Advertisements

Corrupção dois a zero

A Máfia do Apito está vencendo a luta contra a honestidade.

Edilson Pereira de Carvalho, o juiz ladrão, corrupto confesso, está prestes a ser absolvido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Dos três desembargadores com direito a voto, dois já lhe foram favoráveis.

Resta a todos que anseiam por justiça, torcer para que o último vote a favor da moralidade e para que um daqueles que votou a favor da corrupção tenha um lapso de honestidade e reveja seu voto.

Os mafiosos do apito agradecem encarecidamente ao grande trabalho do Dr. Sergio Alvarenga, diretor jurídico do Corinthians, que brilhantemente os defendeu no TJSP.

Facebook Comments
Advertisements

17 comentários sobre “Corrupção dois a zero

  1. VITOR RAATZ BOTTURA

    Não é técnicamente uma absolviação, o que está acontecendo é que os desembargadores não vão receber a denúncia da promotoria, ou seja, não será iniciado o processo.

    Agora, se o fato não constitui crime previsto no código penal e os promotores naõ conseguiram quantificar o dano causado, a denúncia é inepta e não pode ser recebida.

    É uma questão processual, não de análise do mérito.

  2. Luís Carlos

    Não há crime nisso. Se pegassem os promotores da jogatina poderiam cobrar algumas cestas-básicas. A Polícia Federal queria prender a corja por lavagem de dinheiro e sonegação fiscal, mas não houve tempo.

    E se os juizes abrirem o bico, como fica?

  3. Carlos Almeida

    Não concordo com o fato e nem defendo ninguém mas uma coisa precisa ficar clara: Quando o caso estourou o STJD falava em anular três jogos, que foram citados na escuta telefônica. Para surpresa geral, o dr Zweiter presidente do STJD, por conta própria anulou 11 jogos, apitados pelo Edilson. A TV exibiu a exaustão todos eles e não encontrou nada que beneficiasse algum time, coisa que estamos cançado de ver atualmente. A maioria foi unânime em afirmar, que ele (Zweiter) beneficiou o Corinthians e prejudicou o Internacional, manchando o título de 2005. No submundo até falam numa grande participação do Kia Joorabichian. E ai como é que fica. Além do mais, por mais incrível que possa parecer eles não infrigiram o nosso degradado Código Penal, atando as mãos dos julgadores.

  4. Antonio Rodrigues

    Você está chamando os desembargadores que votaram contra como desonestos (tenha um lapso de honestidade)?

  5. mike

    O problema é que a mídia faz um julgamento prévio, depois, quando as expectativas criadas pela mída não são confirmadas nos tribunais, vem essa série de artigos esculhambando o judiciário e essa estória de pizza e por aí afora.

    A coisa não é bem assim. O poder judiciário é independente. Não é porque já tascaram o caso como “máfia do apito”, que os juízes vão julgar de acordo com os colunistas e jornalistas pensam.

    Paulinho, se vc ainda não leu, experimente ler: “O jornalismo dos anos 90 no Brasil” de autoria do Luis Nassif. Lá ele faz um histórico dos erros crassos e crimes de linchamento de reputação cometidos pela mídia.

    Lembra-se do caso “Escola Base”, do acidente envolvendo o jornalista Osmar Santos, do caso envolvendo a atriz Cláudia Liz na clínica Santé, o caso do “Bar Bodega”?

    Acho que o livro deve ser leitura obrigatória para todos os estudantes de jornalismo e para aqueles que tem interesse em saber o funcionamento da grande mídia.

    Está disponível no site: http://www.luisnassif.com.br Quem quiser, pode baixar de graça.

    Por fim, informo que não sou advogado dos acusados e acho que a arbitragem no Brasil tem problemas sérios, sim.

    No entanto, não entro nesse barco de linchamento de reputação. O caso está no judiciário, que é independente e soberando para decidir as causas, quer os jornalistas e a grande mídia gostem ou não.

  6. Renato

    O que mais me irrita na imprensa, de um modo geral, é a burrice seletiva. Quando é conveniente são inteligentes, quando não, são burros. Ora Paulinho, os desembargadores não são a favor da impunidade, apenas julgaram conforme a lei. O Edilson não cometeu o crime de estelionato de que foi acusado, é a decisão da justiça, deve ser respeitada e cumprida, principalmente por quem se diz democrático. Quer dizer que os jornalistas entendem mais de direito que os desembargadores. Vide o caso da Escola Base.

  7. Walter Cordeiro

    Paulinho, “não há crime sem lei anterior que o defina”. Todo estudante de Direito sabe disso. Se um fato não constitui crime, não porque forçar o seu enquadramento. A legislação beneficia sempre o réu em caso de dúvidas.
    Mas, no âmbito da justiça esportiva o caso serviu unicamente para beneficiar o Corinthians, que ganhou 4 pontos para ser campeão. Isso sim foi uma vergonha.

  8. Rodrigo Azeredo

    Acho que a crítica é totalmente equivocada. Nesse momento deveríamos estar analisando o péssimo trabalho do MP, que não conseguiu formular uma denúncia apta a fazer com que os responsáveis pela máfia do apito fossem julgados. Houve tempo suficiente para estudar um enquadramento da conduta de Edilson e cia a nossa legislação penal. Os promotores responsáveis pelo caso, sei lá por que razões, preferiram denunciar os envolvidos por analogia a um tipo penal, o que qualquer estudante de direito sabe, é inadimissível. Obviamente, para a população em geral, a responsabilidade pelo não recebimento da denúncia cai nas costas do judiciário, que passa a ser “desonesto”. Sinceramente, está na hora da imprensa se dar conta que o MP não pode servir de palanque pra promotor com pretenções políticas, que deixam de fazer seu trabalho de forma corrreta para ganhar minutos no Jornal Nacional. O que mais vemos por aí é trancamento de ações penais contra acusados de participarem de crimes de grande repercussão por denúncias mal formuladas e por investigações cheias de vícios, que fazem provas imprestáveis. O pior é que a imprensa não se dá conta disso (ou por desconhecimento jurídico ou por ter no MP suas principais fontes – magistrados não falam fora dos autos) e só o judiciário é que paga a conta pela impunidade.

  9. Ribamar Bianchini

    Paulinho, acho isso uma vergonha cara, só que as vezes não entendo o tratamento que a imprensa dá a esse caso, os jornalistas pedem punição que aliás os vagabundos merecem pois os 11 jogos foram comprados pelos mafiósos e tiveram que ser anulados e jogados de novo, pois bem só que a própria imprensa depois fica enchendo o saco e nas entrelinhas questionam o titulo do Corinthians, ora os jogos foram remarcados e os pontos foram ganhos no campo, a policia federal é quem fez as escutas e depois o próprio árbitro confessou o crime, agora a imprensa precisa definir se quer mesmo que prevalessa a justiça do caso né. Pena que o Nero não quis remarcar os jogos do Paulistão do mesmo ano(2005) onde tivemos 38 jogos comprados pela máfia e o são paulo jf foi o campeão (ele alegou falta de datas) viu.

  10. Jorge

    INFELIZMENTE NO BRASIL OS CÓDIGOS E AS LEIS DEVERIAM SER USADAS PARA LIMPAR A BUNDA, E OS VAGABUNDOS QUE SE DENOMINAM DESEMBARGADORES DEVERIAM SER OS RESPONSÁVEIS POR RECOLHER OS PAPÉIS COM BOSTA!!

    PELO MENOS ESTARIAM FAZENDO ALGO Á ALTURA DO CARÁTER DESSE JUDICIÁRIO PODRE E INFESTADO DE RATAZANAS SUJAS QUE SE DENOMINAM “DOUTORES”!!

    MAS O PIOR É QUE EXISTE UMA POPULAÇÃO QUE “ACHA”MOTIVO PRA CORRUPÇÃO!!

  11. Sidney

    Com a confissão do Ex presidente Cúrintiano que o Campeonato de 2005 foi roubado para o Cúrintia, e com a absolvição dos envolvidos, a meu ver o titulo deveria ser confiscado e dado ao Internacional que é o legitimo Campeão, ou caso contrário anular o campeonato de 2005 que seria o correto.

  12. Marcio Lopes

    o mais irônico nessa história toda é o diretor jurídico do Corinthians defendendo os réus…..muita coincidência, não é??

  13. Valleo

    O Corinthians ganhou no campo, isso é fato…não há oque discutir.
    Se alguém errou o Corinthians não tem nada com isso e não pode ser responsabilizado por tal erro.

    Já tivemos muitas injustiças no futebol.

    Maradona fez gol de mão.
    Brasil já foi campeão moral (Peru entregou o jogo).
    etc, etc, etc, etc…

  14. Pingback: Fique por dentro Corrupção » Blog Archive » Corrupção dois a zero « Blog do Paulinho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: