Advertisements

Os urubus do Ninho

Rodolfo Landim

Ontem (08) completaram-se dois anos da afamada ‘Tragédia do Ninho do Urubú’, em verdade, assassinato de jovens garotos com requintes de crueldade.

Pelo menos é o que leva a crer relatórios da polícia e do MP-RJ.

Neles, evidencia-se a negligência de cartolas rubronegros, tratados, pelas autoridades, como homicidas desse triste episódio.

Porém, o comportamento ruim, ainda não julgado por conta de estranha letargia da Justiça carioca, não se limitou ao fatídico dia em que foi conhecido.

O Flamengo esquivou-se de assumir pecados evidentes e sequer tentou amenizar o problema.

Pelo contrário.

Os familiares das vítimas foram, primeiramente, abandonados, para, em sequência, desesperados, serem chantageados a aceitarem acordos indecentes de reparações, verdadeiras esmolas acompanhadas de contratos que impediam, ardilosamente, futuras reclamações.

Somente uma dessas vítimas, acolhida pelo escritório de advocacia da Dra. Gislaine Nunes, haverá de receber, um dia, a justa reparação, ainda que a quantia não restabeleça a perda da vida negligenciada.

Uma pequena ilha de justiça diante da crueldade proporcionada pelo comportamento dos cartolas flamenguistas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: