Advertisements

Nova bandalha bolsonarista

Da FOLHA

Por ALVARO COSTA E SILVA

Presidente quer legislar sobre o direito de mentir, ofender, destilar ódio e praticar crimes na internet

A língua da mentira nem teve tempo de lamber as feridas da derrota na Câmara. Mal o voto impresso foi arquivado, Bolsonaro tem uma nova bandeira —uma nova bandalha— para enrolar os brasileiros, conspirar contra as instituições, gastar um bilhão com o centrão e fugir dos problemas concretos que afligem o país (desemprego, carestia, vacinação atrasada).

O espetáculo do golpe não pode parar. Novo projeto de lei será enviado ao Congresso proibindo que empresas de tecnologia e redes sociais removam conteúdo de suas páginas sem decisão judicial. O presidente quer legislar sobre o direito de mentir, difamar, ofender, destilar ódio, praticar crime. Sem ser responsabilizado, invocando uma liberdade de expressão só dele e de seus milicianos (tudo bem aí, Roberto Jefferson?). Exatamente o que Bolsonaro vem fazendo na política há mais de 30 anos e mesmo antes de entrar nela, quando era um baderneiro nas fileiras do Exército.

A CPI da Covid poderá indiciar o ex-tenente pelos crimes de curandeirismo, charlatanismo e publicidade enganosa. As definições de charlatão consultadas no meu velho dicionário Caldas Aulete —“empírico, que pretende possuir certos segredos maravilhosos; o que explora a credulidade pública; impostor, intrujão, pantomimeiro”— determinam as atitudes de Bolsonaro não só no combate à pandemia como na condução do governo.

As fraudes nas eleições de 2018 ou nas de 2022 não passam disso: um segredo maravilhoso. Viajando de vilarejo em vilarejo com suas carroças, os curandeiros se utilizavam —ainda se utilizam— de xaropadas e mesinhas de ervas e plantas para curar os males nacionais: quebranto, cobreiro, espinhela caída, erisipela, chiado no peito, dor de dente e de barriga, verruga, asma, epilepsia, hemorroida, vento virado, mau-olhado. Quem sabe até o soluço presidencial.

Há muito mais virtude e verdade numa tisana de garrafa do que num tuíte de Bolsonaro.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: