Advertisements
Blog do Paulinho

As cadeiras do Pacaembu

São chocantes, sob aspectos diversos, as imagens e informações recentes que cercam a concessão do estádio do Pacaembu.

Ontem, as cadeiras numeradas – arrancadas, meses atrás, sob protestos populares -, eram encontradas como mercadorias vendidas numa rede de móveis que atende a classe média.

Os preços variavam entre R$ 1,4 mil e R$ 1,6 mil.

Digamos, em hipótese – porque não se sabe ao certo quantas sobraram -, que, se 10 mil cadeiras estiverem em condições de comercialização, a arrecadação poderia atingir R$ 15 milhões.

Não é irrelevante.

As primeiras divagações jurídicas em torno do assunto apontam para a legalidade da operação.

Pode até ser, mas, evidentemente, existe um ar de ‘esperteza’ pairando no entorno da Praça Charles Muller.

O poder público tinha ciência deste planejamento comercial quando da concessão?

Para minimizar os efeitos da reprovação popular, os envolvidos alegam que as vendas abastecerão os caixas da ‘Fundação Gol de Letra’, que tem como proprietários os ex-jogadores Raí e Leonardo.

Tratar-se-ia, ao que parece, de meia verdade.

É óbvio que a loja não se engajaria no projeto sem que houvesse o mínimo de lucratividade, assim como é pouco provável que, deste montante, intermediários e incentivadores da ideia sairiam da empreitada com bolsos desabastecidos.

A ‘Gol de Letra’ pode até receber uma fatia, mas não o bolo inteiro.

Essa gente do Pacaembu seria capaz, inclusive, de incluí-la no negócio apenas para desviar o foco das atenções, calculando sobre o exorbitante preço do artefato percentual de perda que gerasse impacto mínimo para o objetivo previsto pelos demais.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “As cadeiras do Pacaembu

  1. guest

    Engraçado que o Ministério Público se envolve em cada coisa minúscula, mas no Pacaembu…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: