Anúncios

O sorriso de Robinho

Condenado a mais de nove anos de prisão na Itália pelo hediondo crime de estupro, o sempre sorridente jogador Robinho, somente após ter diversas portas do mercado do futebol fechadas em sua cara, abandonou o “bom humor” e passou, por intermédio de seus procuradores, a defender-se.

No imenso planeta bola, encontrou abrigo apenas na Turquia, país conhecido pelo desapreço aos direitos das mulheres.

Antes desta condenação, Robinho já havia sido denunciado noutro caso, também de estupro, em condições semelhantes às relatadas no processo mais famoso.

Em meio a esses problemas, o ex-jogador da Seleção Brasileira nunca tirou o sorriso do rosto.

Sua vítima (segundo a justiça italiana), em contrapartida, não tinha motivo para alegrias.

Segundo relatos revelados ontem pelo Tribunal de Milão, a jovem, embriagada e atacada por Robinho e seus parceiros, foi  “exposta a humilhações repetidas, bem como a atos de violência sexual pesados”.

O Tribunal de Milão diz ainda que Robinho demonstrou “desprezo absoluto” pela jovem.

“Termos chulos e desdenhosos, sinais inequívocos de falta de escrúpulos e quase consciência de uma futura impunidade”  e “isso levou o acusado até mesmo a rir várias vezes do incidente, destacando assim um absoluto desrespeito pela condição da vítima”, estão entre os trechos da sentença.

Robinho está recorrendo da decisão.

Se as juízas juíza Mariolina Panasiti, Piera Gasparini e Simone Luerti estiverem com a razão ao condenar o atleta brasileiro, e é pouco provável que não estejam, diante dos fatos apresentados e doutra acusação precedente, que, apesar de não levada à cabo, é realmente bem coincidente, espera-se, por absoluta justiça, a prisão de todos os estupradores envolvidos no deplorável episódio, para que não continuem sorrindo em meio à desgraça dos outros.

Anúncios

2 Respostas to “O sorriso de Robinho”

  1. Down Lood Says:

    Paulinho, saia um pouco do ódio generalizado proferido por essa geração Nutella e pense nos fatos de forma um pouco mais imparcial. Hoje em dia tem até ‘groupie’ que anos atrás frequentava hotéis de atores famosos processando os caras por atos que elas inclusive foram buscar naquele momento.

    Nunca fui fã do Robinho, mas em nenhum universo ele precisaria estuprar uma mulher com tanta maria-chuteira de olho no sujeito. Quem, de fato, escutou ou conhece a vítima? Quem garante que ela não buscou exatamente isso e depois se arrependeu? Ou então já foi com esse mesmo objetivo de posteriormente processar todos os envolvidos?

    O ser humano não presta, amigo. Você sabe. Claro que alguns se salvam, mas vivemos em tempos onde, infelizmente precisamos SIM desconfiar da vítima!!!

  2. Andre Says:

    O amigo ai disse tudo, hoje em dia o que tem de vagabundo querendo se dar bem nas costas dos outros é uma loucura, e sim o ser humano é canalha! E pelo que dizem a “vitima” não é nenhuma santa! Isso ninguém comenta porque? Procure saber desses outros detalhes vale a pena!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: