Advertisements

Chelsea e o seu rombo financeiro

Do Futebol & Negócio

http://futebolnegocio.wordpress.com/

A publicação desse post somente foi possível graças ao leitor do blog Bruno Rodrigues, que forneceu o relatório financeiro do Chelsea Limited referente à temporada 2006-07.

No meu post (Clube campeão ou bem administrado?) levantei uma questão bastante atual sobre a gestão de clubes de futebol, em que muitas vezes as diretorias dos clubes acreditam que investindo cada vez mais recursos no departamento de futebol e na eventual conquista de títulos, novas receitas serão geradas, possibilitando um equilíbrio financeiro em sua administração.

Entre os diferentes clubes de futebol no mundo o que exemplifica claramente como essa afirmação não é correta é o Chelsea, clube comprado pelo magnata russo Roman Abramovich e que embora tenha evoluído muito em termos esportivos e em geração de receitas é o pior exemplo de modelo de administração do futebol global.

Entre 2003 e 2007 o Chelsea implementou um projeto contundente de ampliação de suas fontes de receitas, através da comercialização de sua marca, exploração de seu estádio e também pelos altos valores recebidos com os contratos de TV e receitas provenientes da participação do time londrino na Champions League. Nos últimos 5 anos o Chelsea ampliou os recursos gerados em 112%, posicionando o clube entre os clubes europeus que mais recursos novos geraram nesse período na Europa.

Stamford Bridge, receitas de € 110,7 milhões em 2007 e um dos maiores Tickets Médios do futebol global

 

Entretanto a administração do clube é absolutamente ineficiente, já que as despesas geradas pelo clube são extremamente elevadas, tanto pelos altos salários de seus atletas, como pela amortização dos contratos dos jogadores, que juntos consumiram em 2007 € 297,3 milhões, 5% a mais que toda a receita gerada pelo Chelsea.

O companhia Chelsea Limited apresentou um prejuízo acumulado de inacreditáveis € -620,3 milhões em 2007, sendo que somente nos dois últimos exercícios esses prejuízos se ampliaram em € -230 milhões e no mesmo período as receitas cresceram 28%. Com esse resultado apresentado nos últimos anos o clube encerrou a temporada 2006-07 com uma dívida líquida de € -921 milhões.

Dados Financeiros – Chelsea – € milhões 

O rombo financeiro apresentado pelo Chelsea demonstra como um clube mesmo ganhando títulos e ampliando consideravelmente suas receitas, se não manter uma gestão equilibrada e um rígido controle em suas despesas amargará pesados déficits a cada exercício.

Obviamente muitos defenderão que o Chelsea é um brinquedo para o bilionário russo, mas o que acontecerá com o clube caso ele resolva sair e cobrar todos os recursos injetados até o momento?

A resposta é uma só, a falência do clube de Stamford Bridge, que encerrou a temporada 2006-07 com um Patrimônio Líquido Negativo de mais de € -492 milhões.

Facebook Comments
Advertisements

11 comentários sobre “Chelsea e o seu rombo financeiro

  1. Joao Paulo Benini

    O time dos mauricinhos londrinos certamente nao terá vida longa. Atualmente é o time da moda, mas tradiçao e camisa nao sao compradas com petrodólares. Enquanto a grana jorra é hora dos boleiros fazerem seus pés-de-meia, como eles bem gostam de falar.

  2. PHW

    Não é novidade que o futebol está servindo de instrumento de lavagem de dinheiro.

    Nada me surpreenderia se descobrissem elos entre o dinheiro do clube a atividade da máfia russa.

    Enquanto a FIFA fechar os olhos para isso, o Chelsea vai se manter de vento em poupa.

  3. Marcos Rogério Cabral

    Conheço um clube, aqui em São Paulo, que tb foi “administrado” por um russo. Está na segunda divisão.

  4. Rodolfo Passos

    Grande coisa……
    Interessados pelo futebol europeu que vão para a Europa e nao fiquem aqui no Brasil babando ovo…….

  5. Ramon

    Ridículo. Quase tão ridículo quanto o comentário do Rodolfo Passos…

    Desse jeito esse russo vai acabar com o clube.. Uma pena. O Corinthians tem muita sorte da MSI ter ido embora logo (apesar da ligação ainda existente com o Kia). Se tivessem ficado mais uns dois anos contraindo dívidas e dando calotes no mercado, não sei se o Corinthians teria condições de pagá-las algum dia.

  6. Rodolfo Passos

    Meu amigo Ramon……
    Moro no Brasil, sou brasileiro, adoro o futebol brasileiro e acho que entendo um pouco quando questionado…..

    Só que acho um absurdo o futebol brasileiro perder espaço para campeonatos de fora, porque segundo dizem são melhores e mais emocionantes…… Nossa midia de uma maneira geral é contraditoria…. Primeiro dizem em seus editoriais que o Brasil precisa melhorar as coisas, porque tudo aqui é nivelado por baixo, etc, etc…. E no comercial seguinte colocam lá: “Não percam a liga das estrelas….”
    Qualquer manco joga na Europa e mesmo assim é considerado estrela…. Doni, Taddei, Fumagalli, Gilberto Silva, Amauri, Deco, e muitos outros que não conseguiram se dar bem aqui e são considerados craques na Europa….. O mesmo jogador brasileiro que se nivela por baixo aqui é desejado lá fora e quando vai pra lá, como num passe de magica se torna sua majestade o Craque. Enfim……
    Por todo esse interesse sem tamanhos em campeonatos europeus é que o futebol brasileiro anda nessa draga toda….. Sem levar em conta os dirigentes é claro…..
    Pra jogar no Brasil tem saber jogar amigao….. Tem que ser genio da bola… Não é qualquer um que joga em campos esburacados, com vestiarios podres…… Queria ver um timinho de M… como o Chelsea jogando o Brasileiro….. Aposto com vc que nao ficaria nem em 5 lugar…. Quiçá entao jogando a Libertadores contra a LDU em Quito!!!!

    Vc gosta de ficar babando para ver esse bando de cintura dura jogando, boa sorte pra ti…. Eu nao perco meu tempo….. Prefiro o bom e velho brasileirao com seus 6 concorrentes ao titulo do que o emocionante espanhol e seus dois concorrentes….. Ou o ingles e seus tres concorrentes…
    Um abraço

  7. Rodolfo Passos

    Ah Ramon esqueci de dizer……

    Judicialmente a MSI ainda manda no Corinthians, afinal o contrato nao foi recindido….. Sem contar que muita gente sabe, inclusive nosso amigo Paulinho, que tem dinheiro da MSI entrando ainda no clube!!!!!

    Não se iluda meu caro!!!! Não se iluda!!!

  8. Ramon

    Rodolfo, concordo com vc no seu segundo comentário. Também acho a maioria dos europeus mto ruins de bola, e o time do Real Madrid ia ter que suar MTO pra ficar entre os quatro primeiros na série B. Mas ao contrário da sua opinião exposta no primeiro comentário, eu respeito quem admira o futebol europeu, japonês, africano… cada um na sua. Se vc ler meu comentário, vai ver que em nenhum momento eu “babei ovo” pra ninguém. Não sou da opinião de que “só europeu presta”, como mta gente faz, mas sei reconhecer o talento de jogadores como Zidane, Bergkamp, Henry, Cambiasso..

    No mais, a MSI está ligada por contrato, mas não atua diretamente na gestão do clube. Simples assim. Desse jeito, a MSI não negocia em nome do Corinthians, não contrai dívidas como a do Nilmar, do Passarela, entre outros. Foi isso que eu quis dizer. Se o Corinthians contrata jogadores cujo empresário é ligado ao Kia, o que é errado, o Andres tem que se explicar, mas isso não prejudica diretamente as finanças do clube, não causa rombos nos balanços.

    E obrigado, eu não me iludo mesmo..

  9. Ramon

    Ah, e mais uma coisa.. A Espanha é um país do tamanho do estado de Minas Gerais. Quantos clubes grandes há em Minas? 2.

    Para ser justo, compare o campeonato brasileiro com a Champions League, porque os países europeus são do tamanho dos nossos estados. Quantos favoritos existe em cada edição da Champions? Quantas estrelas há jogando? Quanto os clubes faturam em cada jogo? Qual a média de público?

    Os europeus são cintura dura. Mas são MUITO mais competentes do que nós em termos de organização. Fazem o mundo todo comprar seus campeonatos, ao invés do campeonato de “craques” do brasileirão.

    Não se iluda, meu caro… Nao se iluda.

  10. André

    Eu detesto esse complexo de vira-lata. Eles são cinta-dura, nós somos bons e blábláblá. Os nossos bons, vão pra lá. Os médios, também. Os irregulares, boa parte. Até pros medíocres tem lugar, nas Arábias, grécias e ucrânias da vida.
    Admiro muito o futebol brasileiro, mas falar que o nosso futebol é melhor porque jogamos em campos esburacados e temos 50 postulantes ao título é tapar o sol com a peneira. Infelizmente, o que sobra são as revelações que estão aparecendo e os veteranos que se danaram no exterior, em sua maioria. O Brasileiro foi bom na década de 90, onde os times tinham esquadrões e só os jogadores a nivel de seleçao estavam fora. Vide Palmeiras 1993/94, Grêmio 1996, Vasco 1997 e Corinthians 1998/99.
    Agora temos o retranqueiro Roth na liderança do Brasileirão e um Adílson Batista na zona de classificação.
    Já me empolguei mais com o CB. Mas hj em dia, se eles tem os cinta-dura, nós temos a raspa do tacho.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: