“Pierre só sai por cima do meu cadáver!”

Luis Gonzaga Belluzzo peitou os abutres do futebol e fez história, ao impedir a saída de Pierre do Palmeiras.

Além disso, mandou o recado para todos os outros que se atreverem a pensar que são maiores do que seu clube.

Acabou a moleza.

Belluzzo, de inteligência e caráter diferenciados, entendeu que o vínculo de qualquer atleta pertence ao clube, portanto, é o empresário que tem que focar de joelhos, não a entidade.

Os intermediários dependem disso para poder realizar seus negócios.

Por este motivo molham as mãos de dirigentes desonestos.

Demonstrou ainda que não vive de receber comissões por venda de atletas.

Como a grande maioria dos dirigentes do País.

Colocou acima de tudo o Palmeiras.

Isto sim é business.

Tenho certeza que o torcedor palmeirense dará a resposta nas arquibancadas e lojas que vendem produtos do clube.

Que os homens de bem do futebol, raros, sigam seu exemplo e libertem-se das garras daqueles que pouco se importam com o futebol.

Facebook Comments
Advertisements