Advertisements

Corinthians tem nova oportunidade de controlar a sangria

Logo mais à noite, os bastidores do Corinthians serão tomados por eleições internas que, além de obviamente importantes, servirão para aferir a temperatura dos oposicionistas alvinegros.

O clube escolherá membros do CORI e do Conselho Fiscal.

Ambos órgãos responsáveis por checar documentações e orientar ao Conselho Deliberativo o comportamento a ser adotado em suas reuniões.

Nos últimos anos, porém, o que se viu foram conselheiros incapazes de superar as pressões da diretoria chancelando negócios e negociatas, em alguns casos, sem o menor aprofundamento nas questões.

Com a corda frouxa, cartolas alvinegros, coincidentemente, enriqueceram à medida que o clube empobrecia.

Nas recentes eleições à presidente da diretoria, a menor diferença entre o vencedor, Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves e seus adversários mais diretos sugere a oportunidade de novos rumos na política do Corinthians, levando-se em consideração que, juntos, opositores receberam mais votos do que situacionistas.

A união, e somente ela, poderá fazer a diferença.

Com o CORI e o Conselho Fiscal sob domínio, os opositores, no mínimo, dificultariam a possibilidade de falcatruas escancaradas, além de ampliarem o diálogo para a adoção de medidas importantes para o crescimento do Timão.

Se os eleitos forem os canalhas de sempre, a política de ‘ajoelhar e carimbar’ seguirá ampliando as facilidades de um grupo, comprovadamente, interessado em saquear o Corinthians, ainda que, por conta do excesso de rapinagem, existam cada vez menos recursos – fora das negociatas do futebol – para serem embolsados.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: