Advertisements
Blog do Paulinho

O Saci dá pé !

Da Folha de São Paulo

Por JOSÉ ROBERTO TORERO

Abaixo os mascotes fofinhos, façamos em 2014 algo diferente, que simbolize o Brasil e fique na memória

FALTAM SÓ seis anos para a Copa no Brasil. É preciso melhorar a infra-estrutura de transportes, ampliar a rede hoteleira, reformar estádios e o escambau… Mas o mais importante, o fundamental, a condição sine qua non para que a Copa seja um sucesso é uma só: escolher um bom mascote.

Geralmente os mascotes de eventos esportivos são uns tipos bobos, no estilo fofinho-sem graça. Creio que o único que é lembrado até hoje é o Misha, dos Jogos Olímpicos de Moscou, que derramou uma lágrima na cerimônia de encerramento e gerou um “ohhhh….” mundial.

Mas é uma exceção. Alguém lembra do Footix, da França, do Gauchito, da Argentina, ou dos três Spheriks, da Copa de 2002? Eu não lembrava. E só escrevi seus nomes graças a São Google.

Mas em 2014 temos a chance de fazer algo diferente, algo que simbolize o Brasil e fique marcado na memória dos torcedores de todo o mundo, algo que venha da cultura popular e traduza o que é este país.

Pois bem, pernicurto leitor e pernuda leitora, antes que marqueteiros venham com Pelezicos, Bolitos e Brazukas, proponho: o Saci!

Ele é a síntese da formação do povo brasileiro. Nasceu com os índios das missões jesuíticas (com duas pernas), foi adotado pelos negros e perdeu uma delas (há várias versões para isso, mas a que mais gosto é a que diz que ele estava preso por grilhões e preferiu ser um perneta livre a um escravo com duas pernas) e, por fim, ganhou um gorro vermelho dos imigrantes europeus (objeto típico de vários mitos brancos, como o Papai Noel, mas também era usado pelos republicanos, durante a Revolução Francesa e, na Roma Antiga, pelos escravos que se libertavam).

Só não há orientais em sua gênese, pois eles chegaram ao Brasil já no século 20. Porém, há relatos que um tal de Sacimi ou Sashimi ronda o bairro da Liberdade.

Além de representar a mescla brasileira, também reflete um tanto de nossa alma: é pelado e brincalhão.

Seria sensacional que um mascote de uma Copa fosse negro e com uma perna só. Outra vantagem é que o Saci já tem tradição na luta contra inimigos estrangeiros. Seu dia é o 31 de outubro, mesma data do Halloween, mania estranhíssima que está entrando em nossas escolas.

Os gremistas são os únicos que podem torcer o nariz, já que o Saci é associado ao Internacional (e também, façamos justiça, ao Social Futebol Clube, em Coronel Fabriciano-MG), mas, como o mito nasceu no Sul, pode ser que os tricolores perdoem esta falha.

O Saci ficou esquecido por um bom tempo, mas no começo do século passado foi revitalizado por Monteiro Lobato, nosso maior escritor para crianças, e hoje tem até uma ONC dedicada a ele (não é ONG, é ONC mesmo, de Organização Não-Capitalista), a Sociedade de Observadores de Saci, a Sosaci.

A idéia é brilhante e, assim, obviamente não é minha. Ela me foi passada pelo jornalista Mouzar Benedito (com quem revezo a última página da revista do Brasil), mas desde o primeiro momento abracei-a como se fosse minha (azar do Mouzar).

Unamo-nos nesta nobre cruzada. Abaixo os mascotes fofinhos!

Viva o Saci!

O Saci dá pé!

Facebook Comments
Advertisements

12 comentários sobre “O Saci dá pé !

  1. Andre

    Achei um pleonasmo no texto.
    “a condição sine qua non para que a Copa…”

    Abaixo a definicao, tirada do dicionario Cambridge, de sine qua non.

    sine qua non
    noun [S] FORMAL
    a necessary condition without which something is not possible:
    An interest in children is a sine qua non of teaching.

  2. Cássio

    Adorei a idéia! Esses mascotes criados por agências de propaganda carecem de alma e personalidade…
    São patéticos!!!!! Aquele do panamericano então…rsrs

  3. Alex

    Espero que o referido mascote seja mesmo o Saci, porém para que seja apresentado em condições mais apropriadas com a relidade em que vivemos, sugiro que ele tenha a outra perna cortada, além dos braços e também a língua, para que não corramos o risco de vê-lo assaltando e matando turistas por aí.

  4. Jair Pedro

    Eu acho que o mlehor seria o “metralinha”.
    Embora os irmão metralhas tem origem em Walt Disney, norte americano, uma metralhinha de mascara, bola no pé, saco de dinheiro na mão e aquela tipica cara sacana representaria mais como serão, principalmente, os preparativos dessa copa.

  5. geraldo c araujo

    Acho que o símbolo perfeito para representar o Brasil seria o Macunaíma. A figura do herói sem nenhum caráter criado pelo Mário de Andrade cairá como uma luva para representar os cambalachos e traficâncias que caracterizarão as ações os “organizadores”, “promotores” e “realizadores” do magno evento.

  6. Hudson

    Alex, lamentavel seu comentario, ta explicado porque nosso pais está nesta situação.

    E concordo com o Torero, o Saci seria muito legal.

  7. Ramon

    Saci q nada, bota a caricatura do Capitão Nascimento, não existe figura melhor para descrever como anda a segurança nesse pais, ou então uma estrelinha vermelha toda sorridente, afinal de contas é o simbolo de honestidade da politica brasileira atualmente.
    Ou então um bonequinho de uma serra elétrica para simbolizar a Amazônia.

    Me desculpe PVC, mas acho q os meus mascotes representam melhor o nosso pais.

  8. Alex

    Hudson, lamentável seu comentário, ta(sic) explicado porque nosso país está nesta situação.

  9. Adilene Cavalheiro

    Paulinho: Concordo com vc.
    Gostaria de convidá-lo a enviar seu texto para o Inquérito sobre o Saci (www.crearte.com.br/saci.htm). Se quiser, pode colaborar enviando outros textos sobre o nosso Saci.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: