Advertisements

Prioridade do Internacional é fazer negócios

O Internacional renovou o vínculo de seu diretor executivo, Rodrigo Caetano até o final de 2020.

Na prática, significa priorizar ‘negócios’ em detrimento do resultado esportivo.

Por onde Caetano passou, cartolas enriqueceram e clubes ficaram mais pobres, além de abstêmios de conquistas.

Ao escolher o submundo, o Colorado praticamente abdica de 2020 e 2021 (por conta do planejamento), talvez até mais, tempo necessário para o rescaldo da tempestade que está por vir.

A conhecida generosidade de Caetano deve ter sido fundamental para a decisão do presidente do Inter de tapar olhos e nariz, mas, talvez, abrir o bolso por mais uma temporada.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: