Advertisements

Ajudando o ‘compliance’ do Corinthians

Gelson Ferrareze

Com a pompa habitual, a diretoria do Corinthians anunciou a escolha do escritório ‘Gelson Ferrareze’ para a importante função de operar o compliance alvinegro, trabalho do qual seriam pioneiros.

Trata-se de um escritório especializado, principalmente, em ‘direito esportivo’.

Um de seus sócios é o cronista Andrei Schimidt Kampff de Melo, criador do portal ‘Lei em Campo’.

 

Tempos atrás, Melo foi convidado a escrever o livro ‘Direito & Futebol Vol.2’; entre os demais convidados estava o conselheiro, à época diretor, do Corinthians Carlos Roberto Elias, ligado a André Negão, braço direito do ex-presidente Andres Sanches.

Provavelmente, seria desse mundo de ligações esportivas que o nome do escritório chegou ao diretor jurídico Herói Vicente, que se apresenta como ‘pai’ do compliance do Timão.

Ontem mesmo, seu grupo, o ‘Liberdade Corinthiana’, comemorava a criação do departamento.

Se é apenas coincidência, diante da obvia necessidade de algum distanciamento da diretoria do Corinthians para não contaminação dos trabalhos, somente um compliance do compliance poderia responder.

Superado esse pormenor, o Blog do Paulinho tem boas dicas para que o escritório Gelson Ferrareze não seja enganado pelos espertos cartolas alvinegros, principalmente porque nem tudo funciona exatamente como está documentado – o próprio presidente Duílio e seu subalterno, Herói Vicente, conhecem detalhes, embora não se saiba a conveniência que os cerca para estimulá-los a revelá-los :

  • O diretor geral das categorias de base do Corinthians, Osvaldo Neto, possui duas empresas de intermediação de jogadores registradas em seu nome;
  • A base, efetivamente, é comandada pelo bicheiro Jaça;
  • O diretor Social Sergio Coelho Montes, vulgo Cebola, é fornecedor de produtos para franquias do clube e mascate de pequenos negócios na sede alvinegra;
  • O Bar da Torre é de um conselheiro do Corinthians, Cristiano Ramos, ligado a André Negão, que, efetivamente, comanda os diretores ligados ao departamento social.
  • A diretoria de futebol está a cargo do ex-presidente Roberto Andrade, que foi expulso da ‘Nova Veículos’, acusado de roubá-la; seu trabalho é facilitar os negócios do ex-presidente Andres Sanches no setor, verdadeiro chefe de todos eles;
  • O agente Fernando Garcia negocia jogadores com o Corinthians através de diversas empresas ‘satélites’, muitas delas processando o alvinegro neste momento;
  • O Corinthians tem o hábito de tomar dinheiro emprestado de ‘empresários’ de atletas, de pagar comissionamentos bem acimas dos 5% impostos pela FIFA, quase sempre simulados em contratos fajutos de imagem; as comissões são pagas quando da contratação, venda e até renovação dos contratos.
  • O diretor Antonio Goulart dos Reis foi condenado, na Justiça e no TCE, pro improbidades administrativas;
  • Não há qualquer comprovação de pagamento dos ‘naming-rights’ do estádio de Itaquera, apesar da empresa compradora fazer uso do suposto contrato desde setembro de 2020.
  • O presidente Duílio Monteiro Alves empossou dois parentes na diretoria: o pai Adilson e o irmão Adriano; juntos, estão com bens e contas bloqueadas na Justiça; os cargos que ocupam não são remunerados; não há empresa, em nome deles, factualmente operante em qualquer lugar do planeta.

Poderíamos, na verdade, até deveríamos, escrever um livro em que caberiam centenas de irregularidades cometidas pela cartolagem do Corinthians ao longo dos últimos quatorze anos, mas, para começar, acredito que essas dicas iniciais possam ajuda-los a realizar um bom trabalho no submundo de Parque São Jorge.

Ah! Em Tempo! O advogado Carlos Elias, co-autor de livro com um dos sócios do escritório ‘Ferrareze’, trabalha para um grupo de pessoas acusado de subtrair, indevidamente, dinheiro de aposentados, mediante suposta prática de golpe, assunto que veio a público através de matéria do SBT.

É, por razões óbvias, primordial tomar cuidado em ter proximidade com determinados dirigentes, além de aconselhável a utilização, se o trabalho for realizado corretamente, de colete a prova de balas.


Em Tempo: em contato com o Blog do Paulinho, Higor Bellini, idealizador da obra ‘Direito & Futebol Vol.2’, esclareceu:

“Eu sou o idealizador e único organizador do livro”

“Fiz o convite a pessoas de destaque e conhecimento no meio do direito esportivo, sendo que os autores convidados não necessariamente se conheciam, como até hoje muitos não se conhecem”

“Os autores apenas enviam os seus textos e eu organizo e envio para editora”


EM TEMPO 2:

Em 2016, o diretor jurídico do Corinthians, Herói Vicente, atuou como advogado de Andrei Schimidt Kampff de Melo, sócio do escritório Gelson Ferrareze, responsável pelo compliance do clube.


*o texto foi corrigido posteriormente à postagem

Facebook Comments
Advertisements

2 comentários sobre “Ajudando o ‘compliance’ do Corinthians

  1. Pingback: Acordo com escritório de compliance pode ‘subir no telhado’ no Corinthians. ”Heroiminions’ defendem contratação – Blog do Paulinho

  2. Jose Ricardo

    A esposa de Andrei Kampf – Marcela Rafael – é apresentadora do canal ESPN.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: