Advertisements

Domínios da Arena de Itaquera estão em nome da Hypera, não do Corinthians

Junior (Hypera Pharma)

Desde a última semana, todos os domínios de internet da Arena de Itaquera passaram a pertencer à Hypera Pharma, empresa que comprou os naming-rights do estádio, apesar de não haver, ainda, comprovação de pagamento.

O pedido foi acatado pela Justiça.

Assim que citadas, as empresas Fênix Informação Tecnologia Ltda (Registrocom.com), Tucows Inc e Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, terão que formalizar a transferência.

Os endereços são: ‘arenaneoquimica.com’, ’neoquimicaarena.com’, ’arenaneoquimica.com.br’ e ’neoquimicaarena.com.br’.

Trata-se de procedimento controverso, levando-se em consideração que a Hypera teria direito, segundo informações divulgadas – porque o contrato permanece na clandestinidade -, apenas a nomear o estádio, não a ter propriedade sobre seus ativos.

Um domínio de internet com o nome da Arena, até porque possui valor de mercado, deveria ser de propriedade do Corinthians ou do Fundo gestor do empreendimento.

Não há, na ação, qualquer movimentação em defesa dos interesses do clube.

Talvez por conta dessa controvérsia, este caso, em tese, simples do judiciário, está escondido sob a proteção do ‘segredo de justiça’.

Facebook Comments
Advertisements

2 comentários sobre “Domínios da Arena de Itaquera estão em nome da Hypera, não do Corinthians

  1. guest

    Os domínios citados tem “NeoQuímica” no nome, marca da Hypera Farma, logo o Corinthians ou o Fundo não têm direitos sobre eles. Estranho seria se a Hypera tivesse ganho uma disputa pela URL “ArenaCorinthians”, por exemplo.
    Aliás o neoquimicaarena.com.br está expirado, como mostra consulta em https://registro.br/tecnologia/ferramentas/whois/?search=neoquimicaarena.com.br
    Já o arenaneoquimica.com.br está em nome de um certo Jonas Eduardo dos Santos, CPF 405.082.998-37, detentor de 9 (!) domínios, conforme https://registro.br/tecnologia/ferramentas/whois/?search=arenaneoquimica.com.br
    Não é incomum pessoas registrarem domínios para tentarem vendê-los aos naturais interessados… tem até uma atriz da Globo que passa por isso há anos e não consegue apropriar-se de um domínio com seu próprio nome.

  2. MMM

    Concordo com o comentário acima. Só haveria problema se a Hypera registrasse algo como “ArenaCorinthians”, por exemplo. Mas o nome “Neo Química” pertence ä Hypera, onde quer que esteja estampado. Nada de mais neste caso.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: