Advertisements
Blog do Paulinho

O Sindicato e a farra da Casa Bandida

Em arranjo promovido pelo investigado em CPIs e também por MPs, Reynaldo Buzzoni, diretor de registros da CBF – que segue permanecendo no cargo independentemente de quem seja o presidente -, por óbvio, a pedido de seu atual dono, Marco Polo Del Nero, o Sindeclubes elegerá, em chapa única, seis representantes da CBF.

São eles: Manoel Flores, Gilnei Botrel, o próprio Reynaldo Buzzoni, Fernando França, Marcelo José Fernandes Lopes e Nilo Francisco da Penha.

Em consequência, nenhum deles poderá ser demitido da Casa Bandida pelos próximos três anos, por conta de imunidade sindical.

Com a manobra, Del Nero garante, em caso de virada de mesa na CBF, homens de confiança na entidade.

Principalmente Fernando França, apontado como mentor, por alguns, de manobras virtuais de ‘arapongagem’ contra adversários, aliados e até mesmo com as namoradas do capo da Casa Bandida.

Os seis garantem também salários que atingem R$ 87 mil mensais, cada.

Há quem diga que com a obrigação de ‘presentear’ Del Nero, que, há algum tempo, tem gastado mais dinheiro com tratamento médico – está com leucemia – do que nas distrações adolescentes.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: