Advertisements

Só a BWA e as organizadas não querem cumprir a lei

CAPÍTULO V

DOS INGRESSOS

Art. 22. São direitos do torcedor partícipe:

I – que todos os ingressos emitidos sejam numerados; e

II – ocupar o local correspondente ao número constante do ingresso.

http://www.esporte.gov.br/arquivos/noticias/plc1-l.pdf

Chegou a hora de reivindicar nossos direitos.

O poder público tem que dar o exemplo.

Não pode se omitir.

Como cobrar justiça se ele próprio não cobra o cumprimento da lei ?

A quem interessa que o Estatuto do Torcedor vire peça de museu ?

A resposta é evidente.

Torcidas Organizadas e BWA.

É por isso que os clubes não estão nem ai com a legislação.

Fingem que ela não existe.

Todos, sem exceção, possuem o rabo preso com essa gente.

Uns mais, outros menos.

Há clubes em que os organizados tornaram-se até co-gestores.

Já com a BWA o interesse é comercial.

Numerar os ingressos impedirá que bilhetes sejam vendidos por fora.

Da maneira como está é praticamente impossível haver controle.

Com a aplicação da lei, a empresa preferida entre os dirigentes de pouca honestidade terá dificuldades de manter o faturamento.

O único que não tem lucro com essa situação é o torcedor comum, a quem o Estatuto deveria defender.

Não é justo.

Vamos lutar por nossos direitos.

Danem-se as organizadas e a BWA.

Chegou a hora do cidadão de bem.

Facebook Comments
Advertisements

10 comentários sobre “Só a BWA e as organizadas não querem cumprir a lei

  1. Cris Gardner

    Este estatuto foi postado no sensacional Blog Forzapalestra pelo TEO

    http://forzapalestra.blogspot.com/2009/02/estatuto-para-o-verdadeiro-torcedor.html

    1. Futebol não é festa.
    2. Futebol não é divertimento.
    3. Futebol não é um bom lugar para passeio.
    4. Futebol não é um ambiente saudável, ao contrário, é doentio.
    5. Evite levar criança ao estádio, a menos que esta seja mais madura que você (no meu caso não é difícil).
    6. Evite levar mulher ao estádio, a menos que ela seja mais homem que você.
    7. Evite levar qualquer pessoa ao estádio que não esteja focada na vitória do seu time.
    8. Não use uma partida de futebol para networking profissional e/ou social. O ideal é que, ao te verem no estádio, todos se envergonhem de você.
    9. Acredite em você, nas suas impressões e opiniões sobre seu time.
    10. Despreze completamente a opinião da imprensa esportiva.
    11. Se você acha que seu time vai ganhar, talvez ele ganhe.
    12. Se você acha que seu time vai perder, ele vai perder. Vá ao jogo assim mesmo.
    13. Não deixe que o trabalho atrapalhe o futebol.
    14. Não deixe que nenhum programa ou compromisso atrapalhe o futebol.
    15. Não deixe que um romance atrapalhe o futebol.
    16. Não deixe que nada atrapalhe o futebol.
    17. Acima do futebol, só a saúde. Ela que te permite viver para o futebol.
    18. Seu melhor amigo é o seu time.
    19. Despreze quem não gosta de futebol.
    20. Ignore quem não gosta de você pelo fato de você gostar de futebol.
    21. Fique onde você quiser no estádio, ignore os lugares numerados.
    22. Nunca assista ao jogo ao lado de um torcedor adversário.
    23. Odeie seu adversário no dia do jogo.
    24. Identifique seu inimigo e odeie-o todos os dias da sua vida.
    25. Debata com torcedores adversários verdadeiros, menospreze os farsantes.
    26. Se um dia você for a um estádio sem alambrado, fosso ou qualquer divisão para o campo, sinta vergonha. O Brasil não é a Inglaterra.
    27. Não relaxe durante o jogo.
    28. Evite sorrir durante o jogo.
    29. Não xingue os jogadores do seu time durante o jogo. Alguns merecem, mas não vai adiantar.
    30. Xingue a arbitragem em todos os jogos, isso te fará bem.
    31. Não se esforce por ingressos para torcedores ocasionais e oportunistas. Cuide do seu e dos legítimos habitantes daquele espaço sagrado.
    32. Refute ser tratado como consumidor, você é apenas torcedor. Por sinal, você é muito mais que consumidor.
    33. Cuide da sua própria segurança, nunca espere nada da PM.
    34. Proteja-se da PM.
    35. Volte do estádio sempre com a sensação do dever cumprido.

    Teo (Marco Bressan)

    Por fim, é justo citar a mais sábia de todas as frases do Teo. Ao ser questionado sobre se a obsessão por ir aos estádios não poderia prejudicar a sua profissão, Teo mandou a seguinte resposta:
    “O trabalho não pode atrapalhar o Palmeiras”.

    Paulinho: O que dizer…apenas lamentar…

  2. Cris Gardner

    Mas infelizmente apesar que tem diversos tópicos que usando de sensatez não pode se concordar em varios aspectos ele colide com situações que vivenciamos e que ocorrem nos estadios independente do time que vc torça.

  3. Tom

    Entao que nos tenhamos a escolha de comprar a cadeira que quisermos e que tenha na hora da compra o mapa das cadeiras como é no teatro.

    Nao adianta implantar lei se nao tem condições de usa-la!!

  4. Nilson

    Paulinho,

    Antes de mais nada quero dizer que sou um torcedor comum, que nunca foi em clássicos por medo da violência.

    Eu estava naquele jogo Corinthians e Fluminense ocorrido há alguns anos no pacaembu, onde foi feito o teste das cadeiras com números e tenho algumas considerações para fazer sobre ese assunto.

    Como de costume, cheguei 2h e meia antes do jogo para poder escolher um lugar bom para assistir o jogo. Comprei o ingresso e recebi um cartão com o numero onde eu deveria sentar. Ao entrar no estádio fiquei p da vida. Um lugar horrível, lá em baixo e no canto, num dava pra enxergar nada.
    Conclusão, eles estavam entregando os cartões em ordem numérica, do começo pro fim e obviamente, como todos que estavam ali pensaram como eu, estavam todos sentando onde queriam, afinal, chegaram cedo pra isso.
    Depois de um tempo, percebi que havia uma mocinha trocando os cartões. Fui até lá e troquei o meu (maior confusão).
    A coisa foi piorando conforme o horário do jogo foi chegando. As pessoas chegavam e ganhavam cartões com lugares privilegiados e queriam sentar onde tava previsto. Muitos bate bocas e brigas.

    Como o TOM disse. Lugares numerados só podem ser vendidos se vc tiver o direito de escolher onde vai sentar no ato da compra, como ocorre no teatro, ainda mais com 70 reais o valor do ingresso pra laranjinha que alias, me expulsou dos estádios.

  5. Jones

    Sentar no lugar demarcado é inviável, quem defende isso é pq não vai a estádios, organizadas ou não. Afinal, cadê o Mapa de Assentos quando compro meu ingresso?

  6. Jesse James

    Que papo furado é esse de defender nossos direitos?
    Mais uma vez usando uma mascara para atacar as pessoas.
    Ora jornalista, ora torcedor, ora sócio do corinthians, ora apresentador de TV…

  7. henrique salgado

    olá paulinho

    esse problema dos ingressos está mais que na cara que não querem resolver. existem muitos interesses por trás disso tudo para que não se moralize a questão. e o pior é que nós consumidores aceitamos isso e de quebra ainda vamos aos estádios.
    hj, pelo custo, o pay-per-view (tem hífen em estrangeirismo?) é muito mais viável, apesar de não termos a emoção do campo.

    porém coloco outro tema pertinente a essa discussão: placas de estádio.
    como em um país cujo mercado é forte o suficiente para termos propaganda em um amistoso de nossa seleção em Paris de grupos escolares, vedantes para construção e outras empresas totalmente regionais e não conseguimos implantar aqui aquelas placas digitais que vemos em estádios europeus.

    vc já parou para pensar nisso? nesse atraso que é o mercado de venda de placas de estádio. tive essa discussão com o André Kfouri onde chegamos a mesma conclusão. Porém ele nunca levou esse tema adiante. Creio que por ser delicado demais.

    Hj, para o locupletamento de nossos dirigentes, ingressos e placas de estádio são as vias possíveis. e por isso vivemos como na idade antiga/média. Só falta o pão e circo e o empalamento de pessoas contrárias ao sistema.

    abraços

  8. Cássio

    Paulinho,

    como está aquela história do racha da Gaviões?

    Será que o reinado dos puxa-sacos do Bom Retiro está terminando?

    Nunca fui fã de uniformizada mas sempre respeitei os Gaviões, porém, depois que o carnaval passou a ser o foco principal, aquilo lá tá mais parecendo a Ilha de Caras…só famoso querendo aparecer, vide, Sabrinas, Mallandrinhas, Groisman, etc…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: