Advertisements

Fluminense faz história

Grande vitória do Fluminense na Libertadores.

Em um Maracanã repleto, os tricolores cariocas impuseram seu jogo desde o inicio.

O São Paulo, apático, não via a bola.

Conca, inspirado, era o nome do jogo.

Logo aos 11 minutos, Washington, em um toque sutil, abria o marcador.

Mas o Flu queria mais e atacou durante toda a primeira etapa.

Desandou a perder gols.

O placar mínimo foi lucrativo para o São Paulo.

Que voltou diferente na segunda etapa.

Marcando melhor e tentando o empate.

A entrada de Aloísio acendeu a equipe.

O Flu caiu de produção.

O São Paulo aproveitou-se do momento favorável e empatou a partida.

Aos 25 minutos, em bela jogada de Aloísio pela esquerda, o Imperador Adriano completou para as redes.

Um minuto depois, Dodô, que entrou na segunda etapa e nada havia feito na partida, erra um chute e a bola passa por debaixo das pernas de Rogério Ceni.

Dois a um que ainda classificava os paulistas.

Não havia alternativa, o Flu foi com tudo para o ataque.

Joilson é expulso por cometer falta desnecessária e o São Paulo recua ainda mais.

Só da Fluminense que faz uma verdadeira blitz de bolas aéreas na defesa tricolor.

Até que em um escanteio batido pela direita, aos 47 minutos, Washington faz história.

O Fluminense vence a partida e agora está mais perto da maior conquista de sua história.

Foi merecido e emocionante.

Facebook Comments
Advertisements

59 comentários sobre “Fluminense faz história

  1. Justiceiro

    Parabéns ao Flu, mereceu mesmo.

    O fato do gol da vitória ter saído nos acréscimos foi ótimo, porque assim a dor dos são-paulinos é maior, o que torna a derrota deles ainda mais deliciosa.

  2. Ramón

    Parabéns ao Fluminense pela vitória (inesperada, pelo menos por mim).

    O SP fez o que vinha fazendo, jogou pro gasto, mas dessa vez as duas falhas do Rogério Ceni foram decisivas. Além disso, o Flu mostrou uma raça que, depois do jogo em sp, eu duvidava que essa equipe possuía.

    Quero ver o Marco Aurelio aparecer na TV agora pra reclamar da arbitragem.

  3. ZECA

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  4. Uilliam

    Caramba Paulinho, que jogo arrepiante !! E no fim a justica !! Justica porque nao podemos aturar por muito tempo equipes “enganando” o publico com futebolzinho mequetrefe. Justica porque todos tem um goleiro mas o SPFC tem um frangueiro que, precisou dele, eh frango !!

    Olha so queria saber do “etico” Muricy se o motivo da derrota agora foram os 50 mil apitos que nao o deixaram trabalhar, ou se o time nao dormiu direito….para onde vai desta vez o desvio de foco das derrotas ??

    SHOW NO MARACANA !! Se Adriano Skol merece selecao, Washington coracao de leao merece a titularidade, e o “imperador” voltara a Italia sem titulos, sem ser artilheiro de nada….otimo hein?!?

    Enfim noite perfeita que nos priva um pouco dos imberbes tricolores que frequentavam aqui apenas para encher o saco, agora acredito que para poder dizer algo, deveriam ganhar alguma coisa neh?!

  5. Marcel Gisti

    A verdade eh que Renato foi muito inteligente, escutou Luxemburgo direitinho e deu um noh no time do SPFC !!! Eh o Luxa provando que pode ganhar do sp e do pobre murici sem nem ao menos sair de casa…..Quem pode pode, quem nao pode, desvia o foco e inventa desculpas…chupa Murici que a cana eh doce !!

  6. Andrade

    3 x 1, ficou de bom tamanho para a medíocridade em campo. E o pior que este time, o queridinho da mídia, foi campeão brasileiro. Bastou elevar um pouco o nível das outras equipes, que a vila sonia não leva mais nada. É só bucha atrás de bucha…..Cadê o BOBO da corte para analisar o seu time?????

  7. Eduardo

    Ué Paulinho, nenhuma palavra sobre as falhas do R.Ceni?Saiu mal e se atrapalhou no primeiro gol, idem no terceiro, e no segundo foi patético!!Dodô “atrasou” a bola para ele e passou no meio das pernas!!!Embora tenha defendido algumas bolas boas, “enterrou” o time, e vc. que o “adora”não diz nada?Até o seu “mentor” o JK admite que ele falhou……

  8. Paulo Luciano da Silva

    Paulinho. Como pode um jogador como o Aloiso ficar no Banco do Adriano? Não tem condições. Não tem condições ele ficar no Banco do Dagoberto…

    Se o São Paulo não quer, manda para o Corinthians…

  9. maurizio

    E por jogos assim que o Rogério ceni, vai continuar sendo reserva eterno do Marcos na seleção….
    E….chora sao paulino….O Fluminense danço o Créu ontem á noite…hehehe

  10. FABIANO ROCCO

    Agora só falta o Muricy culpar o Luxemburgo pela desclassificação do São Paulo pelas dicas que deu ao Renato Gaúcho.

  11. Celso Lima

    Rogério Ceni, sempre decisivo…. kkkkkkkkk

    Foi perfeito! De novo…

    Estava sem ritmo de jogo, deixou o Bosco jogar uma…

    kkkkkk

  12. sergio murilo

    estava td certo! as manchetes estavam prontas,a midia amiga comemorava..afinal o queridinho estava na semi de mais uma libertadores… o obab oba seria gde….jornada epica,a tal estrutura,os acertos nas contratacoes,o novo tele murici ramalho(se bem que esse e correto e serio),e o planejamento entao..e o adriano imperador precisou sair daquele timinho la de milao para se recuperar nas estruturas sao paulinas..e o mac estaria ate agora falando e tripudiando os adversario..alias ontem teve reporter pedindo pra apresentador ligar no celular dele pq ele nao podia dar entrvistas…e o maior goleiro da historia do planeta entao(se bem que ele nao tem 5 jogos como titular da selecao brasileira)seria festejado como deus e o presidente diriam que ele sabe contratar e entende muito de futebol….mas como dizem futebol nem sempre vence o melhor..e nao e qu o apatico dodo chuta e o maior do planeta deixa passar entre suas pernas?que diria victor birner q diz que futebol e so competicao..podia dizer uqe tb e competicao…e esse woshigton o que ele estava fazendo no meio dos zagueiros aos 47 minutos do segundo tempo?estragou td,nao devia ter feito isso..isso nao se faz….ontem nao deu pra ouvir os ensinamento de rc e mac ..pq nas derrotas eles se escondem e a midia amiga naopertuba eles nessas ocasioes..so estava la o correto muricy……agora a realidade adriano e fabio santos termina o aluguel vao embora eo rick tem mais tempos para as baladas com os amigos.

  13. ZECA

    EI PAULINHO ACORDA PO !! DEPOIS DA LAVADA CARIOCA NO TIME MODELO ESTAMOS HA QUASE 24H ESPERANDO PRA TIRAR SARRO DOS TRICOLORR E VC SOME DO BLOG ???? O BLOG NAO FUNCIONA AOS FERIADOS ???

    PS: CRITICA CONSTRUTIVA

  14. Jair Gabriel

    Paulinho repare na organizacao de um clube de primeiro mundo nesta noticia veiculada pelo site do SPFC…veja que ao fim da nota, eles sequer sabem o que estao disputando…ficaram atordoados…perderam o rumo de casa, dizem que o aviao tomava o rumo do Ceara, mas ao chegar em Vitoria fizeram o retorno…


    Castigo no final
    São Paulo faz um grande segundo tempo, mas perde para o Fluminense e agora concentra o foco no Campeonato Brasileiro
    SPFC – 22/5/2008

    O São Paulo foi guerreiro, lutou demais, fez um grande segundo tempo e acabou castigado no finalzinho. E, com a derrota por 3 a 1 para o Fluminense, a equipe comandada por Muricy Ramalho acabou eliminada da Taça Libertadores da América. Agora, o Tricolor paulista voltará todas as suas forças para a busca do inédito hexacampeonato carioca.”

  15. Michelle

    Paulinho,

    Considerando que o site Futebol Interior fabricava boas noticias para quem lhes pagava e mas contra quem nao pagava. Apenas a dimensao era pequena, tipo 550 reais mes para falar bem do “Michael Robin”.

    Por outro lado, o SPFC perde muito mas sempre e enaltecido, o Murici falha e fala abobrinhas e sempre enaltecido, Rogerio SEMPRE franga nas partidas decisivas e SEMPRE e enaltecido, os arbitros favorecem o SP e sempre a tv diz que “atrapalharam” os tricolores.

    Pergunto, vc acha possivel que haja o mesmo esquema do futebol interior entre o SPFC e alguns orgaos de midia como Rede Globo, Band ? Acho que esta cada vez mais claro que existe, mas apenas os valores serao dimensionados de outra forma, e nao apenas com o SPFC, mas com eles sempre acontece de forma descarada. O que vc acha?

  16. geraldo lina

    parabens ao fluminense. que ganhou do SAO PAULO TRI MUNDIAL na bola, sem usar artificios extra-campo como gaz no vestiario e etc. tomara que sejam campeoes da LIBERTADORES, titulo esse que alguns clubes quase centenarios nao tem. e torco ainda pra que conquistem o mundial de clubes no Japao, assim nao terao que ficar enviando cartas pra FIFA mendingando a autorizacao pra bordar uma estrela na camisa, estrelas essas que nos temos 3 mas que infelizmente sao intranferiveis, nao fossem, eu mesmo pediria pra distribuir algumas e assim acabar com a inveja e o despeito de tantos… FORCA SAO PAULO FC, nada maior que vc. Vc e GRANDE, E ENTRE OS GRANDES ES O PRIMEIRO.

  17. carlos lopes

    O mesmos invejosos de sempre
    Pra quem naõ tem capacidade só torcendo pra outro time pra ter alegrias
    normal…..

  18. carlos lopes

    E pra quem queria interditar o morumbi a qualquer custo por causa do laser
    ontem tambem teve,e repito, o laser da distancia que estava não atrapalha em nada o jogador,é que semana passada ja tavam falando que o são paulo
    ganhou por causa do laser(sempre arrumam desculpas)
    gente patética…

  19. Fernanda

    Só o Coringão ainda não deu a sorte de pegar o São Paulo numa Libertadores…

    Senão, a gente já teria conquistado o único título importante que nos falta!

    Mas quem sabe a gente não ganha a Copa do Brasil, eles superem o trauma e consigam se classificar para a Libertadores, e, em 2009, não rola esse confronto?

  20. geraldo lina

    o dia que o corinthians ganhar uma libertadores em cima do SAO PAULO eu me filio a torcida gavioes da fiel e viro presidente desta instituicao…

  21. carlos lopes

    Quanto ao jogo.
    Foi um jogo digno de libertadores,o fluminense ganhou suado mas mereceu.
    O São Paulo,errou muitos passes,o meio de campo que não acerta.
    Embora jogando mal esse ano,continuo gostando do jogo do SP pela vontade,
    é um time lutador,mas falta algo….
    Um dos motivos que esse ano o SP não jogou praticamente duas partidas com o mesmo time.é claro que vão falar que é desculpa mas só quem acompanha o time vai ver que muitos jogadores se machucaram,nunca tem uma continuidade.
    O jogo foi bonito,o Flu martelou o SP,e pra quem acha que o Rogerio é frangueiro,pra mim o Dodo errou o chute Ele fez defesas de goleiro top,
    pelo menos duas espalmadas de ponta de dedo, uma saida fechando o gol cara a cara e um chute de fora da area do gabriel.
    Agora tem uns ali que não merecem usar a camisa do tricolor
    Joilson é um….pelamordedeus,entrou pra atrapalhar,Fabio Santos,violento
    e a bola empaca com ele..richarlison esforçado mas erra mais passe que acerta.
    O São Paulo também foi perigoso,boa parte do segundo tempo dominou
    e pra variar perdeu gols,fazer o que?Já tinha perdido no Morumbi
    e ontem foi a mesma coisa.
    e a vida continua,não é mesmo?No ano passado saimos até antes da Libertadores e fomos campeões brasileiros,aliás os atuais campeões brasileiros…acho que ainda estamos no lucro.

  22. Zeca

    Ueh…cade os superiores torcedores tricolores alessandro e denilson, ou seriam o mesmo ?? Onde estao os outros tricolores que afirmam ter o time modelo aqui no Brasil ?? Cade os argumentos agora ?? Quem Murici vai culpar ?? E o anao de jardim, o que vai dizer agora ??

    Ridiculo, chorei de rir com a derrota, com a noticia “aportuguesada” no site, com o frango do Rogerio, e com o choro da japinha tricolor na tv….

    Bem feito, descam do pedestal, o time do SPFC nada tem a mais do que os outros a nao ser protecao da midia e arrogancia !!!

    Apenas uma coisa…ganhem o que quiser, roubem o quanto quiserem, porem tradicao nao se compra com dinheiro sujo, o maior classico paulista, o mais tradicional e importante e PALMEIRAS x CORINTHIANS… talvez por isso os tricolores sao tao ressentidos, porque almejam um lugar que nao alcancarao JAMAIS !!!

    Chuuupemmm tricolores que a cana eh doce !!! hahahahahahahaha

  23. Zeca

    ahhh e carlos lopes…..com certeza estamos com inveja de ter um time eliminado de forma ridicula, no ultimo minuto, e para um time mediano como o Fluminense…

    Vc nao sabe a inveja que estou sentindo …hahahahahahahahahahahahaha

  24. Daniel

    Geraldo Lina, pare de falar imbecilidades… O são paulinho só conseguiu ganhar um título nacional em 77, e roubado contra o Galo; em 86, bi roubado contra o Guarani (vem daí que não se pode dar pênaltis contra o são paulinho); no ano passado, meteram a mão no Verdão no Palestra (gol anulado do Max), Inter (dois penais escandalosos no Beira-Rio), Goiás, Paraná etc… E jogando na DEFESA… ASSIM COMO METERAM A MÃO NO VERDÃO NA LIBERTADORES DE 2005 E TIVERAM QUE SE RETRANCAR CONTRA O MEDÍOCRE LIVERPOOL E ANULAR GOL LEGAL…

    Já o Palmeiras, que ganhou vários títulos nacionais nos anos 60 (Taça Brasil, Robertão (brasileiro)), esteve em duas finais de Libertadores JÁ NOS ANOS 60 – perdeu em 68 roubado pro Estudiantes – e é o Campeão do Século XX por todos os rankings, A ACADEMIA, o primeiro campeão mundial (GAZETA ESPORTIVA, 23/7/51: “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!”), O ÚNICO CLUBE QUE VESTIU A CAMISA DA SELEÇÃO BRASILEIRA (A ACADEMIA EM 1965, BRASIL 3 X 0 URUGUAI), o clube com o maior número de craques ao longo da história do futebol… Citarei apenas alguns: Oberdan Catani – o maior goleiro de um clube que já teve Valdir de Moraes, Leão, Velloso, Fernandez, Marcos – Djalma Santos, Djalma Dias, Waldemar Fiume, Romeu Pelicciari, Dudu, Zequinha, Julinho, o maior ponta-direita do mundo de todos os tempos, QUE CALOU UM MARACANÃ INTEIRO EM 50, EM UM BRASIL X INGLATERRA, TRANSFORMANDO AS VAIAS EM APLAUSOS, Vavá, Mazzola, Jair Rosa Pinto, Chinesinho, Servílio, Tupãzinho, César Maluco, Leivinha etc etc… Entre tantos, ainda um Divino… deixei de fora os grandes jogadores do bicampeonato paulista e brasileiro de 93/94, o supertime do paulista de 96 e outros… só mencionei alguns acima… enquanto isso, o sumpaulinho acha que raí jogava bola e que rogério é o maior goleiro de todos os tempos…

    O Palmeiras, em 1951, LEVOU UM MILHÃO DE PESSOAS ÀS RUAS PRA COMEMORAR A COPA RIO… QUEM CONHECE FUTEBOL SABE QUE FOI UM CAMPEONATO MUNDIAL… VIDE ACIMA O QUE ESTAMPOU “A GAZETA ESPORTIVA”… E o Verdão não ganhou do são paulinho na bola na semifinal do Paulista? vcs é que ganharam no primeiro jogo, com gol de mão e falta do cachaça no Pierre?

    Vá aprender história do futebol, “geraldo lina”…

    SAUDAÇÕES PALESTRINAS!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  25. Daniel

    JORGE, GENNARO E O MENINO SEM ALMA

    Desde a várzea paulistana, o berço de tudo, Jorge e Gennaro foram criados no preceito mais puro da desportividade: a disputa em nome do manto.

    Jorge, pouco mais velho, veio de família operária. Mas sua turma contava com profissionais de uma gama variada de setores, de carvoeiros, cocheiros de tílburi, alfaiates e barbeiros a advogados e professores.

    Gennaro descende de imigrantes italianos. Camponeses, artesãos, agricultores, gente de poucas posses, todos impelidos a buscar na ‘Merica uma nova vida.

    Vida que só faz sentido com um ideal à frente.

    Jorge e Gennaro nunca foram amigos. Eram, pelo contrário, rivais. Desde a mais tenra idade, sempre houve disputa entre os dois. Rivalidade sadia, pois respeitosa. E necessária, pois verdadeira e incondicional. Poderia mesmo ser chamada de “a maior do mundo”.

    Jorge foi o primeiro a trazer seus amigos operários para o futebol “grande”, aquele que se supunha de “gentlemen”, diferenciação que existia só pela graça de trazer demérito ao adjetivo “várzea” (cheio de alma, por sinal).

    Jorge pleiteou e conquistou o direito de disputar com os “gentlemen”. O povo entrava em campo.

    A abertura de espaço possibilitou à turma de Gennaro, após anos de amadorismo, ser considerada maioria em Piratininga, cidade que falava, não por acaso, com o típico sotaque de uma vila siciliana ou calabresa.

    Não demorou muito para tomarem o lugar dos que antes eram tidos como senhores do esporte bretão nesta Piratininga. Os “gentlemen” viam Gennaro e Jorge superá-los não só dentro de campo, mas também em estrutura.

    Por trás de ambos estava o povo, a razão maior do esporte bretão.

    Senhores feudais em um século que não o deles, os “gentlemen” gostavam de manter o futebol no amadorismo como maneira de esconder as gratificações que tornavam possível aliciar atletas de agremiações adversárias.

    Isso não afetava os times de Jorge e Gennaro. Desde os campos de várzea a norte e a oeste da Vila de Piratininga, prevalecia o amor ao manto. Muitos eram os admiradores, logo alçados à nobre condição de torcedores.

    Foi assim, com a força de seus povos, que sobreviveram os dois moleques da várzea paulistana. Mais até: cresceram, ganharam títulos e logo deixaram para trás os que pensavam ser nobres.

    Eis que surgiu, anos depois, um menino mimado, de linhagem rica, quatrocentona e tradicional, mas com trajetória marcada por separações, brigas e conflitos. Uma família decadente, que sempre tentou esconder seus problemas por trás de uma fachada prepotente.

    Assim, o rapazote não tinha seguidores, senão os que foram abandonados pelos clubes de chá-das-cinco, os mesmos que tinham em mente a derrocada de Jorge e Gennaro. O menino mimado era a última chance de tentarem ser algo.

    A esta altura, no entanto, ambos já haviam transcendido a armadilha imposta pelos artífices do amadorismo e engatinhavam no profissionalismo vigente.

    O menino mimado das elites veio ao mundo sem berço, sem amor e sem alma. De sua gente que virou casaca, herdou os genes oportunistas e nada mais.

    Ainda pequeno, de tudo fez para se estabelecer. Estratégias as mais sórdidas, politicagens baratas e muita arrogância serviam apenas para angariar rejeição, inclusive entre os seus.

    O moleque tentava se firmar em seu caráter capenga às custas de quem fosse. De nada adiantou; criança ainda, foi à falência.

    Sem família ou amigos, foi salvo exatamente por Jorge e Gennaro, que se uniram para ajudar o pobre coitado.

    Triste episódio.

    Mal sabia Gennaro que aquele fedelho, um dia reabilitado, seria o artífice de uma campanha difamatória contra suas origens.

    O objetivo era um só: tomar a casa construída com o suor de Gennaro e do povo que o fazia grande. É irônico que tal atitude tenha partido de alguém desprovido de berço.

    Ter o sangue do sul da Itália, no entanto, nunca foi coisa pouca. Gennaro resistiu e triunfou diante de um pirralho que, derrotado, abandonou o nobre campo de batalha municipal, à época ainda com o nome purificado.

    Tal fato se deu na mesma época em que os comparsas do menino mimado forçaram Jorge a ter como comandante um burocrata golpista, alguém que nem de suas fileiras era. O filhote dos senhores feudais deixava aflorar o seu caráter oportunista.

    Anos se passaram, e o moleque seguiu seu caminho desprezível.

    Até que, ainda jovem e com padrinhos no poder, ganhou uma enorme casa, custeada com o dinheiro de Jorge, Gennaro e de toda a coletividade.

    Manuel, diga-se de passagem, outro boleiro destas paragens, também entrou na lista dos vitimados por politicagens baratas e maracutaias.

    O rapaz sem alma foi ganhar corpo décadas depois. Em posses, nunca em caráter. Suas conquistas eram vazias, pois sem o doce sabor da superação.

    O menino ganhou o mundo, mero instrumento para a lavagem cerebral que visava ganhar apoio de cidadãos desprovidos de alma e de qualquer senso de julgamento moral.

    Dele se aproximaram as figuras mais desprezíveis.

    Aproximação não por amor, mas por interesse.

    Não aquele financeiro, típico das nossas oligarquias mais putrefatas, mas por status. Pela enganosa possibilidade de desfrutar do que a vida oferece de mais prazeroso. Sem esforço, é óbvio.

    É uma grande moleza, não?

    Os seguidores do menino mimado agem como ele. Pensam que o dinheiro pode comprar tudo e vêem a ética como um atributo pouco relevante, quase indesejável.

    Não é à toa. Ao longo de toda a história, acostumaram-se a ver todo tipo de favorecimento vindo dos canalhas de amarelo, de toga e de ternos bem cortados.

    Tampouco conhecem a própria história. Mais fácil (sempre a mesma lógica!) acreditar nas invencionices tacanhas de quem empunha um microfone ou uma caneta sem dignidade para tanto.

    Afinal, trata-se do filhinho daqueles que tomavam o chá-das-cinco no começo do século, pensando em como afastar o povo do esporte que começava a ganhar força no imaginário popular.

    Os que seguem hoje o garotinho mimado o fazem por esta necessidade de ter status, de esnobar, de mostrar o que têm e o que não têm.

    Como se preza a todo novo rico, é bom cultivar esta imagem.

    “Ter é mais importante que ser”. É como pensam os oportunistas. É como cresceu o menininho mimado, sempre cercado de bajuladores e de pessoas que se adulam nas posses e em nada mais.

    Ao ver que Jorge e Gennaro tinham o que ele não tinha, tratou de correr atrás. E o fez não como os guerreiros da várzea paulistana, mas como se preza a alguém sem história para contar.

    Como é vazio o menino mimado, tudo é adorno. Que atrai nada mais senão a soberba medrosa da necessidade de reafirmação. São badulaques que se penduraram no vazio. Um prato cheio para oportunistas.

    E os oportunistas se enfeitam, mas só enquanto for moda.

    Porque na vida há coisas que superam, e muito, a imagem.

    Os dois pioneiros do esporte bretão já viveram o ocaso, assim como as maiores glórias. Fácil nunca foi. Ficou a lição: as maiores vitórias são aquelas que acontecem após a tempestade.

    Cair, levantar e dar a volta por cima: eis a virtude dos guerreiros.

    Jorge, por exemplo, passou anos e anos sem ganhar nada. Quase na miséria, os amigos só faziam crescer, mais e mais. Tanto cresceram que protagonizaram o momento maior de sua vida. O significado disso que viveu revigorou sua alma.

    Uma nação que cresce na adversidade tem muito a contar, pois viveu intensamente. O povo confortou Jorge ao longo de décadas de sofrimento com o mesmo amor de uma mãe.

    Assim foi também com Gennaro, que, no momento mais complicado de sua caminhada, teve por perto todos os seus. Foi ao fundo do poço para então retornar nos braços de quem, por amor, o amparou.

    Para Jorge e Gennaro, sofrer faz parte das maiores conquistas.

    E o povo estará sempre por perto, seja qual for a situação.

    Ao moleque mimado, sabe-se lá o que aconteceria se chegasse ao fundo do poço.

    Dirão os oportunistas de plantão, com a empáfia que lhes é peculiar:

    “Jamais cairemos do nosso pedestal”.

    Só o tempo pode dizer.

    O que se pode ter desde agora é a certeza de que de nada vale ser sustentado por quem está ao seu lado por interesse.

    Interesse de ostentar o produto que é o mais vendido no momento, aquele que é o mais badalado, a modinha que está pegando.

    Quem vai atrás da turminha só o faz para evitar que o ponto fraco do caráter seja desmascarado por qualquer “tirador de sarro” por aí.

    Fácil é se proclamar vencedor sem enfrentar as dificuldades.

    Fácil é se afastar na hora das batalhas para só aparecer na hora da festa, proclamando algo que nunca foi e nunca será.

    Vencer é para poucos; é para quem luta.

    Especialmente na adversidade.

    Não dá para esperar isso dos acompanhantes do menino mimado, que somem ao primeiro revés.

    Quem se declara vencedor depois de estar longe por toda a batalha é, na verdade, um fraco.

    Bajular na hora da conquista é fácil; e não exige alma. A hipocrisia está em moda, infelizmente.

    Só quem luta e está presente na vitória e na derrota sabe mensurar o que é uma conquista e o que é mera propaganda.

    Só a alma detém a verdade.

    Ser parte de uma geração vitrine, que vive de ostentar aquilo que veio sem suor, é cômodo.

    Tão cômodo quanto vazio.

    E está impregnado à genética oportunista dos que não têm alma.

    Amar é sofrer.

    Amar é se doar.

    Amar é se dedicar, mais ainda nos momentos difíceis.

    Jorge e Gennaro sempre souberam disso.

    Assim foram criados.

    Esta é a lição que passaram para suas torcidas…

    ———

    Co-autoria de Rodrigo Barneschi (palmeirense) e Filipe Gonçalves (corintiano).

    Extraído do site http://forzapalestra.blogspot.com/2007/11/jorge-gennaro-e-o-menino-sem-alma.html

  26. carlos lopes

    Esse Daniel confunde história do Palmeiras com história do futebol .
    Como ele só conhece a história do Palmeiras acha que conhece a história do futebol.
    Pra incluir Cezar Maluco na lista dos maiores jogadores da históoria isso tá bem claro,não precisa dizer mais nada.
    E ainda acha que todos os titulos do São Paulo foram roubados e os do Palmeiras não…é um brincalhão..sabe tudo de futebol.

  27. carlos lopes

    Quanto ao texto de blog de palmeirense,tendencioso ao extremo
    Pra mim não condiz nem um pouco com a verdade,apenas ficção.
    Pra palmeirense e corintiano se emocionar…Ma que belo!!!

  28. carlos lopes

    E tem torcedor burro que acha que só porque o time é modelo tem que
    ganhar tudo.Se fosse assim fácil os campeonatos nem precisavam ser disputados.Tem cada um que só rindo mesmo.

  29. geraldo lina

    nos estamos em 2008 mas parece que alguns torcedores pararam nos anos 50… o velho blah, blah, blah da taca rio. o que eu acho legal e que dos grandes de sao paulo, os que mais falam sao exatamente os que nao tem um mundial… deve ser pq eles estao satisfeitos com a tal taca rio… da vontade de ter uma, mas como nao vale nada, melhor os mundiais da FIFA… 92 93 05. amanha vou mandar uma cartinha tbm pedindo a estrela nessa camisa. acho que com isso vou contribuir com a saude de uma certa parcela da populacao que tem a sindrome de dom quixote, beirando a loucura, a utopia. o desejo de ter… nos temos 3

  30. Marco

    Agora sim,depois desta vitória, passamos a 1° divisão do brasileirão, vencemos um mundial, somos imbátiveis, temos estádio, somos um clube organizadissimos, somos campeões da Libertadores e temos recalque do este sim maior de todos, pela estrutura organização (futebol não vence só com isso), planejamento (que está furado, não pode trazer tantos problemas pra um grupo, mas não há como negar, Adriano,Juninho, Joílson eram boas contratações), tem títulos e muita tradição.

    Seus invejosos, recalcados, o SP não acabou não, voltamos em breve, calma, e não precisamos fazer parcerias obscuras nem comprar campeonatos com ajuda de patrocinadoras, para nos tornarmos campeões.

    Como eu te amo tricolor,
    Como eu te amo demais,
    O dia que tu não existir,
    Não quero sorrir nunca mais,
    Tricolor tu és minha paixão,
    Tricolor tu és minha alegria,
    Tricolor tu és meu viver,
    Oh tricolor eu amo você !!!

  31. alessandro

    Nossa como tem palmeirense aqui.. Ahhh entendi, conseguiram a proeza de não se classificar pra a Libertadores jogando em casa contra o Atlético Mineiro então só lhe restam torcer para o Fluminense, entendi =)

  32. Daniel

    Carlos Lopes, não falei que história do Campeão do século XX é a história do futebol… Mas é inegável, como se vê por alguns jogadores que citei, que o Palmeiras é o clube com o maior número de craques na história do futebol brasileiro… Vc já ouviu falar do César Maluco, que marcou 180 gols pelo Palmeiras? Que era um grande centroavante? Vcs acham que o medíocre raí é craque… Vc não conhece nada de história do futebol…

    SAUDAÇÕES PALESTRINAS!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  33. Daniel

    carlos lopes, conheço muito sobre futebol, o que não se pode dizer de vc… Não falei que todos os títulos do são paulinho foram roubados, MAS OS QUE CITEI FORAM, COMPROVADAMENTE…

    AVE, PALESTRA!
    AVANTE, ACADEMIA!
    NOVAMENTE 1942!

  34. Daniel

    geraldo lina, deixe de ser imbecil… A COPA RIO É UM CAMPEONATO MUNDIAL, VÁ PESQUISAR… O Palmeiras, em 1951, LEVOU UM MILHÃO DE PESSOAS ÀS RUAS PRA COMEMORAR A COPA RIO… QUEM CONHECE FUTEBOL SABE QUE FOI UM CAMPEONATO MUNDIAL… GAZETA ESPORTIVA, 23/7/51: “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!”… Carro de som da Jovem Pan durante a comemoração: “A RÁDIO PANAMERICANA SAÚDA OS CAMPEÕES DO MUNDO”… Público do Maracanã, com apoio da torcida carioca: 100.093… O Campeão do Século foi, de fato e com um timaço, o primeiro campeão mundial… Já outros têm de ganhar do jeito que falei…

    Se vc insistir, saberemos que realmente é um idiota que além de não conhecer sobre futebol não consegue entender textos…

    SAUDAÇÕES PALESTRINAS!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  35. geraldo lina

    bom, como eu sou um TRI-MUNDIAL, nao vou devolver as palavras ofensivas no mesmo nivel. peco apenas ao PAULINHO dono do blog que tome as devidas providencias. quanto ao conteudo do texto ( note que eu nem cito nomes aqui ), meu comentario e o seguinte. a suspeita que eu tinha de uma parcela da populacao ter problemas de sindrome de dom quixote acaba de se transformar em conviccao, dada a reacao tao explosiva deste utopico senhor, nao me restam mais duvidas de que minha teoria e realmente uma verdade. no estado de sao paulo, apenas 3 clubes sao campeoes do mundo, santos, SAO PAULO e corinthians. que tal uma cartinha pra FIFA pra confirmar ??? abracos

  36. Donizete

    Aos torcedore tricolores, que pensam que o time não precisa de parcerias, estão muito mal informados. Os melhores jogadores do time, pertencem ( e há muito tempo) a empresários, enquanto outros são emprestados e não tem identidade nenhuma com o time ( vide Imperador, Carlos Alberto e Fábio Santos ). O Breno, pertencia ao Grupo Sondas. O Hernanes, uma parte do passe, pertence a Traffic. Não dá mais para ter um bom time, somente com os recursos da renda e da TV. ACORDEM.

  37. Donizete

    As 3 Libertadores ganhas pelo Tricolor, foram contra times pequenos, senão vejamos : Nell OLd Boys, Universidad católica do Chile e Atlético Paranaense. Quando pegou time grande foi eliminado, senão vejamos : Gremio, INTER e Fluminense.

  38. Marco

    Em 1995, 1996, 1997, o SBT proporcionou um torneio amistoso chamado Copa dos Campeões Mundiais, engraçado não vi o Palmeiras, ué não foi campeão mundial de 1951?

    Parece que agora farão o Copa Fax, vão participar Palmeiras, Spiral , Faxprint e Profax, apenas empresas que tratam com fax. E o troféu uma lindíssima bobina para fax.Genial, claro vai passas na tv da Traffic com o Luciano do Valle defendendo muito o Palmeiras pra não perder o emprego.

  39. Zeca

    Geraldo, Marco, Alessandro…

    Baxa a bolinha…”eu sou” “meu time eh”

    Mano…a unica coisa que vcs sao no momento eh E-L-I-M-I-N-A-D-O !!!

    A outra coisa que vcs sao, nao posso falar aqui, entendeu ou quer que eu desenhe ?? (Sim, pq depois dessa do site…vai saber neh?!)

  40. Marco

    Poxa acabei de entrar no site da FIFA não vi o título do Palmeiras lá.

    Qto aos títulos da libertadores, também acho que o São Paulo não ganhou de ninguém, verdade, só pegou time sem vergonha. Palmeiras, Criciúma, Nacional de Montevidéu, vejamos outra façanha, Marcos o melhor goleiro de todos os tempos, não falha nunca, tá certo, valeu Keane, valeu Giggs, dá-lhe Manchester.

    Título mundial o São Paulo não ganhou de ninguém, só dos Super Campeões, MIlan, Barcelona e Liverpool, vou dizer novamente, Ganhou, esses times são horríveis mesmo.

    Bom mesmo é o ASA de Arapiraca (com todo respeito, adversário digno dos torcedores palmeirenses que temos aqui), o Flu, o Inter, o Grêmio, são clubes de qualidade, que venceram o SP com futebol, foram melhores, mas não esqueçamos dos nossos antigos fregueses de libertadores. Segura o time da Traffic.

    Mas nos vemos na Libertadores novamente (ainda bem, mais uma fase garantida)

  41. Marco

    Qdo pegamos time grande perdemos: Grêmio, Inter, Fluminense
    Qdo pegamos time grande ganhamos: River( campeão mundial), Nacional(3vezes campeão Mundial), Flamengo (campeão mundial)
    Qdo pegamos times pequenos ganhamos: Palmeiras (freguês), Universidad Católica, Atlético PR

  42. Marco

    Poxa é mesmo a única coisa que somos agora é atual campeão brasileiro, que chato né.

    E ano que vem que venham os fregueses do estadio da fumaça

  43. carlos lopes

    O Marco disse tudo…ninguém conhece a historia do São Paulo e fica falando….times pequenos…como se fosse fácil ganhar uma Libertadores.
    só pra lembrar eliminamos o River na semifinal de 2005,ganhamos lá e aqui.
    E o mundial ganhamos de Barcelona,Milan e Liverpool.Todos times pequenos.
    O daniel insiste que o SP “ganhou roubado COMPROVADAMENTE”…
    Comprovado por quem?por vc?A velha mania de usar palavras definitivas como se fosse a verdade absoluta.Achar que o Liverpool era um lixo..O fluminense mediano.
    Quero ver um time no Brasil que está acima de mediano.Na América Latina
    só o Boca.
    Vocês tão de brincadeira

    “Vc já ouviu falar do César Maluco, que marcou 180 gols pelo Palmeiras? Que era um grande centroavante? Vcs acham que o medíocre raí é craque… Vc não conhece nada de história do futebol…”

    Quanto a essa pergunta posso te responder,claro que conheço.
    Eu vi ele jogar muitas vezes e no estádio..e sempre achei ele um centro avante trombador só…se vc considera ele entre os melhores do Brasil
    eu colocaria o Terto,tá no mesmo nível…O Toninho Guerreiro por exemplo
    já ouviu falar?São da mesma época.
    Voce chega ao cumulo de falar que o Palmeiras é o time que tem maior número de craques de todos os tempos comprovadamente,inegável….hahaha.Nem vou fazer minha lista que não vale a pena e pra não ficar chato.
    Só você acha,nem o mais fanático palmeirense já tinha pensado nessa besteira.Achar Rai mediocre é piada,realmente você sabe tudo de futebol mesmo.
    E o resto normal…uns são eliminados pelo mediano Flu outros pelo abaixo da média Sport,tá tudo em casa.

  44. Daniel

    carlos lopes, raí, dos carrinhos por trás, não era medíocre? vc é que conhece de futebol… rs veja os jogadores do Palmeiras que citei… o raí não é nada perto deles… Do futebol brasileiro, o Palmeiras é, sim, o time com o maior número de craques ao longo da história… mas vc deve conhecer, como todo sumpaulino, de anos 90 pra cá… Mais uma vez não apresentou argumentos…

    e pro tal do marco (nome italiano??), grande coisa o site da FIFA… ganhar nas coxas ou no apito qualquer merda ganha, até o são paulinho… Ganhou do Liverpool, que era um time mediano, EM VERGONHOSA RETRANCA, APÓS TEREM PENADO CONTRA UM TIME ÁRABE, ASSIM COMO DO MILAN… Mas pra vcs vale tudo… vide abaixo:

    ” Palmeiras, que ganhou vários títulos nacionais nos anos 60 (Taça Brasil, Robertão (brasileiro)), esteve em duas finais de Libertadores JÁ NOS ANOS 60 – perdeu em 68 roubado pro Estudiantes – e é o Campeão do Século XX por todos os rankings, A ACADEMIA, o primeiro campeão mundial (GAZETA ESPORTIVA, 23/7/51: “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!”), O ÚNICO CLUBE QUE VESTIU A CAMISA DA SELEÇÃO BRASILEIRA (A ACADEMIA EM 1965, BRASIL 3 X 0 URUGUAI)”…

    Contra fatos não há argumentos… Estou falando de futebol bem jogado, não de libertadores e mundiais na defesa e no apito…

    AVE, PALESTRA!
    AVANTE, ACADEMIA!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, AQUI É PALMEIRAS!

  45. Daniel

    E realmente será mais uma fase garantida pra vcs, concordo… Se nos roubarem como em 2005 e 2006… Mas, tudo bem… Vcs acham que é bonito se retrancar contra o mediano liverpool, contra o milan, ganhar libertadores de qualquer maneira… Já o palmeirense torce para a ETERNA ACADEMIA… CAMPEÃO DO SÉCULO XX POR TODOS OS RANKINGS… e vcs têm de falar de libertadores e mundiais ganhos na defesa ou no apito…

    AGORA, CHEGA DE PALHAÇADA… VCS NÃO REFUTARAM NADA QUE FALEI SOBRE HISTÓRIA DO FUTEBOL, SOBRE A HISTÓRICA SUPERIORIDADE DO VERDÃO SOBRE O MEDÍOCRE SÃO PAULINHO… E VIVA 1942!

    AVE, PALESTRA!
    AVANTE, ACADEMIA!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, AQUI É PALMEIRAS!

  46. Daniel

    Infelizmente, como não querem entender – e não podem refutar -, repito…

    O são paulinho só conseguiu ganhar um título nacional em 77, e roubado contra o Galo; em 86, bi roubado contra o Guarani (vem daí que não se pode dar pênaltis contra o são paulinho); no ano passado, meteram a mão no Verdão no Palestra (gol anulado do Max), Inter (dois penais escandalosos no Beira-Rio), Goiás, Paraná etc… E jogando na DEFESA… ASSIM COMO METERAM A MÃO NO VERDÃO NA LIBERTADORES DE 2005 E TIVERAM QUE SE RETRANCAR CONTRA O MEDÍOCRE LIVERPOOL E ANULAR GOL LEGAL…

    Já o Palmeiras, que ganhou vários títulos nacionais nos anos 60 (Taça Brasil, Robertão (brasileiro)), esteve em duas finais de Libertadores JÁ NOS ANOS 60 – perdeu em 68 roubado pro Estudiantes – e é o Campeão do Século XX por todos os rankings, A ACADEMIA, o primeiro campeão mundial (GAZETA ESPORTIVA, 23/7/51: “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!”), O ÚNICO CLUBE QUE VESTIU A CAMISA DA SELEÇÃO BRASILEIRA (A ACADEMIA EM 1965, BRASIL 3 X 0 URUGUAI), o clube com o maior número de craques ao longo da história do futebol… Citarei apenas alguns: Oberdan Catani – o maior goleiro de um clube que já teve Valdir de Moraes, Leão, Velloso, Fernandez, Marcos – Djalma Santos, Djalma Dias, Waldemar Fiume, Romeu Pelicciari, Dudu, Zequinha, Julinho, o maior ponta-direita do mundo de todos os tempos, QUE CALOU UM MARACANÃ INTEIRO EM 50, EM UM BRASIL X INGLATERRA, TRANSFORMANDO AS VAIAS EM APLAUSOS, Vavá, Mazzola, Jair Rosa Pinto, Chinesinho, Servílio, Tupãzinho, César Maluco, Leivinha etc etc… Entre tantos, ainda um Divino… deixei de fora os grandes jogadores do bicampeonato paulista e brasileiro de 93/94, o supertime do paulista de 96 e outros… só mencionei alguns acima… enquanto isso, o sumpaulinho acha que raí jogava bola e que rogério é o maior goleiro de todos os tempos…

    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  47. Daniel

    geraldo lina, antes de falar em síndrome de Dom Quixote, pesquise sobre a Copa Rio… Aí parará de falar mentiras e imbecilidades… Verá quem é o PRIMEIRO CAMPEÃO DO MUNDO… VEJA QUAIS AS CAPAS DE “A GAZETA ESPORTIVA” DE 23 E 24 DE JULHO DE 1951, QUANTAS PESSOAS FORAM ÀS RUAS PARA COMEMORAR UM TÍTULO QUE DESINFORMADOS DIZEM QUE NÃO É MUNDIAL… quem nunca foi nada, que não tem a nossa história, a nossa quantidade de grandes craques, precisam falar de mundiais ganhos mediocremente ou no apito…

    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  48. Daniel

    E, como vc, geraldo, realmente não entende o que lê, segue abaixo:

    “A COPA RIO É UM CAMPEONATO MUNDIAL, VÁ PESQUISAR… O Palmeiras, em 1951, LEVOU UM MILHÃO DE PESSOAS ÀS RUAS PRA COMEMORAR A COPA RIO… QUEM CONHECE FUTEBOL SABE QUE FOI UM CAMPEONATO MUNDIAL… GAZETA ESPORTIVA, 23/7/51: “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!”… Carro de som da Jovem Pan durante a comemoração: “A RÁDIO PANAMERICANA SAÚDA OS CAMPEÕES DO MUNDO”… Público do Maracanã, com apoio da torcida carioca: 100.093… O Campeão do Século foi, de fato e com um timaço, o primeiro campeão mundial… Já outros têm de ganhar do jeito que falei…

    Se vc insistir, saberemos que realmente é um idiota que além de não conhecer sobre futebol não consegue entender textos…”

    SAUDAÇÕES PALESTRINAS!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  49. Daniel

    JORGE, GENNARO E O MENINO SEM ALMA

    Desde a várzea paulistana, o berço de tudo, Jorge e Gennaro foram criados no preceito mais puro da desportividade: a disputa em nome do manto.

    Jorge, pouco mais velho, veio de família operária. Mas sua turma contava com profissionais de uma gama variada de setores, de carvoeiros, cocheiros de tílburi, alfaiates e barbeiros a advogados e professores.

    Gennaro descende de imigrantes italianos. Camponeses, artesãos, agricultores, gente de poucas posses, todos impelidos a buscar na ‘Merica uma nova vida.

    Vida que só faz sentido com um ideal à frente.

    Jorge e Gennaro nunca foram amigos. Eram, pelo contrário, rivais. Desde a mais tenra idade, sempre houve disputa entre os dois. Rivalidade sadia, pois respeitosa. E necessária, pois verdadeira e incondicional. Poderia mesmo ser chamada de “a maior do mundo”.

    Jorge foi o primeiro a trazer seus amigos operários para o futebol “grande”, aquele que se supunha de “gentlemen”, diferenciação que existia só pela graça de trazer demérito ao adjetivo “várzea” (cheio de alma, por sinal).

    Jorge pleiteou e conquistou o direito de disputar com os “gentlemen”. O povo entrava em campo.

    A abertura de espaço possibilitou à turma de Gennaro, após anos de amadorismo, ser considerada maioria em Piratininga, cidade que falava, não por acaso, com o típico sotaque de uma vila siciliana ou calabresa.

    Não demorou muito para tomarem o lugar dos que antes eram tidos como senhores do esporte bretão nesta Piratininga. Os “gentlemen” viam Gennaro e Jorge superá-los não só dentro de campo, mas também em estrutura.

    Por trás de ambos estava o povo, a razão maior do esporte bretão.

    Senhores feudais em um século que não o deles, os “gentlemen” gostavam de manter o futebol no amadorismo como maneira de esconder as gratificações que tornavam possível aliciar atletas de agremiações adversárias.

    Isso não afetava os times de Jorge e Gennaro. Desde os campos de várzea a norte e a oeste da Vila de Piratininga, prevalecia o amor ao manto. Muitos eram os admiradores, logo alçados à nobre condição de torcedores.

    Foi assim, com a força de seus povos, que sobreviveram os dois moleques da várzea paulistana. Mais até: cresceram, ganharam títulos e logo deixaram para trás os que pensavam ser nobres.

    Eis que surgiu, anos depois, um menino mimado, de linhagem rica, quatrocentona e tradicional, mas com trajetória marcada por separações, brigas e conflitos. Uma família decadente, que sempre tentou esconder seus problemas por trás de uma fachada prepotente.

    Assim, o rapazote não tinha seguidores, senão os que foram abandonados pelos clubes de chá-das-cinco, os mesmos que tinham em mente a derrocada de Jorge e Gennaro. O menino mimado era a última chance de tentarem ser algo.

    A esta altura, no entanto, ambos já haviam transcendido a armadilha imposta pelos artífices do amadorismo e engatinhavam no profissionalismo vigente.

    O menino mimado das elites veio ao mundo sem berço, sem amor e sem alma. De sua gente que virou casaca, herdou os genes oportunistas e nada mais.

    Ainda pequeno, de tudo fez para se estabelecer. Estratégias as mais sórdidas, politicagens baratas e muita arrogância serviam apenas para angariar rejeição, inclusive entre os seus.

    O moleque tentava se firmar em seu caráter capenga às custas de quem fosse. De nada adiantou; criança ainda, foi à falência.

    Sem família ou amigos, foi salvo exatamente por Jorge e Gennaro, que se uniram para ajudar o pobre coitado.

    Triste episódio.

    Mal sabia Gennaro que aquele fedelho, um dia reabilitado, seria o artífice de uma campanha difamatória contra suas origens.

    O objetivo era um só: tomar a casa construída com o suor de Gennaro e do povo que o fazia grande. É irônico que tal atitude tenha partido de alguém desprovido de berço.

    Ter o sangue do sul da Itália, no entanto, nunca foi coisa pouca. Gennaro resistiu e triunfou diante de um pirralho que, derrotado, abandonou o nobre campo de batalha municipal, à época ainda com o nome purificado.

    Tal fato se deu na mesma época em que os comparsas do menino mimado forçaram Jorge a ter como comandante um burocrata golpista, alguém que nem de suas fileiras era. O filhote dos senhores feudais deixava aflorar o seu caráter oportunista.

    Anos se passaram, e o moleque seguiu seu caminho desprezível.

    Até que, ainda jovem e com padrinhos no poder, ganhou uma enorme casa, custeada com o dinheiro de Jorge, Gennaro e de toda a coletividade.

    Manuel, diga-se de passagem, outro boleiro destas paragens, também entrou na lista dos vitimados por politicagens baratas e maracutaias.

    O rapaz sem alma foi ganhar corpo décadas depois. Em posses, nunca em caráter. Suas conquistas eram vazias, pois sem o doce sabor da superação.

    O menino ganhou o mundo, mero instrumento para a lavagem cerebral que visava ganhar apoio de cidadãos desprovidos de alma e de qualquer senso de julgamento moral.

    Dele se aproximaram as figuras mais desprezíveis.

    Aproximação não por amor, mas por interesse.

    Não aquele financeiro, típico das nossas oligarquias mais putrefatas, mas por status. Pela enganosa possibilidade de desfrutar do que a vida oferece de mais prazeroso. Sem esforço, é óbvio.

    É uma grande moleza, não?

    Os seguidores do menino mimado agem como ele. Pensam que o dinheiro pode comprar tudo e vêem a ética como um atributo pouco relevante, quase indesejável.

    Não é à toa. Ao longo de toda a história, acostumaram-se a ver todo tipo de favorecimento vindo dos canalhas de amarelo, de toga e de ternos bem cortados.

    Tampouco conhecem a própria história. Mais fácil (sempre a mesma lógica!) acreditar nas invencionices tacanhas de quem empunha um microfone ou uma caneta sem dignidade para tanto.

    Afinal, trata-se do filhinho daqueles que tomavam o chá-das-cinco no começo do século, pensando em como afastar o povo do esporte que começava a ganhar força no imaginário popular.

    Os que seguem hoje o garotinho mimado o fazem por esta necessidade de ter status, de esnobar, de mostrar o que têm e o que não têm.

    Como se preza a todo novo rico, é bom cultivar esta imagem.

    “Ter é mais importante que ser”. É como pensam os oportunistas. É como cresceu o menininho mimado, sempre cercado de bajuladores e de pessoas que se adulam nas posses e em nada mais.

    Ao ver que Jorge e Gennaro tinham o que ele não tinha, tratou de correr atrás. E o fez não como os guerreiros da várzea paulistana, mas como se preza a alguém sem história para contar.

    Como é vazio o menino mimado, tudo é adorno. Que atrai nada mais senão a soberba medrosa da necessidade de reafirmação. São badulaques que se penduraram no vazio. Um prato cheio para oportunistas.

    E os oportunistas se enfeitam, mas só enquanto for moda.

    Porque na vida há coisas que superam, e muito, a imagem.

    Os dois pioneiros do esporte bretão já viveram o ocaso, assim como as maiores glórias. Fácil nunca foi. Ficou a lição: as maiores vitórias são aquelas que acontecem após a tempestade.

    Cair, levantar e dar a volta por cima: eis a virtude dos guerreiros.

    Jorge, por exemplo, passou anos e anos sem ganhar nada. Quase na miséria, os amigos só faziam crescer, mais e mais. Tanto cresceram que protagonizaram o momento maior de sua vida. O significado disso que viveu revigorou sua alma.

    Uma nação que cresce na adversidade tem muito a contar, pois viveu intensamente. O povo confortou Jorge ao longo de décadas de sofrimento com o mesmo amor de uma mãe.

    Assim foi também com Gennaro, que, no momento mais complicado de sua caminhada, teve por perto todos os seus. Foi ao fundo do poço para então retornar nos braços de quem, por amor, o amparou.

    Para Jorge e Gennaro, sofrer faz parte das maiores conquistas.

    E o povo estará sempre por perto, seja qual for a situação.

    Ao moleque mimado, sabe-se lá o que aconteceria se chegasse ao fundo do poço.

    Dirão os oportunistas de plantão, com a empáfia que lhes é peculiar:

    “Jamais cairemos do nosso pedestal”.

    Só o tempo pode dizer.

    O que se pode ter desde agora é a certeza de que de nada vale ser sustentado por quem está ao seu lado por interesse.

    Interesse de ostentar o produto que é o mais vendido no momento, aquele que é o mais badalado, a modinha que está pegando.

    Quem vai atrás da turminha só o faz para evitar que o ponto fraco do caráter seja desmascarado por qualquer “tirador de sarro” por aí.

    Fácil é se proclamar vencedor sem enfrentar as dificuldades.

    Fácil é se afastar na hora das batalhas para só aparecer na hora da festa, proclamando algo que nunca foi e nunca será.

    Vencer é para poucos; é para quem luta.

    Especialmente na adversidade.

    Não dá para esperar isso dos acompanhantes do menino mimado, que somem ao primeiro revés.

    Quem se declara vencedor depois de estar longe por toda a batalha é, na verdade, um fraco.

    Bajular na hora da conquista é fácil; e não exige alma. A hipocrisia está em moda, infelizmente.

    Só quem luta e está presente na vitória e na derrota sabe mensurar o que é uma conquista e o que é mera propaganda.

    Só a alma detém a verdade.

    Ser parte de uma geração vitrine, que vive de ostentar aquilo que veio sem suor, é cômodo.

    Tão cômodo quanto vazio.

    E está impregnado à genética oportunista dos que não têm alma.

    Amar é sofrer.

    Amar é se doar.

    Amar é se dedicar, mais ainda nos momentos difíceis.

    Jorge e Gennaro sempre souberam disso.

    Assim foram criados.

    Esta é a lição que passaram para suas torcidas…

    ———-

    Co-autoria de Rodrigo Barneschi (palmeirense) e Filipe Gonçalves (corintiano).

    Extraído do site http://forzapalestra.blogspot.com/2007/11/jorge-gennaro-e-o-menino-sem-alma.html

  50. Carlos Lopes

    Coitado desse Daniel…
    ganhou mundial por fax e fica repetindo posts e não ouve ninguém
    quer estar acima da verdade,dá pena de ver um cara tão fora da realidade
    O que faz o fanatismo…fica repetindo posts pra se sentir importante pra ver
    se os outros acreditam nas suas sandices.Que cara chato.
    Colocar Cezar Maluco,Djalma Dias como os melhores de todos os tempo é piada.Eu vi esses malas jogarem e repito eram medianos.
    Se vc quizer posso citar 20 centro avantes melhores que o cezar maluco
    è muito fanatismo,Rai o rei do carrinho por tras..mais uma das suas piadas de mal gosto
    E fica repetindo(já que não sabe ler ou lê só o que interessa)que ninguém refuta o que ele escreve.O fanatismo cega…não deixa o cara ter uma visão geral,ele só ve o timinho dele.Aquele que até outro dia tava na segunda divisão.Voce é o cara mais chato que aparece aqui no blog,repetitivo,quer ser o dono da verdade, um mala sem alça.

  51. Daniel

    Coitado é vc, carlos lopes, lininho fanático… vc é mala sem alça, não refutou em nenhum momento o que mostrei… Falei de futebol bem jogado, de glórias, de alguns dos grandes jogadores do time que é o que teve o maior número de craques na história do futebol brasileiro…

    VC SÓ SABE FALAR DE TÍTULO POR FAX… VÁ PESQUISAR SOBRE A COPA RIO EM VEZ DE FALAR IDIOTICE… FALA QUE SOU FANÁTICO PORQUE NÃO TEM ARGUMENTOS PRA RECHAÇAR TUDO O QUE EU DISSE… VC É BURRO, NÃO FALEI QUE CÉSAR MALUCO É UM DOS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS, MAS ERA UM ÓTIMO JOGADOR… BOM, VC ACHA QUE RAÍ, QUE REALMENTE SEMPRE DEU CARRINHOS DESLEAIS, ERA CRAQUE… DEVE ACHAR QUE O ADRIANO CACHAÇA É UM GRANDE CENTROAVANTE… SUA FALTA DE ARGUMENTOS É LAMENTÁVEL, LIMITA-SE A DIZER QUE SOU FANÁTICO…

    SE PEGOU NO CÉSAR MALUCO… PODE RETIRÁ-LO DA LISTA, O PALMEIRAS CONTINUA SENDO O CLUBE BRASILEIRO COM MAIOR NÚMERO DE CRAQUES AO LONGO DA HISTÓRIA… NÃO SOU CHATO, SOU UM FODALHÃO, VC É QUE NÃO TEM O QUE FALAR E APELA FALANDO DE FANATISMO ETC…

    Enquanto vcs têm de falar apenas de libertadores ganhas mediocremente ou no apito, além de mundiais retrancados contra um mediano Liverpool (três gols!!!) e Milan, O PALMEIRAS:

    ganhou vários títulos nacionais nos anos 60 (Taça Brasil, Robertão (brasileiro)), esteve em duas finais de Libertadores JÁ NOS ANOS 60 – perdeu em 68 roubado pro Estudiantes;

    é o Campeão do Século XX por todos os rankings;

    É A ACADEMIA;

    o primeiro campeão mundial (GAZETA ESPORTIVA, 23/7/51: “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!”);

    O ÚNICO CLUBE QUE VESTIU A CAMISA DA SELEÇÃO BRASILEIRA (A ACADEMIA EM 1965, BRASIL 3 X 0 URUGUAI).

    FATOS… FALAR QUE A COPA RIO, QUE LEVOU UM MILHÃO DE PESSOAS ÀS RUAS PRA COMEMORAR – Gazeta Esportiva, 23/7/51; “PALMEIRAS, CAMPEÃO DO MUNDO!” -, É UM MUNDIAL DE FAX É QUE É FANATISMO… OU IMBECILIDADE…

    AVE, PALESTRA!
    AVANTE, ACADEMIA!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  52. Marcelo

    Em 1950, um milhao de pessoas nas ruas!!!!…..Caramba, São Paulo tinha 2,5 milhoes, difícil de acreditar!!!!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: