Advertisements
Blog do Paulinho

FPF proíbe manifestações políticas de árbitros

Ana Paula de Oliveira

Em manifestação interna, a Federação Paulista de Futebol proibiu que os árbitros manifestem-se, publicamente, sobre política.

A ‘repassadora’ do recado foi Ana Paula de Oliveira, gestora do departamento na FPF.

Trata-se de uma censura seletiva.

Recentemente, o presidente do SAFESP, Aurélio Sant’Anna Martins, concorreu ao cargo de vereador em Jacareí (foi derrotado) e sua vice, Regildência, participou da campanha, sem que a Federação a admoestasse.

Pelo contrário.

Regildência, ilegalmente – por conta do Estatuto do Sindicato – seguiu sendo escalada para as partidas e, mais recentemente, foi ‘promovida’ à Comissão de Arbitragem da CBF.

A gestão do SAFESP tem interesses – nem sempre convergentes com os dos árbitros – alinhados aos de Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, que passou a comandar, informalmente, a CBF, através do preposto Ednaldo, que exerce o cargo oficialmente.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “FPF proíbe manifestações políticas de árbitros

  1. guest

    Por que “censura”?
    Imagine um policial trabalhando sem uniforme… pode?
    Se essas pessoas querem se manifestar politicamente estão livres para isso, basta não serem árbitros (aliás, o próprio termo “árbitro” sugere alguém isento, independente, obviamente sem pendores políticos que afete sua atuação).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: