos do RJ) podessem ter um espaço para treinar, para que os que não tem condições de pagar um Clube, pudessem ter um lugar para nadar, correr, fazer exercicio, ….enfim….ERA PARA SER A NOSSA AQUELAS ARENAS…

    Mas não, estão simplesmente ABANDONADAS onde quem pagou (nós) não pode entrar e tem que ver milhões jogado no lixo!

    abraços

  2. Fernando

    Esse é o nosso (b)rasil!! Até o Casseta e Planeta tirou um sarro desta história das olimpiadas, premiando o presidente (M)ula com o “Oscar” de “Melhores Efeitos Especiais” Veja o porque:

  3. Roger Aquino

    Sugiro que ele peça para os srs. Lula e Orlando Silva, mas em frente ao distinto público. Certamente eles vão resolver o problema do atleta.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: