Advertisements

Corrupção na arbitragem

“O escudo da Fifa, que os árbitros tanto almejam, tem preço”

 

O que se pensava poder ser conquistado por qualidades técnicas, por mérito e pela excelência no desempenho de suas funções passou a ser objeto de negociação com estabelecimento de valor monetário para sua aquisição.

Tal assertiva é fundamentada pelos fatos ocorridos quando da elaboração da relação de árbitros Fifa.

A oferta, feita pelo presidente da CA-CBF, Sergio Corrêa da Silva, para que o árbitro do Rio de Janeiro, Djalma Beltrami, cedesse sua vaga e seu escudo mediante compensação financeira, sendo prometido ao mesmo ficar em um quadro especial até 46 anos – quando o limite máximo é de 45 anos -, com muitas escalas garantidas (pensávamos que era sorteio) para compensar a perda do escudo da Fifa, torna muito robusta a hipótese e possibilidade de que essa vaga e esse escudo já estivessem prometidos a terceiros, também mediante compensação financeira, tamanha a desfaçatez e indignidade perpetradas diante da recusa de Beltrami em ceder à tão indecente proposta.

Ignorando a posição do árbitro, da Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e da própria Federação, prevaleceram outros interesses, sabe-se lá se além de normas éticas, e a vaga e escudo Fifa foram arrancados à força do Djalma Beltrami.

Tal episódio torna o presidente da CA-CBF inimigo do futebol do Rio de Janeiro, o coloca sob extrema suspeita e deixa dúvidas quanto aos critérios e seriedade da CA-CBF.

Jorge Rabello – Presidente da Coaf-RJ

Facebook Comments
Advertisements

15 comentários sobre “Corrupção na arbitragem

  1. Mariano Moreno

    Perfeita sua colocação, isso mostra que Tardelli, Alicio e Beltrami são potenciais corruptos…engraçado pois ano passado 2 desses arbitros estiveram envolvidos no esquema “o sp comprou o título”…

    Em qualquer país desenvolvido, ou com pessoas honestas, o tanto de provas contra o SP já o teriam levado no minimo a 2a divisao, assim como a Juventus na Italia, mas nossa realidade é aplaudir bandidos e ainda os coroar !!

  2. alessandro

    Prova disso que o Simon foi para a Copa do Mundo dando a Copa do Brasil para o Corinthians…

  3. Sidnei Pereira

    Quem acompanhou o último campeonato brasileiro nem fica surpreso com essa notícia, porque sabe que a arbitragem brasileira está bem longe de ser séria.

  4. Carlos Almeida

    Esta briga promete. Os dois foram árbitros de terceira categoria, mas o Rabelo, um gordinho, que passeava em campo aprontou muito mais.

  5. Devan

    Desde 2005, o SP tem um esquema de articulação com os juízes, já noticiei várias vezes que o Edilson fazia tratamentos de graça no São Paulo, ninguém quer investigar.

    O resto é balela.

  6. Carlos Almeida

    E ao Fiori, você conviveu com os dois não vai falar nada, para ao menos nos balizar?

  7. euclydes zamperetti fiori

    Caro senhor Carlos Almeida, completando o acima: Tenhas lindo ano junto aos seus, que possamos conviver normalmente mesmo divergindo nas opiniões.
    Nos proximos dias postarei minha coluna e abordarei no assunto.
    zamperetti fiori
    ex-árbitro de futebol

  8. João Pereira

    Conheci um ex arbitro da FPF num churrasco e depois de alguns goles, ele comentou exatamente isso que estamos vendo. Boa parte dos árbitros trocam “favores” para ser indicado arbitro da FIFA.
    Disse ser muito comum a arbitragem “prestar serviços ” sem receber $$ vivo, já que ” não admitem se corromper”. Mas presentes são bem vindos, tipo ingressos para shows. Como se isso não fosse se corromper.
    Todo tipo de pressão é valido, inclusive AMEAÇA DE VETO POR PARTE DE ALGUNS CLUBES.
    Para um juiz, apitar uma Libertadores ou eliminatórias, só com alto QI.
    Se chegar a uma Copa do Mundo, entrará para história do futebol. Nessas horas, a vaidade, o ego vale mais do que uma mala de $$$.
    Óbvio que também tem aqueles que aceitam a mala….
    Aqueles que não se sujeitam ficam relegados a segundo, terceiro plano. Se erram, e isso acontece mesmo com os honestos, estarão ferrados. A imprensa cai de pau e ninguem segura a barra do sujeito.
    É a típica situação que o honesto se dá mal. Coisa do Brasil. Infelizmente.
    Num pais como nosso onde a corrupção impera, é muito estranho que sejam raros os casos comprovados corrupção em arbitragens de futebol.
    Na verdade, o único caso realmente comprovado foi de um árbitro ligado à máfia de jogo, que, aliás deve continuar existindo.

  9. Pingback: Fique por dentro Corrupção » Blog Archive » Corrupção na arbitragem « Blog do Paulinho

  10. CONTRA A IMPUNIDADE

    Precisamos lembrar ao senhor Paulinho, dono do blog, que nós torcedores e trabalhadores que pagam impostos e suas contas em dia; nós que participamos de eleições e tentamos nos fazer representar da melhor maneira possivel, estamos INDIGNADOS com a demora referente ao processo de apuração e punição dos responsáveis pelo caso do gás na semi-final do campeonato paulista de 2008.
    Mesmo após o JORNAL LANCE ter divulgado que durante as escutas telefônicas no caso da máfia dos ingressos, foram encontradas/criadas provas ( gracações de conversas ) do envolvimento de torcedores e dirigentes da Sociedade Esportiva Palmeiras, estranhamente notamos “morosidade” no processo.
    Gentilmente solicitamos ao caro jornalista, que nos informe, cobre, investigue.
    Nós não queremos de forma alguma ter gente desta espécie vestidos de representantes mascarados de pessoas de bem em nosso meio.

    QUE SE INVESTIGUE, QUE JULGUEM E PRINCIPALMENTE QUE PUNAM OS RESPONSÁVEIS.

    NÃO A IMPUNIDADE !!!

  11. Gilson Oliveira

    Caros Leitores

    os erros no futebol do Rio não são casuais, pois não é casual o capital diferenciado em favor daquele que a televisão e grande empresa optaram por patrocinar.

    Sendo assim (estes corruptos entendem), só há uma maneira de salvar este grande mal administrado clube: o suborno dos árbitros.

    Entenda leitor, fica bem mais barato este “dinheiro nos bastidores” do que arcar com o pagamento de todas as dívidas com o fisco. Se isso fosse cumprido com o rigor da lei, não teríamos futebol carioca de um time só, quando os demais são clamorosamente roubados, sejam grandes ou pequenos. E muito menos este patrocínio estaria valendo.

    Vai aí um conselho a estes “corruptos inteligentes” do futebol carioca (pensam que são): UMA ANDORINHA NÂO FAZ VERÂO. Ou seja, breve, para a felicidade até dos pequenos clubes, aquele que a imprensa ajuda por entender ser “o maior” estará definhando, porque as torcidas adversárias aprenderão que o futebol carioca está limitado a uma televisão que faz o que quer e uma grande empresa cujo patrocínio também é questionável.

    Forte abraço

    Assistamos ao tri campeonato.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: