Advertisements

TJ-SP diz que só pode punir Andres Sanches após esgotados todos os procedimentos internos do clube

Herói Vicente, membro da ‘Liberdade Corinthiana’ e diretor jurídico do Corinthians

Em junho de 2020, o movimento ‘Liberdade Corinthiana’ ingressou com ação judicial solicitando, liminarmente, o afastamento do presidente Andres Sanches da presidência do Corinthians.

Para embasar o pedido juntou provas diversas de descumprimentos estatutários do mandatário, além da possibilidade de exclusão do clube do PROFUT.

A liminar foi negada, mas a ação seguiu para resolução do mérito.

No mês de outubro de 2020, o juiz Rubens Pedreiro Lopes, da 4ª Vara Civil do Foro do Tatuapé, negou-se a afastar Sanches do cargo, condenando os querelantes ao pagamento de custas processuais, além de R$ 1,5 mil aos advogados do Corinthians.

A fundamentação foi de que a Justiça somente poderia agir após comprovação da omissão dos órgão competentes do Timão (Conselho Fiscal, CORI, Conselho Deliberativo, Comissão de Ética e Disciplina e Assembleia Geral) na fiscalização de supostos delitos do presidente.

Inconformada, a Liberdade Corinthiana recorreu.

Nesse meio tempo, quatro proponentes da ação desistiram de figurar no processo, cooptados, após recente eleição, pelos ganhadores do pleito, pertencentes ao grupo combatido no processo.

O TJ-SP, porém, indeferiu, alegando que somente poderiam fazê-lo antes da sentença de 1ª instância, ratificando somente a não participação no recurso.

De estranhar a não juntada, neste procedimento, de recente decisão do Conselho Deliberativo alvinegro, reprovando as contas de Andres Sanches, além de informação de que, desde então, o cartola não foi indiciado na Comissão de Ética e Disciplina, o que poderia, em tese, embasar a omissão.

Sem saber disso, o TJ-SP, na última quinta-feira (13), reiterou a sentença de 1ª instância, encerrando a ação.


Clique no link a seguir para ter acesso à íntegra do Acórdão, assinado pelo relator, Desembargador Alcides Leopoldo

Liberdade Corinthiana vs. Andres Sanches – segunda instância

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: