Advertisements

Num pleito exemplar, Santos elege presidente complicado

Andres Rueda, com votação incontestável (48% – quase a totalidade dos cinco adversários somados), foi eleito, ontem, presidente do Santos.

Recebeu 3.936 votos, contra 1.171 de Rodrigo Marino, 1.070 de Ricardo Agostinho, 993 de Fernando Silva, 492 de Milton Teixeira Filho e 477 de Daniel Curi.

O pleito foi exemplar.

Mais de 5 mil dos 8.154 votantes escolheram seu representante de maneira ‘on-line’, sem indício qualquer de irregularidade.

A maior votação da história do clube.

Rueda, porém, chega ao poder amparado por um grupo de conselheiros da pior estirpe – alguns milicianos (houve candidatos ameaçados, indiretamente, durante a campanha), além da infeliz fama de ‘mecenas’, o que acaba por prejudicar (e mascarar) ainda mais a administração de qualquer agremiação.

Os grandes perdedores foram os agentes de jogadores Luis Taveira, que financiou Rodrigo Marino, e Fernando Silva (o que não significa impossibilidade de composição posterior), além do representante da família ‘Teixeira’, definitivamente, com a penúltima colocação, defenestrada de qualquer relevância em Vila Belmiro

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: