Advertisements
Anúncios

Bolsonaro e Kajuru tabelam em gramado enlameado

Flavio Bolsonaro e Jorge Kajuru

Em meio ao jogo sujo da política nacional, dois personagens parecem à vontade ao tabelarem nos enlameados gramados dos bastidores do poder.

O senador Jorge Kajuru, afamado achacador de políticos, bicheiros e cartolas do futebol, negociou apoio ao presidente Jair Bolsonaro em troca de algumas benesses, entre as quais investidores para o renascimento da então falecida “Rádio K”, de Goiânia.

E, pelo menos por enquanto, tem cumprido sua parte no acordo.

Recentemente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, indicou o nome do Secretário de Governo do Estado de São Paulo, Alexandre Baldy, para o Ministério da Cidades.

Bolsonaro, que não queria se indispor com Maia, encomendou a Kajuru o serviço de desqualificação do indicado, executado mal e porcamente, num vídeo gravado com mais de 30 minutos de ofensas sem nenhum material comprobatório.

O ex-jornalista inseriu no “trabalho” uma conversa de whatsapp com Flavio Bolsonaro, em teatral apelação para que este avisasse o pai do perigo que estaria correndo com a nomeação de Baldy (a quem Kajuru tentou achacar no passado), respondida pelo rebento com a promessa de que o alerta seria encaminhado.

Ato contínuo, o Presidente da República, conforme combinação entre as partes, tratou de repassar a “novidade” a seus grupos de seguidores, viralizando as “informações”, matando, no ninho, qualquer possibilidade de continuidade aos desejos de Maia.

Este episódio, aliado a outros, serviu de base para estremecimento de relação entre Governo e Câmara, culminando na dissimulada convocação de Bolsonaro às manifestações que deverão tomar as ruas brasileiras no dia de hoje, tendo como pautas principais atacar deputados, senadores e Ministros do STF.

Kajuru também foi utilizado para estes fins.

O discurso virulento do Senador contra o STF também virou objeto de repasse nos grupos de Bolsonaro.

Por fim, há duas semanas, Kajuru enviou ao presidente, não sem antes registrar o momento em vídeo, questionamentos sobre as ofensivas palavras do presidente contra o Congresso, dando a impressão de que o interpelava, quando, em verdade, concedia-lhe espaço para modificar a versão original.

Todo este relato, que não causou estranheza ao Blog do Paulinho, conhecedor da criativa mente do ex-jornalista, foi confirmado por um de seus convivas goianos, que, por ser parente de funcionário de gabinete do Senador, não terá o nome revelado.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário em “Bolsonaro e Kajuru tabelam em gramado enlameado”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: