Advertisements

Barcelona pisa em areia movediça

O Barcelona, um dos clubes mais relevantes do planeta, detentor, há anos, do melhor jogador do mundo em seu plantel, anunciou que suas dívidas totalizam impressionantes R$ 3,2 bilhões.

No período anterior era de apenas R$ 1,5 bilhão.

Em 2019, nenhum clube no mundo faturou mais que o Barça: R$ 5,6 bilhões.

Neste ano, por conta da pandemia de COVID-19, os ganhos não ultrapassaram R$ 4,8 bilhões.

Apesar disso tudo, o clube anuncia a reforma do Camp Nou, avaliada em R$ 5,3 bilhões, prevista para ser finalizada em 2024.

O presidente anterior, Sandro Rosell, foi preso, acusado de corrupção e o atual, Josep Maria Bartomeu, sofre pressão para renunciar.

É pouco provável que Lionel Messi, o salvador de todos, permaneça em terras catalãs a partir da metade de 2021.

Ou seja, até que se organizem, novamente, nos gramados, os espanhóis deixarão de ter as lambanças encobertas pela magia do segundo jogador de futebol de todos os tempos.

A conta da irresponsabilidade administrativa, finalmente, atingirá o Barcelona ou o governo, como de hábito, obrigará a população a pagá-la?

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: