Advertisements

Fernando Diniz e a má-educação

Tempos atrás, com Fernando Diniz ainda surgindo no Audax, o Blog do Paulinho exaltou seu trabalho, mas alertou para o fato dele tratar seus comandados com extrema falta de respeito, aos berros e palavrões.

O tempo passou e a situação não mudou.

No meio da semana passada, Diniz ameaçou o jogador Luciano, ao questionar, após xinga-lo: “está olhando o que?”.

O que ocorreria se Luciano respondesse?

Eis um ponto perigoso, que remete ao abuso de quem manda sobre seus comandados.

Diniz, que evoluiu na aplicação de seus conceitos, regrediu no que diz respeito ao convívio no ambiente de trabalho, fator que pode, talvez, explicar alguns insucessos.

Ser temido é bem diferente de respeitado.

É difícil saber o que pode ter contribuído, externamente, para moldar personalidade tão agressiva, que, diferentemente do que alguns defendem, extrapola o contexto de cobrança entre treinador e atleta, vigente na cultura do futebol.

Uma coisa é desabafar utilizando ‘palavrão’, outra é a prática repetida do ‘baixo calão’ no sentido da humilhação, exemplificada no episódio de Luciano.

Se, por razões diversas, entre as quais a de má-criação desde a infância, Diniz não consegue se controlar, deveria, para bem pessoal e de sua continuidade na profissão, procurar a ajuda de especialistas antes que seja tarde demais para reverter a questão.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Fernando Diniz e a má-educação”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: